quinta-feira, 15 de agosto de 2019

Mutirão de cirurgias oftalmológicas impulsionam novos recordes na UPAE Garanhuns


            O Governo do Estado de Pernambuco, através da Secretaria Estadual de Saúde, e o IMIP Hospitalar, possibilitaram a realização de 700 cirurgias de catarata (oftalmológicas), no formato mutirão, na UPAE Garanhuns, durante os meses de julho e agosto. O incremento acabou por alcançar números muito superiores à média mensal de atendimentos na Unidade de Saúde. O recorde anterior de consultas médicas vinha de maio deste ano, quando se chegou à marca 8.288 atendimentos ambulatoriais nas 20 especialidades médicas. Agora em julho foram 8.578 consultas. Parte do aumento se dá pelos retornos dos pacientes que passaram pelas cirurgias aos oftalmologistas da casa.

No bloco cirúrgico, também como consequência do mutirão de catarata, a UPAE Garanhuns realizou 1.043 procedimentos, com as cirurgias oftalmológicas representando quase 70% do total. Dermatologia é outra especialidade com grande demanda de procedimentos cirúrgicos na Unidade de Saúde.

Segundo Gustavo Amorim, o mutirão foi fundamental para os novos recordes: "Trata-se de uma contratação entre o Governo do Estado e o IMIP Hospitalar que propiciou este incremento no atendimento, para isto precisamos gerenciar todo o pessoal de diversos setores, de recepção, ambulatórios, blocos, enfermarias, entre outros, além dos custos operacionais, contudo, o resultado foi muito satisfatório, ao atender tantas pessoas que precisavam desta cirurgia para ter uma qualidade de vida melhor. Imaginem se tivessem que pagar, a maioria não conseguiria". 

Amorim também pondera o investimento do Governo do Estado. "Imaginem somente aqui na região, foram 700 cirurgias, um valor total que sairia das famílias mais carentes, e muitas não teriam condições de pagar. Sabemos do custo elevado de uma cirurgia de catarata, e termos a possibilidade de ofertar à população de nossa região, através do SUS, uma cirurgia sem custo para os pacientes, ajuda nos orçamentos das famílias que poderão utilizar suas reservas para outros objetivos, quer seja consumo ou conforto, e de uma forma geral um recurso que continua no município e na região". 

O Mutirão de Catarata iniciou em julho e finaliza neste mês de agosto. Segundo Gustavo Amorim, a iniciativa atende inicialmente os pacientes que se encontravam na fila de espera da SES/PE, nas GERES de Garanhuns e Arcoverde. A ação faz parte de um mutirão estadual onde participam oito equipamentos de saúde, sendo cinco deles no Recife e três, no Interior do Estado, totalizando mais de 2,7 mil procedimentos. 

A catarata é uma doença ocular que deixa a visão opaca, sendo a principal causa de cegueira reversível no mundo. Os pacientes, regulados e triados pelos municípios, passaram pelos procedimentos, que consiste na retirada do cristalino opaco e colocação de uma lente intraocular, é considerado de média complexidade, feito com anestesia local e sem necessidade de internação. O índice de recuperação é satisfatório e em 90% dos casos o paciente volta a enxergar normalmente”.

Postar um comentário

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Start typing and press Enter to search