Mostrando postagens com marcador SERRA TALHADA. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador SERRA TALHADA. Mostrar todas as postagens

domingo, 16 de junho de 2024

Luciano Duque lança seu filho Miguel à prefeitura de Serra Talhada

                O deputado estadual Luciano Duque participou, na manhã deste domingo (16), do lançamento da pré-candidatura do seu filho e presidente da juventude do Podemos no estado, Miguel Duque, à prefeitura de Serra Talhada. O evento aconteceu no antigo clube do Matuto, na Capital do Xaxado, e reuniu lideranças locais e da região.

O jovem serra-talhadense, tem 25 anos, é advogado de formação e faz sua estreia na política liderando a chapa Podemos, PRD e Agir para as eleições municipais de Serra Talhada este ano. “Eu tenho certeza, Miguel, que nessa sua caminhada as pessoas vão entender que você hoje incorpora o sonho do povo dessa terra de desenvolvimento e um governo que olhe e lute pelas pessoas”, disse o parlamentar.

Duque destacou que não importa o tamanho do palanque adversário. “Miguel é apoiado pelo povo de Serra Talhada. Cada um de nós só tem um voto e esse voto faz a diferença para colocar a comida na mesa do trabalhador, pra ter um médico no posto de saúde, pra ter estrada, pra ter calçamento”, completou. 

Participaram do evento familiares, entre eles, o avô de Miguel e pai de Luciano, o empresário João Duque; o presidente estadual do Podemos, Marcelo Gouveia; os vereadores Ronaldo de Dja e Vandinho da Saúde; os presidentes municipal do PRD e do Podemos, Dr. Jailson Araújo e Aron Lourenço, respectivamente; o ex-prefeito e ex-deputado, Augusto César; e diversos pré-candidatos a vereadores pela chapa. 

CURTA NOSSA FANPAGE E PERFIL NO INSTAGRAM

https://www.instagram.com/afolhadascidades

https://www.facebook.com/afolhadascidades/

segunda-feira, 3 de junho de 2024

Caruaru e Garanhuns se destacam com geração de empregos no interior, Arcoverde segue em ritmo lento

                Segundo dados divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), as cidades de Caruaru e Garanhuns, no Agreste de Pernambuco, se destacaram no mês de abril com a geração de novos postos de trabalho pelo segundo mês consecutivo. Caruaru teve um saldo de positivo de 841 novas vagas e Garanhuns gerou 75 novos postos de trabalho.

Em Caruaru, os setores que mais tiveram destaques foram os de serviços e o comércio, com a criação de 533 e 208 postos, respectivamente. Em 2024, o município contabiliza 1.279 postos de empregos formais, ficando em terceiro lugar. Já Garanhuns ganha destaque por ser a segunda cidade com mais empregos gerados no ano, com 2.211 vagas, ficando atrás apenas de Recife, com 8.885 vagas.

Em Arcoverde, o Caged registrou um saldo positivo de apenas 5 novas vagas de empregos. Uma a menos do que o mês de março, quando o saldo foi de 6 novos postos de trabalhos. Os setores que mais criaram vagas foram o comércio (9) e a construção (5). Os números negativos vieram da agropecuária com menos 3 postos de trabalho e da indústria com menos 6. Nos quatro primeiros meses de 2024, Arcoverde registra 996 admissões contra 877 desligamentos, gerando um saldo positivo de 119 vagas. Em Serra Talhada o saldo positivo foi de 339 novas vagas de empregos. Somente em abril foram 137 novos postos de trabalho.

Dentre dez maiores municípios do estado, Jaboatão aparece na quarta colocação com 991 vagas, Olinda está na quinta com 651 vagas abertas e Petrolina, sexta colocada, com 558. Apesar dos bons resultados das duas cidades do interior, o estado de Pernambuco fechou o mês de abril no negativo, com a perda de 1.103 postos de trabalho.

CURTA NOSSA FANPAGE E PERFIL NO INSTAGRAM

https://www.instagram.com/afolhadascidades

https://www.facebook.com/afolhadascidades/

sábado, 1 de junho de 2024

Duque concede 1ª entrevista após união Márcia-Marília: ‘Sou pré-candidato’

                  O deputado estadual Luciano Duque concedeu entrevista exclusiva, nesta tarde, ao Programa do Farol de Notícias, em Serra Talhada, logo após o evento deste sábado (1), que sacramentou a aliança entre a prefeita Márcia Conrado e a vice-presidente nacional do Solidariedade e líder do SD em Pernambuco, Marília Arraes.

Na entrevista, Luciano garantiu que ainda mantém seu nome como pré-candidato e que a postura de Marília causou surpresas em vários filiados do partido em Pernambuco. “Continuo pré-candidato, continuo pré-candidato”, assegurou Duque, com convicção.

“Eu sou líder do partido (Solidariedade) na Assembleia, e consequentemente, um partido democrático ele escuta todos os membros que têm mandato. E de fato isso a gente conversou com todos os deputados estaduais, com suplentes e todos os companheiros que se incorporaram ao projeto do Solidariedade em Pernambuco e todos (estão) surpresos com a atitude tomada sem um diálogo com quem interessa de fato discutir o seu município”, criticou.

“Em Serra Talhada já fui vice-prefeito dois mandatos, prefeito por dois mandatos, com uma das gestões mais exitosas e aprovadas pela população, e graças a esse mandato foi eleita a atual prefeita. Mas volto a repetir, esse assunto vamos discutir após eu avaliar todos os fatos que aconteceram. Estou tranquilo e devo fazer um pronunciamento (na Tribuna da Assembleia Legislativa)”.

“Eu nunca usei a tribuna da Alepe para tratar de assuntos de ordem política, e mesmo pessoal. Quem me conhece sabe que eu fui muito correto com a ex-deputada Marília Arraes, ela sabe que no parlamento ela fez vários movimentos lá, inclusive, discordando do partido”.

Luciano não ficou calado sobre a incoerência da aliança entre Márcia e Marília e revelou que o grupo de Márcia disparava até recentemente “barbaridades” sobre a pessoa de Marília Arraes.

“Serra Talhada inteira sabe que Márcia reuniu os funcionários (da prefeitura), os diretores, os secretários e dizia barbaridades de Marília, mas (elas) agora estão abraçadas, que coisa linda! Eu amo quando há o entendimento e o amor retorna”, ironizou.

“Porque Marília sim, Márcia devia a ela (lealdade). Marília foi pedir a Lula que Márcia fosse candidata, tem vídeo que Marília gravou pedindo apoio pra Márcia, e depois ela (Márcia) foi a primeira a abandonar Marília (para apoiar Raquel Lyra), mas agora estão juntas. A coerência é essa. Quem tem que explicar isso não sou eu não, são as duas”. 

CURTA NOSSA FANPAGE E PERFIL NO INSTAGRAM

https://www.instagram.com/afolhadascidades

https://www.facebook.com/afolhadascidades/

quarta-feira, 29 de maio de 2024

Duque deve sair do páreo e confirma estratégia de apoio ao filho

                Sem apoio do seu próprio partido, o deputado estadual Luciano Duque (Solidariedade) deve ficar de fora das eleições em Serra Talhada. A previsão foi feita pelo próprio pré-candidato, em meio a racha com a presidente estadual da legenda, Marília Arraes, que já declarou apoio à reeleição da atual prefeita Márcia Conrado (PT).

De acordo com Duque, caso sua candidatura não se concretize, ainda planeja participar da disputa no município como cabo eleitoral de outro nome, a exemplo do seu filho, Miguel Duque (Podemos). Mas para definir seus próximos passos, ainda aguarda decisão de Marília – abrir espaço para a chapa na sigla, ou romper laços no dia 1º de junho.

“Se não for possível, vamos ter outro nome para discutir o município. Temos compromisso com a nossa terra. Serra Talhada voltará a ser governada por quem gosta do povo. Na hora que ela [Marília] tomar a decisão, tem ruptura, a relação estará estremecida e eu vou tomar o meu caminho. No dia 1º, quando ela se juntar com seus algozes, vou debater Serra Talhada e vamos lançar um candidato”, declarou Duque, em entrevista à Rádio Folha.

O parlamentar disse ainda que deixou o PT e a aliança com Márcia Conrado para se unir a Marília, e não entende o racha. “Se ela não quer que eu seja candidato, que diga. Não sei porque essa raiva”, afirmou. Do Diario de Pernambuco 

CURTA NOSSA FANPAGE E PERFIL NO INSTAGRAM

https://www.instagram.com/afolhadascidades

https://www.facebook.com/afolhadascidades/

sexta-feira, 24 de maio de 2024

Serra Talhada: Duque oficializa pré-candidatura e Marília diz que não abona

               Em uma coletiva de imprensa na manhã desta sexta-feira (24), o deputado estadual Luciano Duque oficializou sua pré-candidatura a prefeito de Serra Talhada. Ao lado de sua esposa Karina Rodrigues, do seu filho Miguel Duque, dos vereadores Ronaldo de Dja e Vandinho da Saúde e diversos aliados de seu grupo político, o parlamentar declarou estar atendendo a um chamado da população.

“Eu me vejo na obrigação de acolher o pedido do meu povo, que vem sofrendo com a falta de compromisso e de zelo por parte do atual governo, que tem virado as costas para a população, principalmente, aqueles que mais precisam. Acompanhamos na imprensa e nas mídias sociais, o descaso com que o município vem sendo tratado, e as denúncias que vem sendo feitas”, disse Duque, que já foi vice e prefeito do município por duas vezes (cada).

“Nós revolucionamos Serra Talhada. Fizemos o PIB do município, que é a soma de todas as riquezas, dobrar de tamanho. Trouxemos novos empreendimentos, como os atacarejos, o shopping com grandes lojas, o Sistema S, entre tantos outros. Isso representa mais emprego, oportunidades e dinheiro circulando na cidade”, declarou. “Isso para falar do econômico, se tratarmos do social, nossa gestão construiu quatro escolas, sete creches, vinte e quatro novas unidades básicas de saúde, oito quadras e ginásios e catorze praças. Implantamos o atendimento noturno nas UBS, trouxemos a Fundação Altino Ventura e realizamos a parceria com a Fundação Lemann, que melhorou o índice da educação básica. Tenho orgulho de dizer que nós fizemos o povo de Serra viver dias prósperos”.

De acordo com o deputado, o que se ver hoje é o desmonte do município. “Tudo o que construímos com muito trabalho, vem sendo desfeito. As poucas obras que foram entregues foi uma continuidade do que começou lá na nossa gestão. Quantos novos postos de saúde, escolas ou creches foram inaugurados através de recursos do atual governo? Quantos novos empreendimentos chegaram na cidade? Nenhum!”, lamentou. “Quem perde é o povo que fica desassistido”, finalizou.

Luciano Duque é filiado ao Solidariedade, partido do qual é líder da bancada na Alepe. A vice-presidente nacional do Solidariedade, Marília Arraes, disse que não segue Luciano Duque e confirma alinhamento com Sebastião Oliveira em Serra, além de PT e PSB, o que a jogará no colo da campanha reeleição de Márcia Conrado. Ela chegou a dizer que Duque lança seu nome sem apoio do partido, certamente buscando uma “vitimização”. Do Nill Junior

CURTA NOSSA FANPAGE E PERFIL NO INSTAGRAM

https://www.instagram.com/afolhadascidades

https://www.facebook.com/afolhadascidades/

quinta-feira, 2 de maio de 2024

Márcia Conrado anuncia quarta atração do Aniversário de Serra Talhada

                  Após a Caminhada do Trabalhador na quarta-feira (1), a prefeita Márcia Conrado ainda teve fôlego para anunciar a quarta atração da Festa de Emancipação Política de Serra Talhada. Solange Almeida, uma das vozes femininas mais marcantes do forró, integra a programação de shows do dia 05 de maio, na Lagoa Maria Timóteo, no centro.

A festa de 173 anos da cidade está programada para às 22h e também contará com os shows do Grupo Nova Era, Limão Com Mel e Henry Freitas.

De acordo com a prefeitura municipal, a expectativa de público é de 50 mil pessoas. Segundo a gestora, o Raquel Lyra presenteou a capital do xaxado com duas as atrações.

“A gente acaba de realizar a Caminhada dos Trabalhadores, dando início as comemorações do mês de aniversário de Serra Talhada. Muito feliz pela animação e a quantidade de pessoas que vi hoje na caminhada. Indo agora para a 1ª Feijoada dos Trabalhadores, realizada pelo nosso amigo Macauba. E muito feliz porque acabei de receber uma ligação, onde a nossa governadora Raquel Lyra, libera para Serra Talhada, além de Limão Com Mel, Solange Almeida para completar nossa festa dia 05. Espero todos vocês lá”, convidou Márcia. 

CURTA NOSSA FANPAGE E PERFIL NO INSTAGRAM

https://www.instagram.com/afolhadascidades

https://www.facebook.com/afolhadascidades/

segunda-feira, 29 de abril de 2024

Murilo Duque nega pré-candidatura a prefeito de ST e condena ‘equívoco’

               O irmão do deputado estadual, Luciano Duque, o empresário Murilo Duque, foi surpreendido nesta segunda-feira (29), com a sua imagem sendo compartilhada nas redes sociais sinalizando que poderia ser uma alternativa para disputar a Prefeitura de Serra Talhada nas eleições deste ano.

Murilo, em nota enviada ao Farol, disse que isso é um equívoco e rechaçou a possibilidade. “Reforço que não possuo nenhum envolvimento com candidaturas políticas e nem pretendo me candidatar a qualquer cargo eletivo”, escreveu.

Esse é mais um capítulo fruto da saga silenciosa do deputado Luciano Duque em relação a sua possível pré-candidatura a prefeito contra o projeto de reeleição de Márcia Conrado.

Diante as inúmeras especulações de que Luciano não será candidato, devido a um entrave com a ex-deputada Marília Arraes (vice-presidente nacional do Solidariedade), já surgiram especulações em torno do lançamento também de Miguel Duque (filho de Luciano), além do nome do vereador Ronaldo de Deja. Do Farol de Notícias

*NOTA À IMPRENSA*

É com grande preocupação e consternação que venho a público esclarecer um grave equívoco envolvendo a utilização indevida da minha imagem em uma notícia falsa veiculada recentemente.

Sou Murilo Duque, cidadão de Serra Talhada, e quero deixar claro que não possuo qualquer intenção ou aspiração de concorrer a cargos políticos.

Fui surpreendido ao tomar conhecimento de que minha imagem foi utilizada de forma irresponsável e incorreta em um contexto político, no qual afirmavam erroneamente que eu estaria considerando uma candidatura.

Tal informação é completamente falsa e não condiz com a realidade.

Lamento profundamente o uso indevido da minha imagem e a disseminação desse tipo de notícia falsa, que não apenas prejudica minha reputação pessoal, mas também confunde e desinforma a população de Serra Talhada.

Reforço que não possuo nenhum envolvimento com candidaturas políticas e nem pretendo me candidatar a qualquer cargo eletivo. Espero que essa situação seja esclarecida e corrigida o mais rápido possível.

Agradeço a compreensão e permaneço à disposição da nossa cidade, buscando sempre o seu desenvolvimento.

Atenciosamente,

Murilo Duque 

CURTA NOSSA FANPAGE E PERFIL NO INSTAGRAM

https://www.instagram.com/afolhadascidades

https://www.facebook.com/afolhadascidades/

segunda-feira, 15 de abril de 2024

Waldemar explica porque Marília prefere Márcia em Serra Talhada

              O deputado federal Waldemar Oliveira, do Avante, foi sabatinado nesta segunda-feira (15) durante a programa Falando Francamente, na TV Farol, de Serra Talhada. Foi a primeira entrevista no programa diário, logo após a aliança selada com a prefeita Márcia Conrado.

Sem medir palavras, ‘Dema’ justificou o novo cenário político em Serra Talhada, o apoio à prefeita, e ao ser questionado, revelou razões de ter naufragado o diálogo com o deputado Luciano Duque.

Em determinado momento da conversa, ele também acabou revelando que teve uma conversa com a ex-deputada Marília Arraes, e que ela estava decidida a levar o partido Solidariedade para os braços de Márcia Conrado. Marília é a presidente da legenda em Pernambuco.

“A grande maioria do grupo do Avante queria seguir com a prefeita Márcia. A gente não pode ser autoritário em política nem nada na vida. Eu segui o voto da maioria. A opinião da maioria foi de aliança com a prefeita e estamos aí 100% apoiando a pré-candidatura da reeleição da prefeita”, disse Waldemar Oliveira, indo direto ao ponto.

“O que Marília me disse que ela tinha preferência em continuar com o projeto da prefeita Márcia Conrado. E que não estava nos projetos do Solidariedade lançar Luciano como pré-candidato a prefeito de Serra Talhada. A gente achou que o projeto da prefeita combinava melhor com o projeto do Avante para Serra Talhada. Coisas da política.

Conversamos com Luciano e acabou não dando certo. A gente acabou entendendo que se Marilia não der a legenda a Luciano, não fazia sentido a gente deixar de ter candidatura própria para apoiar candidato do Solidariedade que não fosse Luciano. Foram muitos pedidos para a gente apoiar a prefeita. A decisão do SOLIDARIEDADE é dela [Marília]. Ela pode mudar de opinião, mas a mim ela disse que não estava neste projeto”. Do Farol de Notícias 

CURTA NOSSA FANPAGE E PERFIL NO INSTAGRAM

https://www.instagram.com/afolhadascidades

https://www.facebook.com/afolhadascidades/

quarta-feira, 27 de março de 2024

Avante já tem data de ato para ser oficializada apoio a Márcia Conrado em Serra

               O site da Rádio Vilabela, o Vilabela Online, publicou com exclusividades nesta quarta-feira (27), que nos últimos dias, o cenário político de Serra Talhada tem estado agitado, com movimentações e alianças que prometem impactar as eleições deste ano. 

Segundo o site, uma das notícias que vem causando grande repercussão é a vinda do partido ‘Avante’, liderado por Sebastião Oliveira, para o grupo da atual prefeita Marcia Conrado (PT).

“Informações de bastidores, obtidas com exclusividade indicam que entre o dia 5 e 7 de abril vai ocorrer um evento em Serra Talhada para selar a união dos grupos, rumo as eleições municipais. Durante este evento, o Avante oficializará seu apoio à reeleição da prefeita Marcia Conrado. Essa adesão fortalece a base da atual gestão e sinaliza uma união de forças em prol de um projeto político comum”, destacou o site.

O site traz ainda a informação de que além disso, especula-se a participação do partido Solidariedade no evento, para também oficializar o apoio do Solidariedade ao governo atual. Resta saber se com a presença de Marília Arraes, vice-presidente nacional do partido ou não.

O site finaliza a matéria analisando que “essas movimentações políticas deixam claro que as alianças e estratégias estão sendo cuidadosamente traçadas visando o pleito eleitoral. O anúncio do Avante e a possível participação do Solidariedade neste evento são sinais de que a corrida pela prefeitura de Serra Talhada promete ser acirrada e estratégica.” Do Nill Junior

CURTA NOSSA FANPAGE E PERFIL NO INSTAGRAM

https://www.instagram.com/afolhadascidades

https://www.facebook.com/afolhadascidades/

domingo, 10 de março de 2024

Luciano Duque anuncia reforço em seu grupo político em Serra Talhada

                 O cenário político em Serra Talhada, no Sertão pernambucano, ganhou destaque nesta sexta-feira (8), com o anúncio do deputado estadual Luciano Duque (Solidariedade). Por meio de suas redes sociais, o parlamentar compartilhou a chegada de um novo membro ao seu grupo político na cidade, Robinho Gaia.

Em sua publicação, Luciano Duque expressou entusiasmo com o contínuo fortalecimento de sua base política, destacando a importância das lideranças que se unem “em prol do desenvolvimento de Serra Talhada”. O deputado anunciou a pré-candidatura a vereador de Robinho Gaia, em um evento que contou com a presença do pré-candidato a prefeito Ronaldo de Dja, além de seu filho Miguel Duque e dezenas de apoiadores.

A adesão de Robinho Gaia ao grupo de Luciano Duque representa uma mudança significativa no panorama político da região, impactando diretamente na base governista. Com a saída de Gaia, a atual gestão liderada por Márcia Conrado perde o apoio de uma das famílias mais influentes de Serra Talhada, evidenciando uma reconfiguração nas alianças políticas locais. Do Nill Junior

CURTA NOSSA FANPAGE E PERFIL NO INSTAGRAM

https://www.instagram.com/afolhadascidades

https://www.facebook.com/afolhadascidades/

sexta-feira, 1 de março de 2024

Sebá condiciona alianças com o Avante a reciprocidade em Serra Talhada

            O cenário político do município de Serra Talhada ganha destaque com as declarações do presidente estadual do Avante, Sebastião Oliveira, também conhecido por Sebá. Em uma posição enfática, Sebastião deixa claro que o partido não hesitará em cortar laços com agremiações políticas que não demonstrem reciprocidade com o grupo liderado por ele na cidade.

“O partido que não tiver reciprocidade com nosso grupo político, em Serra Talhada, não receberá nenhum diretório do Avante, em Pernambuco. Esse fato é inegociável”, enfatiza Sebastião Oliveira. Suas palavras ecoam com uma clareza que não deixa margem para dúvidas, ressaltando a importância do alinhamento político para a relação entre o Avante e outras agremiações.

Além disso, Sebastião alerta para as possíveis repercussões dessas decisões no futuro político do estado. Ele salienta que as escolhas feitas atualmente podem reverberar nas eleições de 2026, destacando a relevância estratégica de Serra Talhada em sua trajetória política.

“Serra Talhada é a minha pátria; é o meu país”, acrescenta Sebastião, evidenciando o profundo vínculo emocional e político que possui com o município.

CURTA NOSSA FANPAGE E PERFIL NO INSTAGRAM

https://www.instagram.com/afolhadascidades

https://www.facebook.com/afolhadascidades/

sexta-feira, 23 de fevereiro de 2024

Fundação Altino Ventura nega débitos do governo Márcia

               A Fundação Altino Ventura (FAV), emitiu nota nesta sexta-feira (23), negando que a Prefeitura de Serra Talhada está com débitos financeiros junto à instituição. A polêmica começou após o líder da oposição, Vandinho da Saúde, denunciar que a FAV corria o risco de fechar em Serra Talhada.

O motivo, segundo Vandinho, seria um débito milionário com a instituição. Essa informação acabou sendo rebatida pela secretária de Saúde, Lisbeth Lima.

“Tranquilizo novamente a população, afirmando que o Altino Ventura continua operando normalmente e desempenhando um papel crucial para Serra Talhada. E em breve, também para a região, por meio de parcerias e convênios com outras cidades”, afirmou a gestora.

“Ressalto que tal responsabilidade parece estar ausente no comportamento do vereador. Assim como foi evidenciado pela nota emitida pela própria Fundação Altino Ventura, a qual desmente as acusações infundadas de débitos feitas pelo parlamentar”, finalizou.

De acordo com o documento emitido pela Fundação Altino Ventura, até a presente data, a Prefeitura de Serra Talhada não possui qualquer pendência financeira relacionada à prestação de serviços de saúde ocular a usuários do SUS em seu município. 

CURTA NOSSA FANPAGE E PERFIL NO INSTAGRAM

https://www.instagram.com/afolhadascidades

https://www.facebook.com/afolhadascidades/

segunda-feira, 22 de janeiro de 2024

Luciano ataca gestão orçamentária de Márcia: ‘Coitados dos fornecedores’

                    O deputado estadual Luciano Duque vem batendo na tecla de que o governo Márcia Conrado possui uma desastrosa gestão orçamentária. Em entrevista ao Programa do Farol no YouTube, o ex-prefeito chegou a dizer que os fornecedores da prefeitura são “coitados”, porque estariam passando dificuldades devido a falta de pagamento.

“Esse governo é muito mais do mesmo, se afastou das pessoas e do povo, um governo que não tem planejamento financeiro!”, disparou Luciano, falando ao lado do seu pré-candidato, Ronaldo de Deja.

Duque também negou que tenha deixado cerca de R$ 25 milhões em débitos para a prefeita. Esse discurso foi fortemente difundido pelo líder da situação na Câmara de Vereadores, Gin Oliveira, e confirmado pela própria prefeita Márcia Conrado.

“Vamos fazer um recorte: digamos que eu tenha deixado um débito… E em três anos você não consegue corrigir as contas públicas? Tinha que ter corrigido, que não é verdade”.

“R$ 10 milhões de saldos de débitos que ficaram eram débitos que não existiam, compras realizadas não pagas porque eu não recebi o produto porque não tinha dinheiro, e eu só recebia quando tinha dinheiro para pagar”.

“Diferente do que é feito hoje”, complementou Duque, abrindo fogo: “Os coitados dos fornecedores de Serra e de fora a gente sabe o tamanho do débito, é falta de planejamento, de execução orçamentária, é priorizar o que não é essencial”. Do Farol de Notícias

CURTA NOSSA FANPAGE E PERFIL NO INSTAGRAM

https://www.instagram.com/afolhadascidades

https://www.facebook.com/afolhadascidades/

terça-feira, 16 de janeiro de 2024

Serra Talhada: Manoel Enfermeiro devolve mais de R$ 1 milhão aos cofres

               A Câmara Municipal de Serra Talhada, através da gestão Manoel Enfermeiro, informou em nota que conseguiu demonstra todo seu respeito e responsabilidade com o dinheiro público e, no ano de 2023, conseguiu economizar recursos públicos.

“Com isso, a Câmara de Vereadores devolve aos cofres públicos, por meio do duodécimo, o valor de R$ 744.048,25 (setecentos e quarenta e quatro mil quarenta e oito reais e vinte cinco centavos), para serem aplicados a bem do interesse público em ações destinadas à coletividade”, diz a nota.

Como a Casa já havia devolvido o valor de R$ 380 mil à conta única do tesouro municipal, a restituição chega a R$ 1.124.048,25 (um milhão cento e vinte quatro mil, quarenta e oito reais e vinte cinco centavos).

Em dezembro, o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) recomendou ao Presidente da Câmara tornar mais rigorosa a concessão de diárias e ajudas de custos para vereadores e servidores do Legislativo municipal.

A 2ª Promotoria de Justiça de Serra Talhada identificou que a Câmara Municipal vem realizando o pagamento de diárias mesmo com a apresentação de justificativas genéricas e sem a devida comprovação dos objetivos das viagens, em R$ 423.850,00. Do Nill Junior

CURTA NOSSA FANPAGE E PERFIL NO INSTAGRAM

https://www.instagram.com/afolhadascidades

https://www.facebook.com/afolhadascidades/

sábado, 30 de dezembro de 2023

Em Serra Talhada, Márcia só perderia para Duque por uma diferença de 11 pontos

            Pesquisa do Instituto Opinião aponta que a prefeita de Serra Talhada, Márcia Conrado (PT) bate todos os pré-candidatos da oposição, com exceção do ex-prefeito e deputado Luciano Duque (SD). Na simulação de um confronto com Duque, com quem rompeu e que foi responsável pela sua vitória em 2020, a petista leva uma desvantagem de 11 pontos percentuais. 

Se as eleições fossem hoje e o candidato da oposição fosse Luciano Duque, este teria 44,1% e a prefeita 33,3%. Quando o nome do ex-prefeito é substituído pelo do vereador Ronaldo de Deja, atual pré-candidato do grupo de oposição liderado por Duque, a prefeita assume a ponta com 45,4%, enquanto Ronaldo de Deja  aparece com 31,5%.

Já na espontânea, modelo no qual os eleitores são forçados a indicar o nome da sua preferência sem a cartela contendo todos os pré-candidatos, Márcia lidera com 23,5% e Duque vem em seguida com 9,8% da preferência do eleitorado, enquanto os demais se situam abaixo dos 3%. 

A surpresa foi a inclusão do nome do filho de Luciano, Miguel Duque, que até então não tinha seu nome posto na disputa eleitoral. Ele aparece com 18,3%. Se fosse ele o candidato, a prefeita venceria com 51,9% dos votos. 

Já o nome do vereador André Maio, ligado ao grupo do deputado federal Dema Oliveira, irmão do ex-deputado Sebastião Oliveira, quando incluído num cenário de candidato da oposição, aparece com 16,8% contra 53,4% de Márcia. 

No quesito rejeição, a prefeita aparece empatada com André Maio. Entre os entrevistados, 15% disseram que não votariam nela de jeito nenhum e 14,8% disseram a mesma coisa em relação a André Maio. Em seguida aparecem Miguel Duque, com 12,8%, e Ronaldo de Deja com 10,8%. O menos rejeitado é Luciano Duque. Dos entrevistados, apenas 5,3% disseram que não votariam nele de jeito nenhum. 

Em relação ao desempenho do governo da prefeita Márcia Conrado, a gestão atual obteve 57,4% de aprovação e 29,8% desaprovação. 

A pesquisa foi realizada entre os dias 22 e 23 de dezembro, sendo aplicados 400 questionários. O nível de confiança é de 90,0% e a margem de erro estimada é de 4,1 pontos percentuais para mais ou para menos. Do blog do Magno 

CURTA NOSSA FANPAGE E PERFIL NO INSTAGRAM

https://www.instagram.com/afolhadascidades

https://www.facebook.com/afolhadascidades/

sexta-feira, 1 de dezembro de 2023

Apenas 09 prefeituras entregaram documentação completa de Estado de Calamidade Financeira

              Até a última quarta-feira, 53 municípios de Pernambuco encaminharam à Assembleia Legislativa solicitação de análise para declarar estado de calamidade financeira. Deles, apenas nove entregaram a documentação completa: Belo Jardim, Canhotinho, Frei Miguelinho, Lagoa de Itaenga, Moreilândia, Primavera, Quipapá, São Benedito do Sul e Serra Talhada.

Os outros 44 ainda podem enviar o que ficou pendente. É preciso apresentar relatório de gestão fiscal do último ano e um resumo da execução orçamentária do mesmo período.

A iniciativa foi da Associação Municipalista de Pernambuco no dia 20 de novembro e, segundo a presidente da entidade e prefeita de Serra Talhada, Márcia Conrado (PT), serviria para salvaguardar juridicamente os gestores, reduzindo punições devido à Lei de Responsabilidade Fiscal ou ao parcelamento de contribuições previdenciárias. Também funcionaria como reconhecimento formal da crise.

Muitos prefeitos têm reclamado que a Amupe lança ideias que até parecem interessantes, mas não orienta os gestores nem acompanha a execução das propostas, o que ganha caráter mais midiático.

Também estranharam que a prefeita tenha pedido reconhecimento de calamidade financeira do município, embora saibam de dívidas a fornecedores, e na área da limpeza pública. Só à previdência, seria algo em torno dos R$ 17 milhões. O estranhamento decorre de investimentos na contramão da crise: cerca de R$ 10 milhões com publicidade e outros R$ 15 milhões em festas.

A situação chegou a ser denunciada pelo vereador Evandro de Souza Lima, conhecido como Vandinho da Saúde, esta semana na tribuna da Câmara Municipal. Procurada, Márcia Conrado não quis se posicionar. Nem como presidente da Amupe. Nem como prefeita de Serra. Do Nill Junior

CURTA NOSSA FANPAGE E PERFIL NO INSTAGRAM

https://www.instagram.com/afolhadascidades

https://www.facebook.com/afolhadascidades/

quinta-feira, 16 de novembro de 2023

Serra Talhada recebe 1ª Conferência Caatingueira do Clima

                  Com o objetivo de discutir os impactos das mudanças climáticas sobre o bioma Caatinga, único exclusivamente brasileiro, e organizar iniciativas em prol da conservação deste ecossistema, o Sesc Pernambuco em parceria com Instituto Socioambiental Serra Grande, realizam nos dias 26 e 27 de novembro, em Serra Talhada, no Sertão do Pajeú, a 1ª Conferência Caatingueira do Clima – Semeando o Futuro e Cuidando do Presente. 

O evento acontece na sede do Instituto no dia 26, e no Centro de Educação Ambiental Caatinga (CEA) do Sesc, no dia 27. A entrada é a doação de 1 kg de alimento não-perecível, que será destinado ao Mesa Brasil Sesc.

Com debates, apresentação de trabalhos científicos/sociais, Feira de Economia Solidária, exposição, atividades culturais, entre outras ações, a programação propõe reorientar a agenda climática local por meio do diálogo, apontar compromissos e unir esforços para reduzir os efeitos negativos das mudanças climáticas sobre a Caatinga e maximizar os potenciais da região. 

O período para a realização da Conferência foi escolhido em alusão à Conferência das Partes (COP – Conference of the Parties) da Organização das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas, que este ano reúne representantes de todo o mundo em sua 28ª edição, de 30 de novembro a 12 de dezembro, em Dubai.

As inscrições para participar da Conferência podem ser feitas aqui. Para quem deseja submeter trabalhos científicos/sociais para apresentação, o prazo é até o dia 18 de novembro, acessando aqui. 

Haverá premiação para os melhores trabalhos apresentados e certificado de participação para os participantes do evento.  

A Conferência conta com o apoio da Make I, ETECNA, PET-Biologia (UFRPE/UAST), Nuca e parceria do It’s Now, UNICEF, Fundação Avina, IBAMA, APOINME, CPT, CEPAN, Instituto Agir Ambiental, Vale São José – Centro de Estudos, Sebrae, UFRPE/UAST, UFPE, Governo do Estado de Pernambuco e Agência Municipal de Meio Ambiente. A programação completa está disponível no site do Sesc: www.sescpe.org.br. Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail iccclima2023@gmail.com ou pelo telefone (81) 99738-0648. Do Nill Junior

CURTA NOSSA FANPAGE E PERFIL NO INSTAGRAM

https://www.instagram.com/afolhadascidades

https://www.facebook.com/afolhadascidades/


terça-feira, 17 de outubro de 2023

Serra Talhada: Márcia reduz seu próprio salário, do vice-prefeito, secretários e cargos de confiança

                 Com a finalidade de reduzir despesas da administração pública e enfrentar as dificuldades impostas com a queda do repasse de FPM e do ICMS, a prefeita de Serra Talhada, Márcia Conrado (PT), assinou um decreto, nesta segunda-feira, reduzindo seu próprio salário, o do vice-prefeito Márcio Oliveira, de secretários municipais e executivos, diretores de órgãos, além de cargos de confiança. O decreto também prevê a adoção de medidas para redução de, no mínimo, 30% (trinta por cento) das despesas de custeio da máquina pública.

Os cortes com pessoal são escalonados da seguinte forma: 20% de redução no subsídio da prefeita;  15% do vice-prefeito, 13% de secretários, Procurador-Geral,  Diretores/Presidentes/Superintendente de Autarquias e Fundações Públicas, Tesoureiro do Município, Tesoureiros das Secretarias de Saúde e Educação; 10% dos Secretários Executivos, Procurador-Geral Adjunto, Comandante da Guarda Municipal e do Tesoureiro da Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania ; 8% para cargos em comissão com remuneração superior a R$ 3.000,00, e 5% para cargos em comissão com remuneração inferior a R$ 3.000,00.

O decreto determina que a gestão deve reduzir suas despesas com pessoal, em pelo menos, em 20%, com suspensão de gratificações, cancelamento de contratos por excepcional interesse público, desde que não prejudique a continuidade dos serviços essenciais; e proibição de horas extras.

Também estão suspensas a concessão de diárias para Prefeita, Vice-Prefeito, Secretários, demais cargos em comissão, exceto para cobrir despesas com locomoção, alimentação e hospedagem para outro estado.

O texto assinado pela prefeita prevê ainda que as despesas com aquisição de material de consumo e outros serviços poderão ser incluídos nas medidas de contenção, restringindo-as ao mínimo indispensável ao seu bom funcionamento, evitando gastos desnecessários ou considerados adiáveis.

Também foi determinado o bloqueio de ligação de telefones fixos para telefones celulares, exceto em casos excepcionais.

O decreto também determina que todas as repartições públicas municipais terão seus horários de expediente reduzidos em 1 (uma) hora, exceto os serviços, ações e atividades que tenham horários fixados, como escolas.

“Nosso objetivo é que a Prefeitura de Serra Talhada tenha condições de manter seus compromissos, honrando o salário dos servidores e o bom funcionamento da máquina pública. Nós sabemos que praticamente todas as cidades estão enfrentando problemas por conta do FPM e ICMS e precisamos adequar nossas despesas. Temos a consciência que é algo temporário e vamos passar por esse momento juntos, na certeza de que vamos manter o bom funcionamento dos serviços públicos”, afirmou Márcia Conrado. Do blog da Zulene Alves

CURTA NOSSA FANPAGE E PERFIL NO INSTAGRAM

https://www.instagram.com/afolhadascidades

https://www.facebook.com/afolhadascidades/

quarta-feira, 11 de outubro de 2023

Serra Talhada é contemplada com investimento de R$ 240 mil para segurança nas escolas

                 A prefeita de Serra Talhada, Márcia Conrado, anunciou nesta quarta-feira (11) que o município foi contemplado com um investimento de R$ 243 mil para o programa Escola Segura. O programa é uma iniciativa do Ministério da Justiça e Segurança Pública, em parceria com os governos estaduais e municipais, para promover a segurança nas escolas.

Em Pernambuco, apenas outros sete municípios foram contemplados com o investimento: Recife (R$ 954 mil); Olinda (R$ 776 mil); Camaragibe (R$ 574 mil); Igarassu (R$ 919 mil); Camocim de São Félix (R$ 442 mil); Caruaru (R$ 943 mil) e Altinho (R$ 921 mil).

O investimento será utilizado para a compra de equipamentos de segurança, como câmeras de vigilância, alarmes e cercas elétricas, além de treinamentos para professores e funcionários das escolas.

A prefeita Márcia Conrado destacou a importância do investimento para a segurança das escolas de Serra Talhada. “Essa é uma conquista muito importante para a nossa cidade. Vamos utilizar esse recurso para garantir a segurança de nossos alunos e professores”, afirmou.

O programa Escola Segura é uma importante iniciativa para promover a segurança nas escolas brasileiras. O investimento em equipamentos e treinamentos é essencial para prevenir a violência e garantir um ambiente seguro para o aprendizado. 

CURTA NOSSA FANPAGE E PERFIL NO INSTAGRAM

https://www.instagram.com/afolhadascidades

https://www.facebook.com/afolhadascidades/

Sebastião contra-ataca: ‘Apertem os cintos, a prefeita sumiu em ST’

                       Aumenta o tom na relação política entre a prefeita de Serra Talhada, Márcia Conrado, e o ex-deputado Sebastião Oliveira, presidente do Avante em Pernambuco. Nesta segunda-feira (10) durante entrevista a uma emissora de rádio, a petista até teceu elogios ao ex-deputado, mas logo em seguida, alfinetou ‘Sebá’ que deu uma nota cinco ao seu governo.

“Se fosse uma pessoa presente, se fosse uma pessoa que atendesse as necessidades de Serra Talhada, talvez eu me sentasse e fosse escutar para ver onde melhorar. Mas como é uma pessoa alheia a situação e as necessidades de Serra Talhada, então eu não posso perder meu tempo com isso, porque eu preciso trabalhar muito para meu povo”, disse Conrado.

No final da tarde de ontem, Sebastião Oliveira fez o contraponto, e novamente, ratificou as críticas feitas, aumentando ainda mais o tom. Na opinião do ex-deputado, a cidade está sem governo. “Ao invés da prefeita aumentar o tom comigo, deveria aumentar a qualidade da gestão e a presença dela em Serra Talhada. Ora, temos ratos na unidade de saúde, patrol quebrada há 100 dias, dívidas milionárias com fornecedores e a prefeita viajando o Brasil, o mundo e na realidade, nossa realidade é igual aquele filme: Apertem os cintos, a prefeita sumiu”, ironizou. 

CURTA NOSSA FANPAGE E PERFIL NO INSTAGRAM

https://www.instagram.com/afolhadascidades

https://www.facebook.com/afolhadascidades/