sábado, 25 de maio de 2019

Queiroz pagou cirurgia em hospital de São Paulo com R$ 133 mil em dinheiro vivo


            Fabrício Queiroz, ex-motorista e ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), pagou R$ 133,5 mil em espécie por uma cirurgia no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo.

A informação foi publicada pelo jornal "O Globo". Inicialmente, foi divulgado que Queiroz pagou R$ 64,5 mil em dinheiro para a unidade particular de saúde. Mais tarde, outra informação foi confirmada, a de que mais R$ 69 mil, também em espécie, foram pagos à equipe médica que atuou na cirurgia para a retirada de um câncer no cólon.

O advogado Paulo Klein, que defende Queiroz, confirmou as informações e disse que ele não cometeu qualquer crime. O hospital informou que não comenta pagamento de pacientes.

O pagamento ao hospital foi feito em 14 de fevereiro. Na nota fiscal eletrônica obtida pela TV Globo e pela GloboNews, o valor da despesa é de R$ 86 mil. Nela consta um desconto de R$ 16 mil — o equivalente a 20% do custo. O total ficou em R$ 70 mil.

Os outros R$ 5.420 foram quitados por meio de cartão de crédito, como disse o advogado dele à TV Globo.

O defensor afirmou ainda que o dinheiro estava guardado para quitar negócios imobiliários e que vê com naturalidade o fato de o Ministério Público investigar a origem dos recursos.

Segundo o advogado, a comprovação dos pagamentos com recursos próprios e dentro da capacidade econômica de seu cliente reforçam que Queiroz não cometeu crime.

Postar um comentário

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Start typing and press Enter to search