quarta-feira, 1 de maio de 2019

Empresário e ex-presidente da Câmara de Vereadores se comprometem a ressarcir cofres públicos por obra superfaturada


             A Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Público de Garanhuns obteve o compromisso do ex-presidente da Câmara de Vereadores, Gérson de Carvalho Filho, e do representante da empresa J. Rodrigues Bezerra Serviços com o ressarcimento aos cofres públicos do valor de R$ 12.179,97. Essa quantia corresponde ao superfaturamento nas obras de reforma da Câmara de Garanhuns realizadas em agosto de 2016, quando Gérson Filho presidia a casa.

De acordo com o promotor de Justiça Domingos Sávio Pereira Agra, o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) abriu um inquérito após receber notícia de possível ato de improbidade na licitação para contratar a empresa J. Rodrigues Bezerra Serviços para reformar o prédio da Câmara. “Um laudo da Gerência Ministerial de Arquitetura e Engenharia indicou o superfaturamento. Não há, porém, comprovação de dolo e os noticiados se dispuseram a ressarcir o erário e pagar as multas previstas na legislação”, ressaltou o promotor de Justiça.

Dessa maneira, a empresa se comprometeu, mediante a celebração de termo de ajustamento de conduta firmado no último dia 23 de abril, a devolver aos cofres públicos o valor excedente, em dez parcelas mensais e com as devidas correções monetárias. Além disso, tanto o dono da empresa quanto o ex-presidente da Câmara também pagarão multa equivalente a 10% do dano ao erário. A multa deve ser paga em até 30 dias após a homologação do termo, com os valores revertidos ao Fundo de Defesa dos Direitos Difusos.

Postar um comentário

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Start typing and press Enter to search