quinta-feira, 6 de junho de 2019

Solange Almeida e Xand Avião são investigados por tráfico de drogas


            Por meio da procuradora regional da República, Luiza Frischeisen, o Ministério Público Federal, em concordância com a Justiça Federal, é favorável à investigação contra o empresário Isaías CD, dono da banda Aviões do Forró. Ele é acusado de se envolver em tráfico internacional de drogas, homicídios, ameaças e formação de quadrilha. Os sócios da A3 e os vocalistas Xand Avião e Solange Almeida também são acusados. O Procedimento Investigatório Criminal (PIC), inclusive, havia sido arquivado, mas de forma não consensual.

Agora, além de se defender das acusações de estupro e sonegação de impostos, Isaías terá de provar que não era um aviãozinho dentro da Aviões. E não para por aí. Os empresários Isaías CD e Zequinha Aristides são investigados por venderem terreno no município de Eusébio (CE), localizado a 24 km de Fortaleza.

Vale lembrar que a Justiça Federal do Ceará penhorou os bens da dupla por supostas dívidas de R$ 50 milhões junto a Receita Federal. A justiça apura, ainda, se Isaías e Zequinha são donos de outros cinco terrenos na região que, juntos, estão avaliados em R$ 200 milhões. 

A já complicada história é mais um capítulo envolvendo a banda. Na semana passada, Solange Almeida, ex-vocalista, denunciou que havia sofrido assédio por parte de Isaías. A ex-companheira de palcos de Xand também pediu R$ 5 mi em apuração de haveres em outro processo, que é um pedido de avaliação do montante devido a ela enquanto ex-sócia.

Postar um comentário

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Start typing and press Enter to search