segunda-feira, 18 de março de 2019

Bolsonaro cita capacidade bélica dos EUA para resolver 'questão da Venezuela'

Bolsonaro cita a força bélica dos Estados Unidos como argument para resolver a questão da Venezuela.
O presidente Jair Bolsonaro mencionou nesta segunda-feira (18) a capacidade econômica e bélica dos Estados Unidos ao defender que a "questão da Venezuela" seja resolvida. Bolsonaro deu a declaração ao discursar no "Dia do Brasil em Washington", na Câmara de Comércio dos Estados Unidos.

"Temos alguns assuntos que estamos trabalhando em conjunto, reconhecendo, obviamente, a capacidade econômica, bélica, entre outras, dos Estados Unidos. Temos que resolver a questão da nossa Venezuela", afirmou o presidente no evento.

"A Venezuela não pode continuar da maneira que se encontra. Aquele povo tem que ser libertado e acreditamos e contamos, obviamente, com o apoio norte-americano para que esse objetivo seja alcançado", acrescentou Bolsonaro.

Depois da fala de Bolsonaro, o porta-voz do governo, Otávio Rêgo Barros, foi questionado se o Brasil apoiaria uma eventual intervenção militar dos Estados Unidos na Venezuela.

Rêgo Barros, então, respondeu: "O Brasil entende que a situação da Venezuela deva ser resolvida com base na nossa diplomacia. Não trabalhamos com intervenção, até porque afronta a nossa Carta Magna."

A Venezuela enfrenta uma profunda crise política, econômica e social. O Brasil e os Estados Unidos estão entre os países que não reconhecem a legitimidade do governo de Nicolás Maduro e consideram o líder oposicionista Juan Guaidó como presidente interino do país.

Postar um comentário

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Start typing and press Enter to search