sexta-feira, 5 de março de 2021

Porto Digital deve abrir mais de 3 mil vagas de emprego em 2021

                        Mesmo em um ano em que a economia foi bastante impactada pela pandemia do coronavírus, o Porto Digital fechou 2020 com balanço positivo de crescimento. O faturamento do parque tecnológico registrou alta de 21,7% na comparação anual, passando de R$ 2,35 bilhões em 2019 para R$ 2,86 bilhões no ano passado. Além disso, apesar do cenário difícil para o mercado de trabalho em Pernambuco, também houve incremento no número de colaboradores.

O crescimento foi de 14,7%, saindo de 11.659 funcionários para 13.378 entre um ano e outro. A expectativa de contratação para este ano é ainda melhor. Se em 2020 foram contratados 1.719 colaboradores no ecossistema, a estimativa para 2021 é de empregar 3.140 novos colaboradores.

Entre 2018 e 2020, o Porto Digital teve incremento de 50,8% no faturamento e de 40,8% no número de colaboradores. Apesar do desempenho positivo, a pandemia influenciou em uma menor aceleração do processo de crescimento do parque tecnológico. Em 2018, o faturamento era de R$ 1,89 bilhão. O crescimento para 2019 foi de 23,9%, acima da média registrada em 2020. Mesmo cenário observado em relação às contratações. Em 2018, eram 9.500 colaboradores, com alta de 22,7% na passagem para o ano seguinte. 

O setor de tecnologia foi menos impactado pelas adversidades causadas pela pandemia. Primeiro porque as empresas conseguiram se adaptar de forma acelerada ao trabalho remoto e segundo porque as tecnologias facilitam a contratação de forma simples, não apenas no estado, mas em nível mundial. E as expectativas para este ano e os próximos são positivas. "Esperamos que, chegando vacina em larga escala, o crescimento do país se acelere no segundo semestre e vai impactar nas empresas de tecnologia. Colocamos a meta de em cinco, seis anos dobrar o tamanho do Porto Digital e vamos conseguir. Ainda precisamos vencer gargalos como o de formar mais gente", disse Pierre Lucena, presidente do Porto Digital.

Neste quesito, o projeto Embarque Digital, uma parceria entre o Porto Digital e a Prefeitura do Recife, será construído em 2021. "Estamos desenhando neste ano a consolidação do projeto para oferecer bolsas para estudantes de escolas públicas para o curso de tecnólogo. Além do conhecimento, é uma chance de aumentar a formação e empregabilidade na área de tecnologia", ressaltou o prefeito João Campos.

Governo prevê ter só um quinto das vacinas de Oxford esperadas para março

                   Ao menos 13 milhões de doses da vacina da AstraZeneca/Oxford que eram esperadas para o mês de março não devem ser entregues nesse prazo, indica um novo cronograma do Ministério da Saúde.

Em 22 de fevereiro, a pasta previa receber 4 milhões de doses importadas da Índia, que no calendário atual foram "diluídas" nos meses seguintes. Eram aguardadas ainda 12,9 milhões envasadas pela Fiocruz, que agora foram reduzidas para 3,8 milhões.

A quantia de março passou, portanto, de 16,9 milhões para 3,8 milhões de unidades, apenas um quinto do esperado. O número também é muito inferior à previsão que a Fiocruz vinha divulgando no último mês, de 15 milhões.

Questionado sobre a mudança, o ministério afirmou que "o cronograma está sujeito a alterações, muitas vezes por questões de organização dos laboratórios na entrega das doses ou na capacidade de produção e distribuição". Também disse que sempre ressalta que há possibilidade de modificações.

A Fiocruz confirmou que só deve enviar 3,8 milhões de doses em março e acrescentou que só será possível precisar as próximas datas e quantidades após a liberação pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) dos lotes de validação que ainda estão sendo produzidos.

"O número total de doses a serem entregues ao Programa Nacional de Imunizações (PNI) em março depende do cumprimento de todas as etapas iniciais de produção e requisitos de qualidade de forma a garantir sua eficácia e segurança, bem como do deferimento do registro definitivo pela Anvisa", informou.

A fundação diz que começou a produzir dois lotes de pré-validação em 12 de fevereiro e outros três lotes de validação na semana seguinte. Mas que só depois de terminado esse processo será iniciada a produção dos lotes comerciais, o que ainda está previsto para março.

Vaza-Jato: Deltan diz que Cármen Lúcia teria pedido para manter Lula preso

                     A defesa do ex-presidente Lula enviou nesta quinta-feira (4/3) ao Supremo Tribunal Federal (STF) uma manifestação com mais diálogos que teriam sido trocados entre integrantes da força-tarefa da Lava-Jato do Paraná. Nas mensagens, obtidas no âmbito da Operação Spoofing (que prendeu hackers suspeitos de invadir celulares de autoridades em 2019), os procuradores discutem formas de evitar a soltura de Lula, depois que o desembargador Rogério Favreto, do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), determinou que o ex-mandatário fosse solto, em julho de 2018.

O episódio em questão é conhecido como o “prende e solta” de Lula. Isso porque no mesmo dia, o ex-juiz Sergio Moro, que estava de férias, disse que o desembargador plantonista não poderia mandar soltar o ex-presidente, que estava detido desde abril daquele ano, dizendo que ele era "autoridade absolutamente incompetente para sobrepor-se à decisão do Colegiado da 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região”.

O relator do processo no TRF-4, Pedro Gebran Neto, suspendeu a decisão do colega plantonista. Em seguida, Favreto reafirmou a decisão pela soltura. A questão foi resolvida pelo então presidente do TRF-4, Thompson Flores, que manteve a prisão afirmando que o pedido de habeas corpus de Lula caberia ao desembargador João Pedro Gebran Neto.

A defesa de Lula teve acesso às conversas após autorização do Supremo, e as análises foram enviadas ao ministro Ricardo Lewandowski no âmbito de uma reclamação. Os diálogos foram analisados pelo perito Cláudio Wagner, contratado pela defesa. Este é o nono relatório de análise preliminar enviado ao STF.

Conforme documento, após tomar conhecido da decisão de Favreto, integrantes da força-tarefa passaram a trocar mensagem pelo aplicativo Telegram. As conversas seriam no sentido de articular uma forma de manter Lula preso, na busca de evitar que a Polícia Federal o soltasse enquanto aguardavam uma decisão que revertesse a de Favreto. "É preciso uma contraordem do Gebran ou Lens (Carlos Eduardo Thompson Flores Lenz). Não adianta a gente falar. Pela aparência, Favretto pode cassar a decisão do Moro”, teria dito Deltan em um momento.

Em outro, o procurador teria afirmado: “Falei com Valeixo agora. Seguem segurando. Estão em contato com o TRF tb”. As mensagens estão transcritas na reportagem tal como estão no documento enviado pela defesa de Lula. Conforme relatos, depois da segunda decisão de Favreto, reafirmando a soltura do ex-presidente, Dallagnol teria dito aos demais membros do Ministério Público Federal (MPF) presentes no grupo do aplicativo: “Vou ligar pra PF e pedir pra não cumprir”.

Logo mais, o procurador falou sobre uma suposta orientação do relator Pedro Gebran. “Orientação do Gebran è que a PF solte se não vier decisão do presidente do TRF. Pedi pra PF segurar, mas predicávamos (precisávamos) deneto dessa 1h ter sinal positivo. Pq eu dizer e nada não muda muito qdo tem ordem judicial”, escreveu. O procurador fala em horário porque na decisão, Favreto dá uma hora para que Lula fosse solto.

Em um momento, no decorrer da discussão sobre o que poderia ser feito, o procurador Januário Paludo teria comentado que já enfrentaram desembargadores corruptos antes, mas que a questão em foco parecia ser ideológica.

Ainda na discussão, Dallagnol diz: “o problema é que Gebran disse pro Valeixo (Maurício Valeixo, então superintendente da PF no Paraná) cumprir a ordem do Favreto se não vier contraordem tempestiva do presidente”. Uma procuradora identificada como Jerusa, que seria Jerusa Viecili, então, diz: "Imprime e leva em mãos para o presidente". Dallagnol respondeu: "Ou driblamos isso ou vamos perder".

Januário Paludo, em seguida, afirma: “Waleixo (Valeixo) me ligou e pediu para que informássemos assim que protocolado o pedido para o Lenz. Ele precisa tranquilizar o pessoal da PF que está com receito (receio) de ultrapassar 1 hora, segundo disse, que o Favareto deu para liberar o lula. Disse que não é o Favreto quem processa por abuso de autoridade ou crime, mas somos nós, e, eventualmente o Gilmar Mendes. Que é para ficarem tranquilos e que deve ser respeitada a decisão do Gebran até posição do Lenza”.

Em seguida, o procurador afirma que o então diretor da PF ligou novamente. “Lenz ligou para ele pedindo para aguardar a decisão dele”. E completa: “Acho que vocês conseguiram um fôlego”. Deltan responde alguns minutos depois: “Valeixo falou com Thompson, que mandou não cumprir até ele decidir. Isso nos dá mais tempo”.

É então que Dallagnol cita a ministra Cármen Lúcia e o ex-ministro de Segurança Raul Jungmann: “Carmem Lúcia ligou pra Jungman e mandou não cumprir e teria falado tb com Thompson. Cenário tá bom”. Por fim, Thompson Flores suspende a prisão de Favreto e o ex-presidente Lula continuou preso, algo que teria sido comemorado por Deltan, segundo diálogos: “É teeeeetraaaa. Decisão assinada mantendo a do Gebran”, teria escrito.

Ao Correio, o ex-ministro Raul Jugmann chamou os diálogos de “mentira”. “Esse diálogo não aconteceu e não poderia acontecer, porque se tivesse ocorrido, a ministra e eu teríamos incorrido em crime de obstrução da Justiça. O senhor Dallagnol está imputando a mim e à ministra um crime e vou interpelá-lo judicialmente, para que ele confirme ou desminta o diálogo”, afirmou.

Secretário de Assistência Social viabiliza projetos para fortalecer ações em Itaíba

                      Em uma peregrinação por vários órgãos e secretarias do Governo do Estado, o Secretário de Assistência Social e Cidadania de Itaíba, Arnon Vieira Ramos, levou uma série de demandas definidas juntamente com a prefeita Regina Cunha (Pode), que atualmente encontra-se recuperando-se da Covid-19. Cras, Bolsa Família, Programa do Leite e aquisição e distribuição de alimentos a famílias carentes foram ações tratadas na capital pernambucana.

Na Secretaria de Assistência Social do Estado, Arnon Vieira foi recebido pelo Secretário Executivo, Joelson Rodrigues, quando tratou do cofinanciamento do CRAS efetivo do distrito do Jirau que hoje é atendido pelo CRAS Itinerante, recebendo a autorização do governo do Estado para sua implementação. Ainda na pasta estadual, Arnon também conseguiu do secretário estadual a autorização para a atualização do cadastro dos beneficiários do Programa Bolsa Família no município, que hoje conta com 7 mil cadastros.

“As atualizações foram suspensas desde março de 2020 pelo Governo Federal, causando dificuldade no atendimento de ocorrências de cancelamento ou bloqueio de diversos beneficiários”, revelou Arnon Vieira comemorando a decisão de retomar as atualizações dos cadastros.

O secretário itaibense também esteve na sede estadual do Programa Leite de Todos, a onde solicitou a Supervisora do Programa, Sonia Maria, o aumento dos beneficiários pela distribuição de leite no município. A meta solicitada é de mais 200 famílias a serem beneficiadas com a distribuição do produto na zona rural e no distrito do Jirau. Atualmente o programa atende a cerca de 260 famílias com a distribuição do leite duas vezes por semana no CRAS de Negras e no CRAS de Itaíba.

Finalizando sua peregrinação, o secretário Arnon Vieira esteve ainda na sede do Instituto Agronômico de Pernambuco – IPA, onde foi buscar a retomada das parcerias do Programa de aquisição de alimentos destinados as famílias em situação de vulnerabilidade social no município. O Programa que distribuía frutas, legumes e outros alimentos as famílias carentes foi paralisado em maio de 2020 pelo Governo do Estado, no primeiro momento de alta da Covid-19 no País.

“A grande preocupação da prefeita Regina neste momento em que se agrava a situação da pandemia em nosso País e no estado, é justamente criar uma rede de proteção social as pessoas mais vulneráveis, afetadas pelas restrições da economia, o isolamento social e a necessidade de atender as demandas de suas famílias. São projetos que vão chegar exatamente para dar esse suporte”, finalizou Arnon Vieira.

Grupo carioca anuncia construção de metalúrgica em Pernambuco

                     A implantação em Pernambuco de uma unidade da Metalúrgica Barra do Piraí, com investimento de R$ 70 milhões e a geração inicial de 160 empregos diretos, foi anunciada, nesta quinta-feira (4), pelo governador Paulo Câmara e o grupo carioca MBP – controlador da empresa.

O local escolhido foi o município de Ribeirão, na Zona da Mata Sul do Estado, e a expectativa é que a sua operação tenha início ainda este ano. Para tanto, foi assinado um protocolo de intenções entre o Estado e o grupo MBP.

Atuando no segmento de soluções em sistemas de coberturas, fechamentos e refrigeração, a empresa prevê que a unidade pernambucana irá produzir três milhões de metros quadrados de termoisolantes e cinco milhões de metros quadrados e telhas simples.

Com 76 anos de existência, a MBP presta serviços para supermercados, galpões, centros de distribuição e centros de conservação de frutas e sementes. A empresa ocupa, atualmente, o terceiro lugar no mercado nacional desse segmento.

O grupo espera que, em dois anos, já esteja empregando um total de 500 pessoas. De acordo com o seu presidente, Ronald Carvalho, a escolha por Pernambuco se deu pelos diferenciais competitivos do Estado e pelo trabalho da equipe de atração de investimentos. “A princípio, nosso plano não era vir para cá, mas fomos seduzidos pela capacidade de desenvolvimento e pela mão de obra”.

O empreendimento será instalado em uma área de 110 mil metros quadrados e produzirá câmaras climáticas e de conservação, peças para isolamento acústico, telhas industriais, entre outros itens.

Buíque adota mais restrições devido a pandemia da Covid-19

                  Em um novo decreto (nº 028) editado nesta quarta-feira (03), a Prefeitura de Buíque adotou medidas mais restritivas às atividades econômicas no município devido o avanço dos casos da Covid-19. A novas determinações inibem ainda mais o funcionamento das atividades comerciais nos finais de semana, do Parque Nacional do Catimbau e as celebrações religiosas, permitindo apenas os serviços essenciais, como postos de combustíveis, supermercados, farmácias, entre outros.

As medidas alteram o Art. 4º do Decreto Municipal nº 023, de 26 de fevereiro de 2021, passando a seguir as recentes determinações do Governo do Estado de Pernambuco, entre elas a proibição das atividades econômicas e sociais de 2ª a 6ª das 20h às 05h e aos sábados e domingos em qualquer horário até o próximo dia 17 de março. As restrições colocam como ressalvas os serviços de entrega em domicílio e em pontos de coleta nos horários definidos pelos estabelecimentos comerciais.

O decreto também proíbe o funcionamento dos bares e restaurantes pertencentes ao Mercado Público, a Feira Livre e ao Açougue Local. Já as academias de ginástica, musculação e similares poderão funcionar de segunda a sexta-feira, até às 20h, ficando proibido o funcionamento aos sábados e domingo.

Os cultos e missas religiosas poderão ocorrer, de segunda à sexta-feira, até às 20h, desde que seja observado o limite máximo de 50% (cinquenta por cento) da capacidade do local. Nos sábados e domingos, fica proibido o funcionamento das celebrações religiosas.

Por fim, o novo decreto de medidas restritivas para o enfrentamento da pandemia da Covid-19 proíbe a visitação e funcionamento dos Parques, em especial o Parque Nacional do Catimbau nos dias de sábado e domingo, por se enquadrarem em atividades não essenciais.

No site da Prefeitura de Buíque, na página que trata da Covid-19, você pode ver todos os serviços essenciais que poderão funcionar nos horários mais restritivos previstos pelo decreto.

Feriado – Devido ao feriado estadual em homenagem a Carta Magna de Pernambuco, neste sábado, dia 06 de março, a prefeitura de Buíque editou decreto (nº 029) antecipando a Feira Livre para esta sexta-feira, dia 05 de março, no horário tradicional.

Polícia desvenda trama que envolveu policiais, roubo de drogas, tráfico internacional e mortes

                  Crimes praticados por uma quadrilha formada por agentes de forças de segurança foram desvendados em Pernambuco. O grupo, formado por papiloscopista, guarda municipal do Recife, PM e outros homens, é suspeito de fazer ações policiais clandestinas para roubar drogas e outros bens de pessoas envolvidas com o tráfico internacional e atividades ilegais.       

Na investigação, a Polícia Civil descobriu dois assassinatos e o roubo de entorpecente de traficantes estrangeiros. Também prendeu duas pessoas e apreendeu uma metralhadora da corporação.

Os detalhes da Operação Efusão foram divulgados, nesta quinta-feira (4), durante entrevista coletiva concedida na sede da Polícia Civil, no Recife. Ao longo da ação, foram expedidos cinco mandados de prisão.

Segundo Derivaldo Falcão, titular da Delegacia de Roubos e Furtos, o papiloscopista e outro homem estão presos. O policial militar, o guarda e uma terceira pessoa encontram-se foragidos.

A investigação começou, há um ano, a partir do registro de uma queixa de roubo, feita por dois mexicanos. A polícia disse que eles se passaram por turistas e informaram que tinham sido vítimas de assalto em um hotel, no Recife.

Eles disseram à polícia, inicialmente, que os supostos ladrões tinham levado US$ 3.600, máquina fotográfica profissional, celulares e relógio. Na investigação, a polícia terminou descobrindo que houve o roubo, mas estava faltando uma parte da história.

Na verdade, os estrangeiros estavam, de acordo coma polícia, negociando a venda de uma droga conhecida como “óleo mexicano”, com um austríaco que era dono de um estúdio de tatuagem, no Grande Recife.

O europeu terminou sendo assassinado, em Paulista, na Região Metropolitana, no início de 2020. Logo em seguida, a namorada dele e o papiloscopista foram presos. Na época, a polícia não revelou qual seria o motivo do crime.

O problema é que um funcionário do estúdio de tatuagem ouviu a negociação dos mexicanos com o austríaco e chamou o seu grupo, formado pelos agentes das forças de segurança, para pegar a droga e outros bens.

A quadrilha acabou levando a droga conhecida como “óleo mexicano”. Segundo o delegado, é um entorpecente muito difícil de ser encontrado em Pernambuco e tem alto valor para o tráfico internacional. A polícia acredita que se trata de um componente de drogas sintéticas.

As imagens registradas no hotel mostraram os mexicanos e os agentes de segurança em atuação. A princípio, a polícia acreditava que seria uma ação conjunta entre as polícias. Mas, o papiloscopista apresentou outra versão, deixando a polícia com mais dúvidas. Do G1PE

quinta-feira, 4 de março de 2021

Governo de Pernambuco anuncia reforço policial para fiscalizar medidas de restrição contra Covid-19

                     Diante da piora dos números da pandemia de Covid-19, o governo de Pernambuco anunciou, nesta quinta-feira (4), que vai reforçar a fiscalização para coibir o descumprimento de restrições para evitar o contágio. Serão 3,4 mil plantões a mais de policiais em todo o estado.

Em pronunciamento transmitido pela internet, o secretário-executivo de Defesa Social, Humberto Freire, afirmou que, além do reforço no número de policiais nas ruas, foi combinado com os municípios do litoral de Pernambuco uma fiscalização mais efetiva nas praias e parques.

Esses ambientes, bem como atividades não essenciais, tiveram o funcionamento proibido nos fins de semana.

"Estamos empregando cerca de 3,4 mil profissionais a mais nas fiscalizações necessárias a esse momento tão difícil. São mais de R$ 720 mil, um esforço muito grande para que a gente possa, com os municípios, fiscalizar todas as áreas", afirmou o secretário.

O secretário estadual de Saúde, André Longo, afirmou que o sistema de saúde está "no limite da sua capacidade". Na quarta-feira (4), as UTIs da rede pública dedicada à Covid-19 estavam com ocupação de 92%, mesmo diante de um progressivo aumento na quantidade de leitos.

Eram, até esse dia, 1.046 leitos de terapia intensiva. Na rede particular, a situação também preocupa: 87% de ocupação das 296 UTIs disponíveis. O secretário André Longo afirmou que a última semana de fevereiro foi a pior do ano de 2021.

Para o secretário, três fatores podem justificar esse aumento expressivo: "Festas clandestinas, a sazonalidade dos vírus respiratórios, que começa no fim de fevereiro e início de março e, muito provavelmente, a circulação de novas variantes, incluindo a P1, a variante brasileira", declarou.

quarta-feira, 3 de março de 2021

COVID-19: adolescente morre após retornar às aulas em Campinas

                     Uma estudante de 13 anos da cidade de Campinas, no interior de São Paulo, morreu por COVID-19 após ter retornado às aulas presenciais em fevereiro deste ano. Ana Clara Macedo dos Santos estava no 8º ano da Escola Estadual Escritora Raquel de Queiroz e não resistiu a complicações do novo coronavírus em 24 de fevereiro.

As informações foram divulgadas pelo jornal Extra nesta segunda-feira (1º/3). Conforme a publicação, a adolescente contraiu a doença no retorno às atividades escolares.

O Departamento de Vigilância em Saúde (Devisa) de Campinas investiga a causa da morte da estudante. Por nota, o órgão afirmou ao Correio que a COVID-19 é uma das suspeitas, mas ainda não se chegou ao diagnóstico.

Familiares, professores e amigos da adolescente fizeram homenagens à menina nas redes sociais. O pai, Paulo Cesar Nunes dos Santos, afirmou que Ana agora é um anjinho que está no céu: “Aninha que hoje faz parte do exército de anjos do Senhor. Obrigado, pai, por nos ter dado o privilégio de ser os pais”.

Carolina Macedo, irmã mais velha de Ana, também fez uma homenagem para a adolescente. Com uma montagem de fotos da garota e momentos em família, ela escreveu ter o sentimento de gratidão pelos anos vividos junto à adolescente, e de tristeza pela sua partida.

“Hoje me faltam palavras para descrever o que estou sentindo, é uma mistura de gratidão com tristeza... Gratidão por Deus ter nos permitido viver 13 anos junto deste anjo, dessa menina tão pura, doce, alegre, que por onde passava contagiava a todos com o seu sorriso e tristeza porque não a terei mais em meus braços pela manhã”, disse.

Também em rede social, a escola onde a adolescente estudava divulgou uma nota informativa sobre o caso: "É com pesar que a E.E. Escritora Rachel de Queiroz vem por meio deste informar o falecimento da Aluna Ana Clara Macedo dos Santos, do 8° Ano B em decorrência de complicações da COVID-19".

A Secretaria da Educação do Estado de São Paulo afirmou seguir todos os protocolos de saúde para garantir a segurança de "professores, servidores e alunos" durante o período de pandemia.

Segundo a Secretaria, não houve caso confirmado de COVID-19 na escola em que a adolescente estudava, e que cabe à unidade de saúde local informar sobre a morte da aluna.

terça-feira, 2 de março de 2021

Itaíba segue com vacinação de idosos contra a Covid-19

                      A Secretaria de Saúde do município segue vacinando as pessoas mais idosas e os trabalhadores de saúde da linha de frente no combate ao novo coronavírus. Até esta terça-feira (02), já foram vacinados 321 idosos com idades acima dos 80 anos, seguindo as prioridades definidas no Plano Municipal e Estadual de Imunização contra a Covid-19. O número de pessoas imunizadas já supera a marca dos casos confirmados.

Segundo o secretário Pedro Teotônio, os técnicos da secretaria estão se deslocando a cada residência desses idosos, na cidade, distritos e sítios do município, numa operação logística eficiente graças ao conhecimento desses profissionais de suas áreas de atuação.

“Os Agentes Comunitários de Saúde, que conhecem cada área com a palma da mão, têm cadastrados e acompanham junto à Secretaria de Saúde cada idoso, cada paciente do grupo de risco, sem que os idosos precisem se deslocar da sua residência para cadastro ou para a vacinação nas unidades de saúde”, revela.

A Secretaria de Saúde de Itaíba continuará com a vacinação residencial à medida que novas doses foram chegando, mas alerta que mesmo com a chegada da vacina as pessoas, inclusive as imunizadas, devem manter todos os cuidados como lavar bem as mãos com água e sabão, manter o distanciamento social, evitar aglomerações e, principalmente, usar a máscara de proteção.

Além dos idosos já imunizados contra a Covid-19, a Secretaria de Saúde também já vacinou 193 trabalhadores da saúde que atuam na linha de frente no combate a pandemia. Itaíba tem hoje mais pessoas imunizadas do que contaminadas pela doença. Já são 514 pessoas vacinadas, superando o número de casos confirmados (476) em 8%.