quarta-feira, 15 de maio de 2019

Arcoverde tem ato contra a reforma da Previdência e cortes na Educação


          Dezenas de trabalhadores e trabalhadoras, principalmente da área de Educação, tomaram as ruas centrais de Arcoverde na manhã desta quarta-feira (15) em defesa do ensino e da previdência. 

Os manifestantes convocados pelo Sindicato dos Servidores Municipais de Arcoverde, Sintepe, CTB e Central Única dos Trabalhadores (CUT) se concentraram logo cedo em frente a Câmara de Vereadores aonde, após palavras de ordem contra a reforma da Previdência e o sucateamento da Educação, saíram em passeata pela Av. Cel. Antonio Japiaasu em direção ao Largo Antonio Franklin, o popular Senadinho, no Centro de Arcoverde. No local, sindicalistas e representantes de entidades discursaram contra as medidas do governo Bolsonaro que afetam a Educação e as aposentadorias dos Trabalhadores brasileiros.

Segundo Damião Lucena, do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais, o ato político/cultural batizado de Greve Nacional da Educação teve o objetivo de lutar contra o desmonte da aposentadoria e contra o corte de investimentos na Educação básica e superior. 

Em todo o País foram registradas manifestações em defesa da Educação e contra a reforma da Previdência. Os protestos são uma resposta à decisão do ministro da Educação, Abraham Weintraub, que reduziu o orçamento das universidades federais e bloqueou bolsas de pesquisa. Recife, São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, em quase todas as capitais o ocorreram manifestações. 

Postar um comentário

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Start typing and press Enter to search