sexta-feira, 29 de março de 2019

Desemprego bate recorde e sobe para 12,4% em fevereiro

População subutilizada é a maior da série do instituto, iniciada em 2012. Dados trazem série de recordes negativos. 

A taxa de desemprego no Brasil subiu para 12,4% no trimestre encerrado em fevereiro, atingindo 13,1 milhões de pessoas, segundo dados divulgados nesta sexta-feira (29) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
Segundo o instituto, a alta representa a entrada de 892 mil pessoas na população desocupada.

No trimestre de dezembro de 2018 a fevereiro de 2019, o desemprego cresceu para 12,4%, ou 13,1 milhões de pessoas. Já a População ocupada ficou em 92,1 milhões de pessoas e a população fora da força de trabalho é recorde, com 65,7 milhões de pessoas.

Os dados revelam que a taxa de subutilização da força de trabalho (24,6%) e população subutilizada (27,9 milhões) são recorde. O pior numero é o de desalentados, aqueles que se cansaram de procurar empregos, somam 4,9 milhões de pessoas; é o maior da série do IBGE. Os empregados com carteira assinada somaram 33 milhões; e sem carteira, 11,1 milhões. Já os trabalhadores por conta própria são 23,8 milhões.

No trimestre encerrado em janeiro, a taxa de desemprego verificada pelo IBGE foi de 12%, atingindo 12,7 milhões de brasileiros – o maior número de desocupados desde agosto de 2018 e a primeira alta em dez meses.

A administração pública, defesa, seguridade social, educação, saúde humana e serviços sociais foi o setor que mais dispensou trabalhadores na comparação com os três meses anteriores, com um corte de 574 mil pessoas. Indústria (-198 mil) e construção (-155 mil) também reduziram o número de trabalhadores.

Postar um comentário

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Start typing and press Enter to search