segunda-feira, 10 de dezembro de 2018

Arcoverde: Cadeirante pinta rosto de 'palhaço' para protestar contra a falta de rampas de acessibilidade

              Um protesto silencioso e colorido realizado na manhã da última sexta-feira, em Arcoverde, pelo conhecido Sr. Eudes do Bolo de Rolo, demonstrou a fragilidade do projeto de acessibilidade da reforma feita ao longo da avenida Coronel Antonio Japiassu. Cadeirante, ele protestava contra a falta de acessibilidade nas calçadas da avenida comercial.

Para isso, Sr. Eudes pintou o rosto com uma cara de ‘palhaço’ e se postou na passarela da avenida às 07h30. Ele cobra melhorias e construção de rampas de acesso no trecho ao longo do canteiro central da avenida Cel. Antônio Japiassu.

A genialidade da prefeitura de Arcoverde ao reforma o canteiro central construiu, acertadamente rampas de passagem entre os dois trechos da avenida, mas esqueceram de interligá-las com as referidas calçadas, obrigando os cadeirantes a improvisarem uma rampa ou ter que se deslocar em meio a pista de rolamento de veículos, já que a passarela é interrompida por jardins, até a extremidade das calçadas aonde tem uma rampa.

O protesto de Sr. Eudes ganhou as redes sociais e somente em uma postagem o número de compartilhamentos já ultrapassa a casa de 500. Nos comentários a cobrança a prefeita para que dê uma solução para o problema.

Em outra postagem sobre o protesto, um popular sugere as pessoas que façam um teste “pare na Avenida Antônio Japiassu e analise, fique no canteiro central onde tem umas rampas para deficiente e perceba que nas extremidades desta não existe rampas e nem espaço para um cadeirante, adulto, criança e idoso acessarem as calçadas. Tendo assim que se contorcer e desviar dos veículos em locomoção e estacionados”. Finaliza dizendo que os cadeirantes ou deficientes terão que percorrer uma longa distancia para acessar a calçada.

Postar um comentário

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Start typing and press Enter to search