segunda-feira, 30 de abril de 2018

Um ano após morte, Belchior volta às lojas em coletânea


             Nesta segunda-feira (30), completa-se um ano da morte do cantor e compositor Belchior. Por uma década, o artista se manteve fora dos palcos e da mídia. No entanto as canções permanecem latentes entre os fãs do cearense. Em homenagem ao músico, o produtor musical Renato Vieira idealizou o projeto 'Tudo Outra vez', que reúne seis discos de Belchior em uma caixa.

Entre os seis álbuns escolhidos para integrar a coletânea, vendida a R$ 220, estão Alucinação (1976), Melodrama (1987) e Elogio da Loucura (1988). Todas as músicas ganharam uma versão remasterizada e o boxe conta com a versão original de 'Como se Fosse Pecado, que faz parte do disco 'Coração Selvagem' (1977) e foi censurada na época do regime militar.

Belchior faleceu em abril de 2017, no Rio Grande do Sul, de causas naturais. O corpo do artista foi encontrado por sua companheira, Edna Prometeu, na sala de estar da casa em que viviam.

Postar um comentário

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Start typing and press Enter to search