segunda-feira, 3 de dezembro de 2018

Netas de ex-deputado condenado no mensalão e na Lava Jato são nomeadas para cargos comissionados em Suape


      Três netas do ex-deputado federal Pedro Corrêa, condenado nas investigações do mensalão e da Operação Lava Jato, foram nomeadas para cargos comissionados no Porto de Suape, no Grande Recife. As nomeações ocorreram nos meses de julho e agosto deste ano e, nesta segunda-feira (3), a assessoria de comunicação do Porto de Suape afirmou que elas pediram demissão dos cargos que ocupavam no local. 

As jovens são universitárias e recebiam salários que variam de R$ 2.851,45 a R$ 3.820,97. Os dados constam na página da Lei de Acesso à Informação do governo estadual.

Maria Adélia Corrêa Neuwald estuda engenharia civil e está inscrita na função de gestora técnica na diretoria de engenharia de Suape. O salário é de R$ 3.820,97. Ela é filha de Aline Corrêa, ex-deputada federal por São Paulo pelo Partido Progressista (PP), derrotada nas últimas eleições.

Maria Júlia Russo Corrêa de Oliveira cursa direito e trabalhava como assessora técnica no departamento jurídico da presidência do Porto de Suape, com vencimentos mensais de R$ 2.851,45. Ela é filha do advogado Fábio Corrêa, primogênito de Pedro Corrêa.

Maria Clarice Corrêa de Oliveira Teixeira, estudante de administração de empresas, integrava a equipe da assessoria de comunicação social de Suape. Recebia R$ 2.851,45 por mês e é filha de Clarice Corrêa, que tentou uma vaga no Congresso Nacional este ano pelo PP, mas não foi eleita.

Pedro Corrêa, ex-presidente nacional do Partido Progressista (PP), foi condenado em 2013 a sete anos e dois meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, no âmbito das investigações do mensalão. Também acabou condenado a 29 anos, cinco meses e 10 dias de reclusão em 2015 por crimes relacionados à Operação Lava-Jato e se encontra em prisão domiciliar.

As netas de Pedro Corrêa foram nomeadas pelo atual diretor-presidente de Suape, Carlos do Rêgo Vilar, no cargo desde junho deste ano e indicado pelo deputado federal Eduardo da Fonte, presidente estadual do PP.

Postar um comentário

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Start typing and press Enter to search