sexta-feira, 22 de março de 2019

Número de casos de tuberculose cresce 9,28% em Pernambuco

               O número de casos de tuberculose aumentou 9,28% entre 2015 e 2018, em Pernambuco, de acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES). No ano passado, foram confirmados 5.026 casos da doença, 426 a mais que os 4.599 registrados no início da série histórica. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira (21) pelo governo do estado.

A tuberculose mata 1 milhão de pessoas todos os anos no mundo e o tratamento tradicional exige um ciclo de seis meses de antibióticos diários. A doença é causada por uma bactéria altamente transmissível através das vias respiratórias. Os pulmões são os órgãos mais acometidos pela doença. O Dia Mundial de Luta Contra a Tuberculose é celebrado no domingo (24).

Em 2016, os números de tuberculose subiram para 4.577 e, em 2017, para 4.985. O número de mortes causadas pela doença foi de 423 em 2015, diminuiu para 398 em 2016, e em 2017, chegou a 435. O índice de óbitos em 2018 ainda é contabilizado pela SES.

Em crianças, a melhor forma de prevenir a tuberculose é por meio da vacina BCG, oferecida nas unidades básicas de saúde e maternidades. Ela pode ser dada ao nascer ou, no máximo, até a criança ter 4 anos, 11 meses e 29 dias.

Sintomas e tratamento

Entre os sintomas mais comuns da tuberculose está a tosse por mais de três semanas, que pode ser acompanhada por febre durante o dia, suor noturno, emagrecimento, cansaço e fadiga. O diagnóstico pode ser feito na rede pública de saúde, principalmente por meio de um teste conhecido como "exame do escarro".

Postar um comentário

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Start typing and press Enter to search