quarta-feira, 12 de junho de 2019

Após protestos, UFPE tem orçamento para manutenção totalmente desbloqueado


               Após protestos realizados em atos pela defesa da educação no mês de maio, o orçamento de manutenção da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) foi desbloqueado nessa terça-feira (11) pelo Ministério da Educação (MEC), que tomou a mesma medida em relação a outras instituições federais de ensino superior.

Também ontem, a UFPE recebeu R$ 12,8 milhões (8%) desse orçamento - destinado a pagamentos de serviços como limpeza e fornecimento de energia, por exemplo -, valor correspondente ao mês de junho. De um total de R$ 162 milhões previstos na Lei Orçamentária Anual (LOA), a UFPE já havia recebido R$ 64,8 millhões, isto é, cerca de 40%, até o mês de março.

"O desbloqueio significa que a universidade poderá seguir com seu planejamento orçamentário, garantindo o pleno funcionamento da instituição até o fim deste ano", explicou o pró-reitor de Planejamento, Orçamento e Finanças (Proplan) da UFPE, Thiago Galvão. Segundo ele, com recursos bloqueados, a instituição estava impedida, por exemplo, de fazer contratos para a realização de serviços, como limpeza e segurança, pois não havia previsão para recebimento dos recursos.

"A UFPE aproveita para agradecer o esforço de estudantes, técnicos e professores, bem como de parlamentares de Pernambuco, que se engajaram na defesa da educação e da universidade", ressaltou a universidade, em nota. 

Sobre o desbloqueio,  a Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) também confirmou que teve o orçamento liberado. A instituição está fazendo um levantamento dos valores liberados. Já o Instituto Federal de Pernambuco (IFPE) informou que os orçamentos de custeio (manutenção) e de investimento da instituição continuam contingenciados nesta quarta-feira (12). A Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) ainda não informou se houve liberação nas contas. DP


Postar um comentário

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Start typing and press Enter to search