sábado, 30 de junho de 2018

Náutico encara líder por um desfecho junino com chave de ouro

Foto divulgação/Náutico
             Junho deixará saudades aos alvirrubros. O período foi decisivo no crescimento do clube no Grupo A da competição. Até maio, o Náutico era o nono colocado, com sete pontos. Nos últimos 30 dias, a história mudou. Três vitórias e uma derrota. Aproveitamento de 75%, saída da zona de rebaixamento e entrada no G4, ocupando a terceira posição, com 16 pontos. O último jogo do mês será neste sábado, contra o líder Atlético/AC, na Arena de Pernambuco. Compromisso que pode fechar com chave de ouro o primeiro semestre no torneio.

O Náutico tem apenas uma dúvida para o confronto. Recuperado de contusão, o volante Jhonnatan pode retornar ao time titular na vaga de Jobson ou Josa. Nas demais posições, a equipe será a mesma que venceu o Botafogo/PB na rodada passada. Ainda com dores na coxa direita, o meia Wallace Pernambucano permanece fora. Quem também não joga é o centroavante paraguaio Ortigoza, que cumprirá o segundo jogo de suspensão devido o cartão vermelho recebido no Clássico das Emoções. Robinho será o “falso 9”.

O jogo contra o Atlético encerra a série do Náutico de quatro partidas seguidas em solo pernambucano. Até o momento, o aproveitamento é de 100%. O Alvirrubro venceu na Arena de Pernambuco o Remo e o Botafogo/PB, além de alcançar um triunfo importante contra o Santa Cruz, no Arruda.

Nos seis compromissos finais da primeira fase, o Timbu só terá mais duas partidas como mandante, contra Juazeirense e ABC. O restante será fora de casa. Duas delas de forma seguida, contra Confiança e Salgueiro. As outras são perante Globo e Remo.

Postar um comentário

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Start typing and press Enter to search