Mostrando postagens com marcador POLÍCIA. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador POLÍCIA. Mostrar todas as postagens

domingo, 25 de fevereiro de 2024

Força-tarefa localiza esconderijo usado por detentos em Mossoró

                A força-tarefa que tenta localizar dois detentos que fugiram da Penitenciária Federal de Mossoró, no Rio Grande do Norte, encontrou novos rastros dos fugitivos. As imagens, divulgadas pelo canal GloboNews neste sábado (24), mostram um esconderijo.

A força-tarefa localizou um facão, uma lona e alimentos (imagem em destaque), em uma região de difícil acesso. Como mostrou a coluna Na Mira, o governo oferece R$ 15 mil por informações de fugitivos.

Deibson Cabral Nascimento, o “Deisinho” ou “Tatu”, e Rogério da Silva Mendonça escaparam da prisão de segurança máxima por volta das 3h30 de 14 de fevereiro.

Os criminosos, que são integrantes da facção criminosa Comando Vermelho (CV), fugiram por um buraco na parede de uma das celas.

Os detentos utilizaram ferramentas da obra que ocorria na unidade prisional para fugir. As câmeras do local não capturaram o momento porque não estavam funcionando. Do Metrópoles 

CURTA NOSSA FANPAGE E PERFIL NO INSTAGRAM

https://www.instagram.com/afolhadascidades

https://www.facebook.com/afolhadascidades/

sexta-feira, 23 de fevereiro de 2024

Irmão de foragido do presídio federal em Mossoró é preso no Acre

                     O irmão de um dos foragidos do presídio federal de Mossoró (RN), foi preso em Rio Branco, no Acre, nesta sexta-feira (23). Johnney Weyd Nascimento da Silva, de 40 anos, que foi detido pela Polícia Federal, é irmão de Deibson Cabral do Nascimento. 

Johnney é condenado por roubo e participação em facção criminosa e tinha um mandado de prisão em aberto, que foi cumprido nesta sexta por agentes da Força Integrada de Combate ao Crime Organizado no Acre (Ficco-AC).

De acordo com a Polícia Federal (PF-AC), a prisão é um desdobramento das investigações sobre a fuga de Deibson Cabral Nascimento, de 33 anos, e Rogério da Silva Mendonça, de 35. A fuga ocorreu no dia 14 de fevereiro e os homens seguem sendo procurados.

Há 10 dias, um aparato com mais de 500 agentes, helicópteros, drones e cães farejadores buscam pelos dois criminosos: Deibson Nascimento e Rogério Mendonça. Embora os foragidos tenham deixado algumas pistas para trás, eles ainda não foram localizados até a manhã desta sexta-feira (23).

Os dois presos são do Acre e estavam na Penitenciária de Mossoró desde 27 de setembro de 2023. Eles foram transferidos após participarem de uma rebelião no presídio de segurança máxima Antônio Amaro, em Rio Branco, que resultou na morte de cinco detentos - três deles decapitados. Do G1

CURTA NOSSA FANPAGE E PERFIL NO INSTAGRAM

https://www.instagram.com/afolhadascidades

https://www.facebook.com/afolhadascidades/

Afogados: Delegado dá detalhes sobre operação que prendeu duas pessoas no São Francisco

              Na tarde da quinta-feira (22), a Polícia Civil, em colaboração com policiais militares do 23º BPM, efetuou prisões relacionadas a um caso de tortura ocorrido no final de dezembro de 2023 e ao homicídio de Afonso Douglas Siqueira da Silva, cujo corpo foi encontrado no início de janeiro de 2024, às margens da PE 320, em Afogados da Ingazeira. O delegado Israel Rubis, responsável pelo caso, concedeu detalhes sobre as prisões em entrevista exclusiva ao repórter Marcony Pereira da Rádio Pajeú.

Durante a entrevista, Rubis destacou a importância da atuação integrada das forças de segurança, ressaltando o suporte técnico operacional da Polícia Militar, sob o comando do coronel Cláudio Magnes, e o apoio do Ministério Público e do Poder Judiciário.

“Essa operação é resultado do trabalho conjunto entre a Polícia Civil e a Polícia Militar, visando combater o crime organizado e garantir a segurança da população de Afogados da Ingazeira”, afirmou Rubis.

As prisões foram efetuadas no próprio Beco da Rua Nova, em Afogados da Ingazeira, e envolveram um homem e uma mulher, ambos com vínculos estreitos com a facção criminosa conhecida como OKAIDA, atuante nos estados da Paraíba e Pernambuco. Esses indivíduos também fazem parte de uma ramificação dessa organização denominada ADA, Amigos dos Amigos, responsável pelo tráfico de drogas na região de Afogados da Ingazeira.

Segundo Rubis, as prisões estão relacionadas a um caso de tortura ocorrido no final de dezembro de 2023, no qual uma mulher foi violentamente agredida dentro de uma residência na Rua São Judas Tadeu, no Beco da Rua Nova. Além disso, os indivíduos detidos estão sob investigação em relação ao homicídio de Afonso Douglas Siqueira da Silva.

Rubis também enfatizou que as investigações estão em andamento e que há indícios de envolvimento de outras pessoas nos crimes. Ele revelou que um dos suspeitos já está preso na Paraíba por homicídio e que há elementos que sugerem sua participação direta no assassinato de Afonso Douglas Siqueira da Silva.

Quanto aos procedimentos legais, os indivíduos detidos serão submetidos à audiência de Custódia. O delegado assegurou que todas as medidas foram executadas dentro das normas legais e que não há ilegalidade nas prisões. Do Nill Junior 

CURTA NOSSA FANPAGE E PERFIL NO INSTAGRAM

https://www.instagram.com/afolhadascidades

https://www.facebook.com/afolhadascidades/

quinta-feira, 22 de fevereiro de 2024

Valdemar fura voto de silêncio, fala à PF e preocupa bolsonaristas

                A notícia de que Valdemar Costa Neto contrariou os companheiros de investigação e decidiu falar à Polícia Federal, respondendo às perguntas feitas pelos investigadores da Tempus Veritatis, aumentou a preocupação entre bolsonaristas, sobre a existência de uma estratégia diferente de defesa pelo presidente do PL, na comparação com os demais investigados. 

Conforme mostrou a coluna, o próprio Bolsonaro tem se incomodado com sinais que tem lido como indicativo de que Valdemar poderia estar trilhando um caminho próprio para sua defesa, dando as costas para os demais investigados. 

Recentemente, o advogado Marcelo Bessa, que representava Bolsonaro e Valdemar, deixou a defesa do ex-presidente e passou a se concentrar exclusivamente na defesa do presidente do PL.

A propósito, Valdemar não foi o único a quebrar o voto de silêncio. Anderson Torres também decidiu falar no depoimento. Do Metrópoles

CURTA NOSSA FANPAGE E PERFIL NO INSTAGRAM

https://www.instagram.com/afolhadascidades

https://www.facebook.com/afolhadascidades/

terça-feira, 6 de fevereiro de 2024

Policiais Civis de Pernambuco anunciam paralisação durante o carnaval

                  Os policiais civis de Pernambuco anunciaram que irão paralisar as atividades a partir da próxima sexta-feira (9), véspera da data oficial do carnaval. O comunicado foi feito após uma reunião entre o Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco (Sinpol-PE) e representantes do Governo do Estado no final da tarde desta terça-feira (6), no Palácio do Campo das Princesas, no Recife. 

Cerca de 3 mil policiais civis realizaram um protesto, saindo da sede do sindicato, localizada na Rua Frei Cassimiro, no bairro de Santo Amaro, até o Palácio do Campo das Princesas. O ato reuniu policiais legistas, papiloscopistas, delegados, comissários e escrivães. Este protesto já estava previsto desde o dia 23 de janeiro, quando foi anunciada uma paralisação de 24h por parte dos agentes da polícia.

A categoria alega falta de estrutura para trabalhar, equipe reduzida e salário não compatível com a profissão.

De acordo com o Sinpol, por conta da paralisação, apenas os serviços de liberação de corpos no Instituto de Medicina Legal (IML), ficarão disponíveis para a população. No IML, o trabalho é prestado por peritos e médicos legistas.

A população deverá registrar os Boletins de Ocorrência (BOs) através da Delegacia Virtual. “Desde o ano passado que a gente vem pedindo uma audiência com a governadora e solicitando a abertura da negociação para a gente reestruturar para a Polícia Civil. Em janeiro tivemos 359 homicídios. Isso é um absurdo, isso é número de guerra civil", afirmou o presidente do Sinpol. 

De acordo com o presidente do sindicato, Pernambuco deveria contar com 11 mil policiais civis, mas possui apenas 5.300, sendo que destes, 1.400 estão prestes a se aposentar.

“Pernambuco está um caos, a insegurança, roubos, homicídios estão batendo recordes. Já começamos janeiro batendo recorde. Então não podemos normalizar essa onda de violência que está aqui em Pernambuco. Pernambuco voltou a ser um dos estados mais violentos do país. Até agora não houve sinalização para que a gente melhorasse", afirmou Áureo.

Por meio de nota, o Governo de Pernambuco informou que "uma comissão do Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco (Sinpol-PE) foi recebida, nesta terça-feira (6), no Palácio do Campo das Princesas, por representantes da Casa Civil e da Secretaria de Administração (SAD). Mais uma vez, foi ressaltado que o Governo já abriu diálogo e que um cronograma para reabertura das mesas de negociações será apresentado ainda neste mês de fevereiro com o objetivo de discutir as pautas pleiteadas pela categoria". Foto: Alexandre Aroeira/Folha de Pernambuco.

CURTA NOSSA FANPAGE E PERFIL NO INSTAGRAM

https://www.instagram.com/afolhadascidades

https://www.facebook.com/afolhadascidades/

segunda-feira, 29 de janeiro de 2024

Assessora de Carlos Bolsonaro pediu ajuda sobre investigações contra família do ex-presidente

                    Uma assessora de Carlos Bolsonaro pediu a uma assessora de Alexandre Ramagem, que foi diretor-geral da Agência Brasileira de Informações (Abin), dados sobre investigações contra familiares do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL).

A informação consta da decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, que embasa a operação deflagrada nesta segunda-feira (29) pela Polícia Federal.

Nas mensagens (veja na imagem acima), Luciana Paula Garcia da Silva Almeida, a assessora de Carlos Bolsonaro, diz a Priscilla Pereira e Silva, assessora de Ramagem, que está precisando muito de uma ajuda e envia dois números de inquéritos que, segundo a mensagem, envolvem o ex-presidente da República e 3 de seus filhos.

Luciana escreveu:

– "Bom diaaaaa Tudo bem?

– Estou precisando muito de uma ajuda"

Na sequência, envia a seguinte mensagem:

–"Delegada PF: Dra. ISABELA MUNIZ FERREIRA - Delegacia da PF Inquéritos Especiais

– Inquéritos: 73.830/73.637 (Envolvendo PR e 3 filhos)

– Escrivão: Henry Basílio Moura"

Segundo a Procuradoria-Geral da República (PGR), o pedido de ajuda se referia a investigações que envolveriam o então presidente – identificado, na mensagem, como PR – e filhos dele.

Além desse episódio, as investigações apontam que, em fevereiro de 2020, Ramagem imprimiu informações de inquéritos eleitorais da PF que tinham como alvo políticos do Rio de Janeiro – base política da família Bolsonaro. Do G1

CURTA NOSSA FANPAGE E PERFIL NO INSTAGRAM

https://www.instagram.com/afolhadascidades

https://www.facebook.com/afolhadascidades/

Carlos Bolsonaro é alvo de operação da PF que investiga espionagem ilegal pela Abin

                A Polícia Federal iniciou na manhã desta segunda-feira (29) uma operação para apurar ações da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) durante o governo Bolsonaro. Segundo fonte ouvida pelo blog, um dos alvos da operação é o segundo filho do ex-presidente e vereador do Rio de Janeiro, Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ).

Busca e apreensão foi autorizada para a residência de Carlos Bolsonaro e também para a Câmara Municipal do Rio de Janeiro. Assessores também são alvo da operação.

A suspeita é de que assessores de Carlos Bolsonaro, que também são alvo da operação, pediam informações para o ex-diretor da Abin, Alexandre Ramagem.

Carlos Bolsonaro é vereador desde 2001 e está em seu sexto mandato consecutivo na Câmara Municipal do Rio. Ele foi apontado pelo ex-braço-direito de Jair Bolsonaro, Mauro Cid, como chefe do chamado gabinete do ódio, uma estrutura paralela montada no Palácio do Planalto para atacar adversários e instituições – como o sistema eleitoral brasileiro.

O filho de Jair Bolsonaro não se pronunciou sobre a operação até a última atualização desta reportagem.

Na última quinta-feira (25), o ministro do STF Alexandre de Moraes afirmou que o ex-diretor da Abin, Alexandre Ramagem, usou o órgão para fazer espionagem ilegal a favor da família do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL).

Entre autoridades espionadas estavam a ex-deputada Joice Hasselmann, o ex-governador do Ceará e atual ministro da Educação, Camilo Santana (PT) e o ex-presidente da Câmara Rodrigo Maia. Do G1

CURTA NOSSA FANPAGE E PERFIL NO INSTAGRAM

https://www.instagram.com/afolhadascidades

https://www.facebook.com/afolhadascidades/

terça-feira, 23 de janeiro de 2024

Anielle diz que solução sobre a morte de Marielle "é dever do Estado brasileiro"

              A ministra da Igualdade Racial, Aniele Franco, disse que é “dever do Estado brasileiro” elucidar o assassinato da sua irmã, a ex-vereadora do Rio de Janeiro Marielle Franco (Psol), e do motorista Anderson Gomes. Nesta terça-feira (23) o portal The Intercept Brasil divulgou informações da delação premiada do atirador Ronnie Lessa.

Policial militar reformado, Lessa é acusado de ser autor dos disparos contra Marielle e Anderson no dia 14 de março de 2018. Ele teria apontado o ex-deputado estadual e conselheiro do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE-RJ), Domingos Brazão, como um dos mandantes do crime. 

Anielle informou que a família aguarda os comunicados e resultados oficiais das investigações e “está ciente do comprometimento das autoridades”. “Recebi as últimas notícias relacionadas ao caso Marielle e Anderson e reafirmo o que dizemos desde que a tiraram de nós: não descansaremos enquanto não houver justiça”, disse a ministra. 

Ao portal, o advogado do conselheiro do TCE-RJ, Márcio Palma, afirmou que não tem conhecimento da delação e que teve o acesso aos autos negado, sob a justificativa de que Brazão não era investigado. O conselheiro nega qualquer participação no crime. 

A viúva de Marielle, Mônica Benício (PSOL), criticou o vazamento da suposta delação de Ronnie Lessa. “Estamos lidando com um dos criminosos mais perigosos do submundo do Rio de Janeiro. Qualquer informação que o delator venha a dar precisa ser respaldada e corroborada pelas investigações minuciosas do andamento do caso”, frisou Benício.

Também vereadora do Rio de Janeiro, Mônica destacou os avanços na investigação com a entrada da Polícia Federal no caso, em 2023. “Queremos respostas e justiça e para isso é necessário comprometimento e responsabilidade de todos nesse momento. Marielle e Anderson merecem respeito e um desfecho responsável para as investigações. O Brasil e a democracia precisam de uma resposta séria, inquestionável, comprometida com a verdade”, completou. Do Estado de Minas

https://www.instagram.com/afolhadascidades

https://www.facebook.com/afolhadascidades/

sexta-feira, 12 de janeiro de 2024

Delegado revela que vítima esquartejada foi morta em Afogados

Por Juliana Lima

O delegado municipal de Afogados da Ingazeira, Israel Rubis, falou com exclusividade à Rádio Pajeú nesta quinta-feira (11) sobre a operação policial deflagrada contra o tráfico de drogas e o caso do corpo encontrado esquartejado em Afogados da Ingazeira, no Sertão do Pajeú.

A entrevista exclusiva foi concedida ao repórter Marconi Pereira e aos comunicadores Juliana Lima e Júnior Cavalcanti no programa Manhã Total. 

Como o delegado já havia antecipado ao blog na noite da quarta (10), a operação no Bairro São Francisco foi desdobramento da investigação do caso do corpo esquartejado. Em primeira mão ao programa, Israel Rubis revelou que o homicídio foi praticado em Afogados da Ingazeira, descartando a possibilidade da vítima ter sido morta em outra cidade e o corpo apenas desovado às margens da PE-320.

“Foram cumpridos três mandados de busca e apreensão, na representação nossa, com apoio operacional e técnico da Polícia Militar e Polícia Científica. Nós abordamos três residências, todas três no Beco da Rua Nova, que é foi apelidada como nova cracolândia, realizamos perícias e coletamos vestígios que vão nos dar um norte na investigação. E a gente já sabe que esse assassinato tem relação com aquela situação de traficância no Beco da Rua Nova”, revelou.

Sobre a identificação do cadáver esquartejado, o delegado ainda aguarda a finalização do trabalho por parte do IML. Ele também contou que a polícia suspeita que a vítima não seja de Afogados, inclusive ninguém procurou a delegacia para registrar o desaparecimento de um parente que pudesse ser a vítima.

“Com relação à identificação, eu já oficiei o IML, solicitando a identificação do cadáver, porque é pertinente para a gente, vai ajudar a fortalecer uma das nossas linhas investigativas. Com relação à prática do crime, a gente sabe que o crime ocorreu em Afogados da Ingazeira. Tem muita gente cogitando que esse cadáver eventualmente teria sido abandonado ali, mas esse crime aconteceu em Afogados”, explicou.

Acerca dos envolvidos no crime, a polícia ainda não efetuou prisões, mas já trabalha com a indicação que o crime se deu em virtude do tráfico de drogas e foi praticado por mais de uma pessoa.  “Não prendemos ninguém ainda, vamos fazer uma série de instruções no inquérito e temos confiança que vamos conseguir dar uma resposta à sociedade e chegar à autoria desse crime bárbaro. A gente imagina uma dinâmica que envolve mais de uma pessoa, agora em relação a como foi feito, a investigação ainda é muito embrionária”, completou. Do Nill Junior

CURTA NOSSA FANPAGE E PERFIL NO INSTAGRAM

https://www.instagram.com/afolhadascidades

https://www.facebook.com/afolhadascidades/

Operação prende hacker e esposa suspeitos de invadir celular e transferir R$ 4 milhões de empresa

              A Polícia Civil deflagrou uma operação para prender suspeitos de hackear contas bancárias e roubar quase R$ 4 milhões. De acordo com a corporação, um hacker e a esposa dele foram presos em Goiás, a partir das investigações da polícia pernambucana. Além disso, foram cumpridos 26 mandados de busca e apreensão em Pernambuco, no Piauí e em Goiás.

De acordo com o delegado Eronides Meneses, da Delegacia de Repressão aos Crimes Cibernéticos, as investigações começaram depois que um banco registrou uma queixa-crime após identificar mais de 150 transações bancárias para diversas pessoas, saindo da conta de uma empresa, que também fez a denúncia.

"Eles enviavam um fishing para a vítima e conseguiam resgatar a linha telefônica da pessoa, habilitando, assim, equipamentos para fazer transações na conta bancária. Então, habilitaram o equipamento e foram lá, numa noite, e fizeram 150 transações", declarou o delegado.

Foram cumpridos mandados de busca e apreensão nas seguintes cidades: Recife, Cabo de Santo Agostinho, Moreno, Escada, Vitória de Santo Antão, Santa Terezinha, Minaçu (Goiás), Trindade (Goiás) e Teresina (Piauí). Também foi feito o sequestro de veículos e de valores que podem chegar a R$ 8 milhões.

"Eles conseguiram habilitar [o celular] justamente porque este banco, especificamente, permite que você habilite um equipamento para fazer transações com um mero SMS. E aí, eles, com a posse da linha telefônica, habilitaram o equipamento", explicou o delegado. G1PE

CURTA NOSSA FANPAGE E PERFIL NO INSTAGRAM

https://www.instagram.com/afolhadascidades

https://www.facebook.com/afolhadascidades/

terça-feira, 9 de janeiro de 2024

PF prevê conclusão das investigações sobre caso Marielle até março

                O diretor-geral da Polícia Federal (PF), Andrei Rodrigues, disse, hoje, ter “convicção” de que as investigações da execução da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes serão concluídas até o fim de março. A informação foi passada em entrevista à CBN.

Segundo Rodrigues, os investigadores entregarão à Justiça Federal os nomes dos possíveis mandantes. Até hoje não se sabe quem mandou matar Marielle e seu motorista e as motivações do crime.

“É importante dizer que estamos há um ano à frente de uma investigação de um crime que aconteceu há cinco anos, com a convicção de que ainda nesse primeiro trimestre a Polícia Federal dará uma resposta final do caso Marielle”, confirmou Andrei Rodrigues.

Em dezembro do ano passado, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, disse que a morte da vereadora do Rio de Janeiro seria integralmente solucionada “em breve”. Inicialmente investigado pela Polícia Civil do RJ, Dino determinou à PF a abertura de um inquérito sobre o caso, em fevereiro do ano passado. De acordo com governo, o objetivo era ampliar a colaboração nas investigações.

Em março de 2018, Marielle Franco e o motorista Anderson Gomes, foram alvos de uma emboscada e fuzilados por homens em um outro veículo, em uma rua no Estácio, Centro do Rio. Do Metrópoles

CURTA NOSSA FANPAGE E PERFIL NO INSTAGRAM

https://www.instagram.com/afolhadascidades

https://www.facebook.com/afolhadascidades/

quinta-feira, 14 de dezembro de 2023

Operação prende suspeitos de envolvimento em chacina em Camaragibe

               A Polícia Civil realizou, na manhã desta quinta-feira (14) uma operação para prender uma quadrilha suspeita de envolvimento na chacina em que oito pessoas foram mortas no Grande Recife, em setembro deste ano.

De acordo com a Associação de Cabos e Soldados, os alvos são policiais militares. Além das oito mortes, mais uma vítima faleceu mais de um mês após os crimes.

Ao todo, a Polícia Civil informou que cumpre 20 mandados de busca e apreensão e cinco de prisão na Operação Sobejo. A corporação não informou quem são os alvos, mas o advogado da Associação de Cabos e Soldados, Eduardo Morais, afirmou que todos são PMs.

Até a última atualização desta reportagem, quatro homens alvos de mandado de prisão foram capturados, e uma mulher, alvo de busca e apreensão, foi detida por ter sido encontrada com munição. Entretanto, ela pagou fiança e foi liberada, segundo o advogado Eduardo Morais.

Imagens recebidas pelo g1 mostram dois dos suspeitos, ainda fardados com o uniforme do Batalhão de Radiopatrulha da Polícia Militar, sendo levados para dentro do Grupo de Operações Especiais (GOE), no Cordeiro, na Zona Oeste do Recife. Outro vídeo mostra um homem de camisa vermelha também sendo levado.

Os mandados foram expedidos pelo Juízo da Primeira Vara Criminal da Comarca de Camaragibe. Imagens divulgadas pela Polícia Civil mostram munições, armas e celulares apreendidos.

CURTA NOSSA FANPAGE E PERFIL NO INSTAGRAM

https://www.instagram.com/afolhadascidades

https://www.facebook.com/afolhadascidades/ 

terça-feira, 5 de dezembro de 2023

PF faz operação contra suspeitos de entregar 43 mil armas para facções brasileiras

              A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira (5) uma operação contra um grupo suspeito de entregar 43 mil armas para os chefes das maiores facções do país — Primeiro Comando da Capital e Comando Vermelho —, movimentando R$ 1,2 bilhão.

São cumpridos 25 mandados de prisão preventiva, seis de prisão temporária e 52 mandados de busca e apreensão em três países: Brasil, Estados Unidos e Paraguai — onde está o principal alvo da operação (veja foto mais abaixo), Diego Hernan Dirísio, que ainda não foi encontrado.

Dirísio é considerado pela PF o maior contrabandista de armas da América do Sul. Cinco envolvidos no crime já foram presos no Brasil e 11 no Paraguai.

A Justiça da Bahia, que conduz a operação, determinou que os alvos de prisão que estiverem no exterior sejam incluídos na lista vermelha da Interpol e que, se forem presos, sejam extraditados para o Brasil.

A investigação começou em 2020, quando pistolas e munições foram apreendidas no interior da Bahia. As armas estavam com o número de série raspado, mas, por meio de perícia, a PF conseguiu obter as informações e avançar na investigação.

Três anos mais tarde, a cooperação internacional que resultou na operação desta terça indica que um homem argentino, dono de uma empresa chamada IAS, com sede no Paraguai, comprava pistolas, fuzis, rifles, metralhadoras e munições de fabricantes de países como Croácia, Turquia, República Tcheca e Eslovênia.

Após a compra, as armas eram vendidas para facções brasileiras, em especial de São Paulo e do Rio de Janeiro. O esquema envolvia também doleiros e empresas de fachada no Paraguai e nos EUA.

As investigações indicam ainda que havia corrupção e tráfico de influência na Direccion de Material Belico (DIMABEL), órgão paraguaio responsável por controlar, fiscalizar e liberar o uso de armas, facilitando o funcionamento do esquema. Do G1 

CURTA NOSSA FANPAGE E PERFIL NO INSTAGRAM

https://www.instagram.com/afolhadascidades

https://www.facebook.com/afolhadascidades/

terça-feira, 7 de novembro de 2023

Mulher é agredida por cinco policiais militares em Triunfo

                Um vídeo que circula nas redes sociais mostra uma mulher sendo agredida por cinco policiais militares, na cidade de Triunfo, no Sertão de Pernambuco.

As imagens são fortes e mostram quando a vítima, que não teve o nome e idade divulgadas, é jogada no chão por um dos agentes e é agredida com socos, tapas e pontapés. Ao menos quatro deles são flagrados batendo na vítima. 

O caso aconteceu na madrugada do sábado (4) e foi confirmado pela assessoria de comunicação da Polícia Militar de Pernambuco (PM/PE), nesta terça-feira (7).

A corporação informou que, através do comando do 14° BPM, sediado em Serra Talhada, no Sertão, determinou a instauração do procedimento investigatório de todos os agentes envolvidos na ocorrência

"A Polícia Militar de Pernambuco reafirma que é contra qualquer forma de violência contra a mulher", destacou a PM.

Também por meio de nota, a Secretaria de Defesa Social (SDS) informou que os cinco policiais militares envolvidos na agressão a uma mulher na cidade de Triunfo já foram identificados e que as diligências estão em andamento para que as medidas disciplinares sejam tomadas.

CURTA NOSSA FANPAGE E PERFIL NO INSTAGRAM

https://www.instagram.com/afolhadascidades

https://www.facebook.com/afolhadascidades/

segunda-feira, 6 de novembro de 2023

Delegacia de Caruaru investiga vazamento de prova do Enem em Pernambuco

               A Delegacia da Polícia Federal em Caruaru, no Agreste de Pernambuco, investiga o vazamento de uma página da prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), cuja primeira etapa foi realizada nesse domingo (5). Além de Pernambuco, também há alvos no Distrito Federal.

A imagem reproduzida na internet mostra a página 19 do caderno de provas do tipo 3, branco. Na fotografia, há o tema da redação: “Desafios para o enfrentamento da invisibilidade do trabalho de cuidado realizado pela mulher no Brasil”.

Também foram expostos os textos de apoio relacionados ao tema proposto, as instruções aos candidatos, como número de linhas da folha, uso de caneta preta e penalidade com nota zero quando houver fuga do tema proposto.

"A Polícia Federal já está investigando os fatos, inclusive, fizeram duas diligências, uma em Pernambuco, onde um proprietário de um conteúdo digital divulgou a imagem, portanto, já houve essa diligência, e outra diligência no Distrito Federal", detalhou o Ministro da Educação, Camilo Santana, durante coletiva de imprensa no domingo. Da Folhape

CURTA NOSSA FANPAGE E PERFIL NO INSTAGRAM

https://www.instagram.com/afolhadascidades

https://www.facebook.com/afolhadascidades/

quarta-feira, 25 de outubro de 2023

Megaoperação da Polícia Civil tem alvos em Petrolina, Recife e Caruaru

                 Uma megaoperação da Polícia Civil de Pernambuco desencadeada na manhã desta quarta-feira (25) mira alvos suspeitos de tráfico de drogas, financiamento do tráfico de drogas e lavagem de dinheiro. De acordo com a corporação, foram expedidos 66 mandados de prisão e 84 mandados de busca e apreensão, que estão sendo cumpridos em Pernambuco e em outros 19 estados.

Em Pernambuco, os alvos estão indo para o Departamento de Repressão aos Crimes Patrimoniais (Depatri) e para o Departamento de Repressão ao Crime Organizado (Dracco). A Operação Efeito Helicóptero também tem sequestro de veículos e imóveis, bloqueio judicial de ativos financeiros e criptoativos e revogação do registro e/ou porte de arma de fogo.

Os mandados estão sendo cumpridos nas cidades do Recife e de Igarassu, Abreu e Lima, Jaboatão dos Guararapes, Petrolina, Caruaru, Limoeiro e Itaquitinga.

As investigações começaram em outubro de 2022, sob a presidência do delegado José Custódio, da Diretoria Integrada Metropolitana, com o objetivo de apurar a participação dos criminosos. A Polícia Civil também contou com o apoio da Diretoria de Operações Integradas e de Inteligência da Secretaria Nacional de Segurança Pública, por meio do projeto Impulse.

Trabalha na execução um total de 340 policiais civis de Pernambuco e de outros estados, bem como policiais federais, delegados, agentes e escrivães.

Entre os estados onde são cumpridos mandados, estão: Amazonas, Piauí, Roraima, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, Santa Catarina, São Paulo, Ceará, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Pará e Paraíba. 

CURTA NOSSA FANPAGE E PERFIL NO INSTAGRAM

https://www.instagram.com/afolhadascidades

https://www.facebook.com/afolhadascidades/

segunda-feira, 23 de outubro de 2023

Pedra: Defesa de policial nega que ele tenha assumido crime

              O caso da prisão do policial militar H.M.A, preso sob a acusação de suposto crime de estupro de vulnerável na cidade da Pedra tem uma nova versão dos fatos apresentada por sua defesa em nota enviada a Folha. A defesa nega que o PM tenha confessado a autoria do delito e usou de seu direito de ficar em silêncio. A defesa também ressalta que o acusado é o principal interessado na elucidação dos fatos.

Confira a nota na íntegra:

NOTA

A defesa técnica do acusado H.M.A refuta veementemente a alegação de que o policial militar confessou a autoria do delito no momento de sua prisão. O acusado, agindo em estrito cumprimento de seu direito constitucional ao silêncio, optou por não responder ao interrogatório devido à sua completa falta de conhecimento das acusações, uma vez que o processo tramita sob segredo de justiça. Em nenhum momento, o acusado admitiu qualquer responsabilidade pelo crime em questão.

É imperativo ressaltar que as acusações que pesam contra o acusado se baseiam exclusivamente na palavra da vítima e nos depoimentos de testemunhas indiretas que apenas reproduzem a versão da vítima. Além disso, é notória a ausência de evidências concretas da materialidade do delito nos registros do inquérito policial, evidenciada pelo fato de que sua prisão temporária foi solicitada com o propósito de auxiliar na produção de evidências e indícios que possam corroborar a versão da vítima.

Cumpre salientar que o acusado se encontra sob uma medida cautelar que visa resguardar o andamento das investigações. No entanto, o acusado é o principal interessado na completa elucidação dos fatos e deposita total confiança na imparcialidade do sistema de justiça. 

CURTA NOSSA FANPAGE E PERFIL NO INSTAGRAM

https://www.instagram.com/afolhadascidades

https://www.facebook.com/afolhadascidades/

sexta-feira, 20 de outubro de 2023

Policial militar preso suspeito de estupro de vulnerável

                A polícia civil de Pernambuco deu cumprimento ao mandado de prisão temporária contra o policial militar H.M.A, o mesmo está sendo investigado pelo crime de estupro de vulnerável contra uma criança que hoje se encontra com 11 anos de idade.

Durante as investigações realizadas com a equipe de investigação, em conjunto com o delegado Adriano Ferro, foi possível chegar na autoria do crime, bem como, entender toda a dinâmica delituosa.

A partir das informações, o delegado Adriano Ferro representou pela prisão temporária do mesmo, e, logo em seguida, foi realizada uma operação para a captura do investigado, que no momento da prisão, assumiu a autoria em seu sítio, afirmando que a criança de 11 anos, desde os 9 anos de idade lhe "pedia" para tirar fotos e realizar vídeos quando se encontrava nua.

Fato importante é que o policial militar possuía a confiança da família, sendo considerado um "padrinho" da menina. Confira que falou o delegado Adriano Ferro, titular da cidade de Buíque e Pedra, ao programa Giro das Cidades. 


CURTA NOSSA FANPAGE E PERFIL NO INSTAGRAM

https://www.instagram.com/afolhadascidades

https://www.facebook.com/afolhadascidades/

quarta-feira, 11 de outubro de 2023

PF apreende mais cédulas falsas em Pernambuco

                 Mais cédulas falsas foram apreendidas em Pernambuco. Desta vez, em Riacho das Almas, Agreste do estado. Segundo a Polícia Federal, um jovem de 24 anos foi preso com as notas na agência dos Correios da cidade, na manhã desta quarta-feira (11). Foram apreendidas com ele dez cédulas de R$ 100, com idêntica numeração de série, o que comprova a falsidade.

Ontem foram presas outras duas pessoas, um homem e uma mulher, logo após a retirada de dois envelopes contendo 170 cédulas, com valores de R$ 20 e R$ 50 reais, na agência dos Correios em Sertânia, no Sertão.

Numa operação da Receita Federal realizada ontem (10), também foram apreendidas cédulas falsas e entorpecentes em encomendas nos Correios, no Recife.

Na ocasião, foram localizadas cédulas falsificadas de valores entre R$ 20 e R$ 100 e 3,2 quilos de skunk, droga conhecida como super maconha. 

A ação ocorreu no momento da entrega, quando a encomenda chegou à residência do destinatário.

Todos os presos foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Federal em Caruaru/PE, onde foram lavrados os respectivos autos de prisão em flagrante. 

Eles responderão na Justiça Federal pelo crime de aquisição de cédulas falsificadas, com penas que variam de 3 a 12 anos de reclusão.

CURTA NOSSA FANPAGE E PERFIL NO INSTAGRAM

https://www.instagram.com/afolhadascidades

https://www.facebook.com/afolhadascidades/