Mostrando postagens com marcador SAÚDE. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador SAÚDE. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 28 de outubro de 2019

Tipo 1 de poliomielite ainda é ameaça com cobertura vacinal baixa


               Prevenível por meio da vacinação, a poliomielite é uma doença causada pela infecção de diferentes poliovírus, que podem atingir o sistema nervoso central e a medula espinhal, provocando a paralisia, sendo mais comum a dos membros inferiores. Conhecida popularmente como “paralisia infantil”, é considerada eliminada no Brasil desde 1989, quando o último caso foi registrado na cidade de Souza, na Paraíba. De lá para cá, pouco se ouviu a respeito da enfermidade, que fez 26 mil casos no País entre 1968 e 1989.

No entanto, esse quadro pode mudar se a cobertura vacinal continuar diminuindo. Por isso, é necessário educar e conscientizar as pessoas a respeito da importância da prevenção e, principalmente, pais, mães e avós, para levarem seus filhos e netos tomar a vacina, que é distribuída gratuitamente na rede pública.

Uma comissão independente de especialistas concluiu que o poliovírus selvagem tipo 3 (WPV3) foi erradicado em todo o mundo. Após a erradicação da varíola e do poliovírus selvagem tipo 2, essa notícia representa uma conquista histórica para a humanidade, de acordo com a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS/OMS). O tipo 3 não é detectado em nenhum lugar do mundo desde 2012, assim como o poliovírus 2, que foi considerado totalmente erradicado em 1999. Mas a luta para erradicar o tipo 1 continua.

“Infelizmente, a poliomielite não é considerada erradicada em todo o mundo porque ainda há registro da doença selvagem em três países: Nigéria, Paquistão e Afeganistão. Enquanto houver casos, existe o risco de contaminação e, por esse motivo, é muito importante que as pessoas não se acomodem e continuem vacinando seus filhos”, explica Sheila Homsani, diretora médica da Sanofi Pasteur, divisão de vacinas da Sanofi, que atua na Iniciativa Global de Erradicação da Pólio da Organização Mundial da Saúde.

Segundo a especialista, a sensação de que não existe perigo favorece a queda da cobertura vacinal e pode contribuir para a volta de casos em nosso país, como ocorreu com o Sarampo recentemente.

segunda-feira, 14 de outubro de 2019

Estado abre seleção com 1.510 vagas para residências médicas e área profissional de saúde


               A Secretaria de Saúde de Pernambuco divulgou o edital de abertura de seleção para residências médicas e para a área profissional da saúde, em 2020. São oferecidas 1.510 vagas em 35 instituições do estado. O cadastramento tem início às 9h do dia 28 de outubro e segue até as 23h59 de 17 de novembro, pela internet. Os aprovados recebem bolsa mensal de R$ 3.330,43.

Ainda segundo a secretaria, há 866 vagas para residências médicas e 644 para área profissional de saúde.

A seleção será feita por meio de prova escrita eliminatória e análise curricular. O teste equivale a 90% da nota final da avaliação.

De acordo com o edital, o candidato só pode se inscrever em uma modalidade. A taxa custa R$ 490. A inscrição tem duas etapas. A primeira deve ser feita pela internet, com o preenchimento da ficha.

Na segunda, os documentos, declarações e certificados exigidos no edital, além do comprovante da taxa de pagamento, devem ser enviados pelos Correios (Via Sedex ou encomenda com Aviso de Recebimento) para a Comissão de Concursos do Instituto de Apoio a Universidade de Pernambuco.

O endereço é: Avenida Rui Barbosevea, nº 1599, bairro das Graças – Recife – Pernambuco, CEP 52050-000. O material d ser remetido entre 28 de outubro e 18 de novembro.

Ainda de acordo com o edital, os envelopes devem conter a documentação relativa a um único candidato, não sendo considerados materiais enviados em envelopes endereçados por terceiros. Os candidatos deverão escrever na frente do envelope: “processo seletivo para residência médica 2020”.

As provas serão realizadas no dia 8 de dezembro deste ano. No Recife, haverá testes com qualquer número de inscritos. Em Petrolina, no Sertão, é preciso totalizar, no mínimo, 100 candidatos para a viabilização do certame na cidade, segundo o edital.

O resultado final será divulgado no dia 24 de janeiro de 2020, na internet. Os aprovados devem fazer o pré-cadastramento on-line no dia seguinte.

A matrícula deve ser feita no período entre 3 e 7 de fevereiro de 2020, na Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco, na Rua Dona Maria Augusta Nogueira, 519, Bongi, na Zona Oeste do Recife. As residências têm início em 2 de março.

Ao todo, a previsão de investimento é de R$ 124 milhões nessas modalidades de pós-graduação. Desse total, R$ 85 milhões são do estado. A Secretaria de Saúde informa que isso representa 68,5% do total e com um incremento de R$ 2,9 milhões em relação ao ano anterior.




domingo, 13 de outubro de 2019

Grupo ‘Eu Topo Ajudar’ promove eventos para marcar o ‘Outubro Rosa’

Grupo Topo Ajudar no MemorialOnco
               No próximo dia 17 de outubro, o Grupo Eu Topo Ajudar promoverá na Praça Winston Siqueira, Centro de Arcoverde, um evento voltado à beleza feminina dentro da programação das ações direcionadas a Campanha do Outubro Rosa, que visa combater o câncer de mama e de útero.

A partir das 18h, as mulheres terão sessões de maquiagem, entrega de lenços e turbantes, roda de conversas com depoimentos de superação e garra nessa luta contra o Câncer de Mama e sanfona com músicas em mãos para que todos cantem e participem. Para isso, o grupo anuncia a preparação de um espaço descontraído e agradável para marcar o evento que será encerrado com um lanche variado.

Já no dia 31 de outubro, encerrando a campanha do ‘Outubro Rosa’, o grupo promove a 3ª Corrida/Caminhada Eu Topo Ajudar. A concentração e largada será na Praça da Bandeira, às 19h. Para isso, estão sendo vendidos os kits da corrida, composto de camisa, crachá e medalha para todos os participantes.

O valor do kit é R$ 25 e as inscrições podem ser feitas nas lojas Simões Rocha, Tend Tudo e nos treinos do Corre Arcoverde. Os três primeiros colados receberão prêmios ao final dos 5 km do percurso da corrida. Contatos pelos fones 87.99633.9642 (Vany) e 81.99911.6489 (Kátia).

Na última quinta-feira (10), o Grupo promoveu uma ação especial em parceria com MemorialOnco e SESC Arcoverde para os pacientes oncológicos e seus acompanhantes. Violino e Violão, Doutores da Alegria, distribuição de rosas, laços e lanche marcaram o dia dos pacientes com “momentos de descontração, motivação, solidariedade e amor à vida”, relata o grupo.

quinta-feira, 10 de outubro de 2019

Confirmada 1ª morte por chikungunya no ano em Pernambuco


              Um idoso de 83 anos morador do bairro de Dois Unidos, na Zona Norte do Recife, é a primeira vítima fatal de chikungunya do ano em Pernambuco. A morte foi confirmada pela Secretaria de Saúde do Recife, que realizou a investigação do caso, nessa quarta-feira (9).

O idoso, que era portador de diabetes, morreu em 16 de junho em um hospital particular da Capital. O tempo entre a morte do paciente e a confirmação do motivo se dá por questões ligadas às análises laboratoriais que atestam os óbitos por arboviroses.

Boletim divulgado nessa quarta-feira (9) pela Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) atualiza para 100 o número de possíveis óbitos por arboviroses notificados em Pernambuco entre 30 de dezembro de 2018 e 5 de outubro de 2019. Desse total, apenas cinco foram confirmados - sendo quatro por dengue e o caso do idoso morto por chikungunya.

Outras 52 notificações foram descartadas e as demais seguem sob análise. No mesmo período de 2018, aponta a SES-PE, foram notificados 78 óbitos suspeitos no Estado. O boletim atesta ainda 7.042 notificações de chikungunya no Estado no ano, dos quais 563 foram confirmadas e 4.335 descartadas. Houve um aumento de 135,5% em relação ao mesmo período de 2018, quando foram registrados 2.990 casos. Ao todo, 147 dos 185 municípios pernambucanos enviaram notificações.

Segundo a gerente de Vigilância Epidemiológica do Recife, Natalia Barros, a notificação da morte do idoso foi feita via declaração de óbito. "Essa morte foi recebida [pela Secretaria de Saúde do Recife] em agosto e encerramos a investigação agora. Temos um processo domiciliar e nas unidades de saúde para investigar o óbito", esclareceu.

O bairro de Dois Unidos é um dos oito da Capital com o maior número de focos de reprodução de mosquito, segundo dados mais recentes do Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa), coeficiente de incidência de casos prováveis de arboviroses das últimas oito semanas. "É considerado risco muito alto. [O alerta] é um indicativo para direcionar as ações", acrescentou a gerente. Além de Dois Unidos, estão em alerta os bairros de Brejo de Beberibe, Nova Descoberta, Água Fria, Campina do Barreto, Estância, Cohab e Jordão.

Sarampo: casos confirmados em Pernambuco sobe para 37

              Subiu para 37 o número de casos confirmados de sarampo em Pernambuco. O aumento das notificações foi divulgado na manhã desta quarta-feira (9) pela Secretaria Estadual de Saúde (SES/PE).

De janeiro até o dia 28 de setembro deste ano, foram notificados 799 casos suspeitos. Desses, 37 foram confirmados, 284 descartados e os demais estão em investigação. Dos casos confirmados, três são na capital do Estado e um é em Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife; e o restante é no Agreste: seis em Caruaru, 14 em Taquaritinga do Norte, um em Frei Miguelinho, três em Santa Cruz do Capibaribe, cinco em Vertentes, um em Bezerros e três casos em Toritama.

O aumento no número de confirmações aconteceu em um intervalo de oito dias. Segundo o levantamento divulgado no início deste mês pela SES, até o dia 20 de setembro, haviam sido registradas 731 suspeitas da doença, sendo 242 casos descartados e 23 confirmados. Destes, três em Recife, e o restante no Agreste, sendo seis em Caruaru, nove em Taquaritinga do Norte, um em Frei Miguelinho, um em Santa Cruz do Capibaribe, um em Vertentes, um em Bezerros e um caso em Toritama.

"Todos os casos confirmados até o momento são antigos. Trata-se de pessoas que adoeceram entre os meses de julho e agosto”, afirmou o secretário estadual de Saúde, André Longo.
Ainda de acordo com a SES, até o dia 4 deste mês, 507.814 pessoas foram vacinadas com a tríplice viral em Pernambuco, sendo 215.986 doses em crianças de 6 meses a 4 anos, o que corresponde a 98% do público-alvo.

A campanha de vacinação contra o sarampo segue até o dia 25 deste mês para crianças entre 6 meses e 4 anos que ainda não iniciaram ou não finalizaram o esquema vacinal. Já no dia 19 também deste mês, será realizado, em todo o País, o Dia D de Vacinação ainda para esse público. Da Folhape

sábado, 5 de outubro de 2019

Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo começa segunda-feira

               Em parceria com os governos estaduais, distrital e municipais, o Ministério da Saúde inicia, na próxima segunda-feira (7), a Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo. Na primeira fase, que vai até o dia 25 de outubro, o público-alvo serão as crianças com idade entre 6 meses e 4 anos e 29 dias.

A segunda etapa, de 18 a 30 de novembro, terá foco na população com idade entre 20 e 29 anos. Em entrevista coletiva, o ministro titular da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, disse que a prioridade para este grupo justifica-se porque, como provavelmente não receberam a segunda dose da vacina, seus filhos acabam apresentando um sistema imunológico mais vulnerável à doença. Além dos dois períodos, a campanha também destaca o dia 19 de outubro como o Dia D, para mobilização nacional.

Levantamento do governo federal mostra que, até o dia 28 de agosto, 5.404 casos de sarampo foram confirmados em todo o país. Além disso, houve o registro de seis óbitos, sendo quatro deles de pacientes menores de 1 ano.

A unidade federativa com maior incidência é São Paulo (15,11 a cada 100 mil habitantes), que concentra 97% dos casos e é seguida por Bahia (6,64) e Sergipe (5,86). Embora apresente índice de 0,21, o Pará preocupa, devido à sua cobertura vacinal, que é, atualmente, de 76%, disse Mandetta. O Amapá apresenta a segunda cobertura mais baixa, de 77%, perdendo para a Bahia, com 80%, e o Maranhão e o Piauí, ambos com 83%.

De acordo com informações da pasta, foram adquiridos, para este ano, 60,2 milhões de doses da vacina tríplice viral, que protege contra sarampo, caxumba e rubéola. Para o ano que vem, a encomenda foi de 65,4 milhões de doses.

Em 2020, o ministério dará continuidade à campanha. A imunização será dividida em três etapas e incluirá pessoas com idade de 50 a 59 anos. Ao todo, espera-se que a vacinação atinja 39 milhões de brasileiros, que equivalem a 20% da população.

quarta-feira, 28 de agosto de 2019

Pernambuco notifica 337 casos suspeitos de sarampo


             O número de casos notificados de Sarampo em Pernambuco, nos oito primeiros meses de 2019, já ultrapassa os registros de suspeitas feitos ao longo de todo o ano de 2018. Até o último dia 26, foram notificados 337 casos no estado, 58% a mais do que o número dos 12 meses do ano passado. Os percentuais de notificações também cresceram 54% se comparados com o último boletim divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), no último dia 19 de agosto. Pernambuco tem, atualmente, cinco casos confirmados de sarampo.

Dos casos em investigação, 86 já foram descartados e 246 estão em investigação e cinco foram confirmados. Das cinco confirmações laboratoriais de adoecimento pelo sarampo, quatro estão relacionadas a adolescentes que participaram de uma excursão para Porto Seguro, entre o final de junho e início de julho, e que tiveram contato com um paciente positivo de São Paulo. Dois deles são moradores do Recife e dois de Caruaru. O quinto caso é de um adolescente de 18 anos de Taquaritinga do Norte.

Em relação aos casos confirmados, a SES-PE ressaltou que os três municípios de residência dos pacientes, com o apoio das Gerências Regionais de Saúde e o nível central, realizaram 53 ações de bloqueio vacinal dos contatos, totalizando 1.853 doses aplicadas da tríplice viral, que, além do sarampo, ainda protege contra a caxumba e a rubéola.

A Secretaria ainda reforça que, na última semana, ficou instituída, em todo o país, a vacinação de crianças entre 6 meses e 11 meses. Todos os meninos e meninas dessa faixa etária, que totalizam 68 mil em Pernambuco, devem tomar uma dose da tríplice viral. Essa será considerada a “dose zero”, sendo necessário seguir com o esquema básico de vacinação normalmente a partir dos 12 meses, com mais uma dose e um reforço aos 15 meses.

segunda-feira, 19 de agosto de 2019

Secretaria de Saúde de Pernambuco investiga primeira morte por sarampo em 2019


            A Secretaria Estadual de Saúde investiga a primeira morte por sarampo de Pernambuco em 2019. Um menino de 7 meses, residente em Taquaritinga do Norte, no Agreste, morreu com suspeita da doença. A Vigilância Epidemiológica da IV Gerência Regional de Saúde (Geres) e do nível central da SES já estão investigando o caso e irão encaminhar as amostras laboratoriais da criança para análise, com o intuito de confirmar ou descartar a hipótese.

A SES-PE recebeu da Fiocruz, no Rio de Janeiro, até a manhã desta segunda-feira (19), cinco resultados laboratoriais positivos para sarampo de residentes em Pernambuco. Quatro casos estão relacionados a pacientes que participaram de uma excursão para Porto Seguro, na Bahia, entre o final de junho e início de julho, e que tiveram contato com um paciente positivo de São Paulo.

De acordo com a SES-PE, o quinto caso é de um adolescente de 18 anos de Taquaritinga do Norte, notificado em 30 de julho. Com isso, até o momento, são dois casos confirmados no Recife, dois em Caruaru e um em Taquaritinga do Norte.

"Desde a semana passada, passamos a vacinar as crianças a partir dos 6 meses em 9 municípios, para ampliar nossa rede de proteção, e continuamos com doses para atender a população de 1 ano até os 49 anos em todo o Estado. A vacina é gratuita e a medida mais eficaz para evitar que haja a reintrodução do vírus da doença em nosso Estado", ressaltou o secretário estadual de Saúde, André Longo.

Este ano, a secretaria recebeu 219 notificações de casos suspeitos de sarampo, com 84 descartes, cinco confirmações e os demais em investigação. Do total, 146 (66%) foram notificadas nas semanas após o caso relacionado a Porto Seguro. A notificação desses casos é importante para garantir o acompanhamento da possibilidade de circulação do vírus da doença no estado.

domingo, 18 de agosto de 2019

Crianças entre seis meses e menos de 1 ano devem ser vacinadas contra sarampo em nove cidades de PE


             Um dia depois de confirmar os quatro primeiros casos de sarampo em 2019, o governo de Pernambuco divulgou uma nova orientação para vacinação de crianças entre seis meses e menos de um ano de idade. Nesta sexta-feira (16), a Secretaria Estadual de Saúde justificou que, por causa do “cenário epidemiológico”, a medida deve ser implementada em nove cidades do estado.

Na quinta-feira (15), a secretaria informou que exames laboratoriais feitos na Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no Rio de Janeiro, confirmaram dois casos de sarampo no Recife e dois, em Caruaru, no Agreste.

Todos têm relação com uma excursão realizada em julho, deste ano, a Porto Seguro, na Bahia. O governo investiga outros cinco casos envolvendo integrantes do grupo que fizeram essa viagem.

Essas investigações ocorrem em pessoas do Recife, Olinda, e Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana, além de duas em Bezerros, no Agreste. Todos passam bem. Os casos estão conectados a um paciente positivo de São Paulo, monitor da viagem.

Com a medida, o estado orienta a vacinação na nova faixa etária nas cidades que tiveram casos confirmados. Também são atingidos sete municípios do Grande Recife, Agreste e Sertão, onde há investigação rotineira de ocorrências: Recife, Caruaru, Paulista, Bezerros, Santa Cruz do Capibaribe, Taquaritinga do Norte, Vertentes, Frei Miguelinho e Salgueiro.

Segundo a secretaria, essa medida é considerada uma “dose extra”. Portanto, o calendário normal de imunização deve ser seguido pela criança, com necessidade de nova vacinação a partir dos 12 meses e reforço aos 15 meses.

A secretaria ressalta também que devem ser vacinadas, com no mínimo 15 dias de antecedência, crianças entre seis meses e menores de 1 ano que vão viajar para municípios de outros estados com transmissão ativa de sarampo.

Entre os destinos apontados pelo Ministério da Saúde estão São Paulo, Rio de Janeiro e Pará. Nesses casos, também será necessário seguir o esquema de vacinação normal a partir dos 12 meses.

quinta-feira, 15 de agosto de 2019

Mutirão de cirurgias oftalmológicas impulsionam novos recordes na UPAE Garanhuns


            O Governo do Estado de Pernambuco, através da Secretaria Estadual de Saúde, e o IMIP Hospitalar, possibilitaram a realização de 700 cirurgias de catarata (oftalmológicas), no formato mutirão, na UPAE Garanhuns, durante os meses de julho e agosto. O incremento acabou por alcançar números muito superiores à média mensal de atendimentos na Unidade de Saúde. O recorde anterior de consultas médicas vinha de maio deste ano, quando se chegou à marca 8.288 atendimentos ambulatoriais nas 20 especialidades médicas. Agora em julho foram 8.578 consultas. Parte do aumento se dá pelos retornos dos pacientes que passaram pelas cirurgias aos oftalmologistas da casa.

No bloco cirúrgico, também como consequência do mutirão de catarata, a UPAE Garanhuns realizou 1.043 procedimentos, com as cirurgias oftalmológicas representando quase 70% do total. Dermatologia é outra especialidade com grande demanda de procedimentos cirúrgicos na Unidade de Saúde.

Segundo Gustavo Amorim, o mutirão foi fundamental para os novos recordes: "Trata-se de uma contratação entre o Governo do Estado e o IMIP Hospitalar que propiciou este incremento no atendimento, para isto precisamos gerenciar todo o pessoal de diversos setores, de recepção, ambulatórios, blocos, enfermarias, entre outros, além dos custos operacionais, contudo, o resultado foi muito satisfatório, ao atender tantas pessoas que precisavam desta cirurgia para ter uma qualidade de vida melhor. Imaginem se tivessem que pagar, a maioria não conseguiria". 

Amorim também pondera o investimento do Governo do Estado. "Imaginem somente aqui na região, foram 700 cirurgias, um valor total que sairia das famílias mais carentes, e muitas não teriam condições de pagar. Sabemos do custo elevado de uma cirurgia de catarata, e termos a possibilidade de ofertar à população de nossa região, através do SUS, uma cirurgia sem custo para os pacientes, ajuda nos orçamentos das famílias que poderão utilizar suas reservas para outros objetivos, quer seja consumo ou conforto, e de uma forma geral um recurso que continua no município e na região". 

O Mutirão de Catarata iniciou em julho e finaliza neste mês de agosto. Segundo Gustavo Amorim, a iniciativa atende inicialmente os pacientes que se encontravam na fila de espera da SES/PE, nas GERES de Garanhuns e Arcoverde. A ação faz parte de um mutirão estadual onde participam oito equipamentos de saúde, sendo cinco deles no Recife e três, no Interior do Estado, totalizando mais de 2,7 mil procedimentos. 

A catarata é uma doença ocular que deixa a visão opaca, sendo a principal causa de cegueira reversível no mundo. Os pacientes, regulados e triados pelos municípios, passaram pelos procedimentos, que consiste na retirada do cristalino opaco e colocação de uma lente intraocular, é considerado de média complexidade, feito com anestesia local e sem necessidade de internação. O índice de recuperação é satisfatório e em 90% dos casos o paciente volta a enxergar normalmente”.

domingo, 14 de julho de 2019

Evento internacional reunirá mais de 500 cirurgiões-dentistas em Petrolina


               A ABO (Associação Brasileira de Odontologia) Regional Petrolina, PE reunirá entre os dias 24 e 27 de julho, mais de 500 cirurgiões-dentistas, estudantes e profissionais da Saúde em Petrolina (PE).  A 4ª edição do “Congresso Internacional de Odontologia do Vale do São Francisco (CIOVASF)” apresentará cursos, minicursos e feira de exposição com o tema 'Grandes Conexões da Odontologia!'. 

A principal atração internacional, Ronaldo Hirata, conceituado cirurgião-dentista, vai falar sobre a ‘Odontologia Restauradora Estética’, e outros professores   de renome nacional ampliarão as discussões sobre doenças periodontais, implantes e até câncer de boca. 

As inscrições estão abertas, com políticas de descontos para acadêmicos e profissionais associados à entidade. A programação científica do evento, que acontecerá no auditório do SENAI-PE, deve iniciar às 8h30 e prosseguir até as 18h30. Consolidado como um dos principais encontros da área de odontologia no Vale do São Francisco, em que são combinados temas de saúde bucal, estética e questões humanistas, o CIOVASF ocorre em paralelo ao “19º Congresso de Odontologia” e ao “1º Congresso Acadêmico do Vale do São Francisco”.

Nesta edição, os participantes vão ainda acompanhar palestras com os especialistas Felipe Torres, Henrique Barros, João Paulo Lócio, Bruno Rosa, Ricardo Amore, Zulene Alves, Atson Fernandes, Leandro Pereira, Stenyo Tavares, Tábata Pólvora, José Carlos Aguiar, Rafael Amado, Bruno Joaquim, Pedro Henrique, Márcio Novaes, Clara Aidil Vasconcelos, Catarina Brasil, José Ricardo Amorim, William Bogard, Gerhilde Callou, Márcio Cardoso, Leonardo Godoy e Raony Môlim. Aspectos atuais das emergências endodônticas, ortognática no tratamento da Síndrome da Apneia e Hipopneia Obstrutiva do Sono, reabilitações orais, além de estratificação em resina do tipo bulk fill, também serão alguns dos temas tratados no encontro.

O presidente da ABO Petrolina, George Guimarães, ressaltou a realização da feira de equipamentos e produtos odontológicos durante o CIOVASF. “A cada edição nossa regional vem realizando congressos com maior rigor técnico e profissional. E a feira deverá ser um espaço para apresentação de novas práticas e ferramentas tecnológicas que só elevarão a qualidade do nosso atendimento aos pacientes”, enfatizou Guimarães.

Já o presidente do CIOVASF, Davis Hudson, adiantou que os interessados podem se inscrever pelos telefones: (87) 3864.3295 e 9 8812.5139 ou pelo site: abodepetrolina.org.br.

"A abertura solene será às 19h do dia 24 no Petrolina Palace Hotel ", convida Hudson, destacando ainda que maiores informações sobre as políticas de descontos e a grade do congresso podem ser acessadas através do site: abopetrolina.org.br ou pelas redes sociais: @abodepetrolina / @ciovasf.

quinta-feira, 27 de junho de 2019

Arcoverde, Itaíba e Buíque devem ganhar novos profissionais do Mais Médicos


             Até esta sexta-feira, dia 28, pelo menos 83 municípios pernambucanos deverão receber 221 novos profissionais do Programa Mais Médicos, entre eles estão as cidades de Arcoverde, Buíque e Itaíba, que receberão 02, 01 e 01 médico, respectivamente. Os médicos foram selecionados pelo Ministério da Saúde que divulgou a lista no último dia 19 de junho. 

A relação faz parte do 18º ciclo do programa. A previsão é que 1.010 Municípios em 26 Estados recebam os profissionais.

No total, foram selecionados 1.975 médicos para atuar na Atenção Primária das unidades de saúde. O edital oferecia 2.149 vagas. De acordo com a pasta, os profissionais devem se apresentar nos Municípios de 24 e 28 de junho para o início das atividades de atendimento à população.

Ainda segundo o ministério, os locais contemplados são de áreas historicamente com maiores dificuldades de acesso, como as ribeirinhas, fluviais, quilombolas e indígenas, e que dependem do atendimento do Sistema Único de Saúde (SUS). Esta fase do ciclo do programa priorizou profissionais formados e que têm registro do Conselho Regional de Medicina do Brasil.

terça-feira, 4 de junho de 2019

Pernambuco registra média de 44,6 acidentes com escorpião por dia

              De janeiro a abril de 2019, em Pernambuco, foram registrados 5.354 acidentes com escorpiões, 878 com abelhas, 425 com serpentes e 119 para aranhas, de acordo com o Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan). Os dados, divulgados pela Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), apontam para uma média de 44,6 caos de picada de escorpião por dia no período. (Veja vídeo acima).

O número é próximo ao registrado nos quatro primeiros meses de 2018, quanto o estado computou 5.648 casos envolvendo escorpiões, com média de 47 casos por dia no período. De janeiro a abril do ano passado, foram também 872 incidentes com abelhas, 340 com serpentes e 118 para aranhas notificados à Secretaria de Saúde.

O envenenamento provocado pela picada por animais peçonhentos, como escorpião, pode ocasionar consequências diferentes em cada vítima e faz parte da Lista de Notificação Compulsória. Isso significa que as unidades de saúde devem informar os casos de acidentes aos serviços de vigilância e controle de zoonoses, facilitando assim ações de prevenção.

A Secretaria de Saúde alerta que, nesse período de chuvas, é mais comum o aparecimento de escorpiões. Os grupos em que são mais registrados casos de ataque por escorpiões são crianças, idosos, trabalhadores da construção civil e donas de casa. O corpo do animal é pequeno e facilmente camuflado.

Entulhos armazenados nas residências e vias são outros atrativos para os escorpiões. Animais, como baratas e insetos, também servem como presas. Para os casos envolvendo serpentes, os mais propícios são os trabalhadores da zona rural do estado.

Através de uma ligação gratuita para o Centro de Assistência Toxicológica de Pernambuco (Ceatox), no telefone 0800 722 6001, é possível conseguir outras orientações, como a unidade de saúde mais próxima, por exemplo. Entre as undiades para tratamento de acidentes com animais peçonhentos no estado está o Hospital Regional Ruy de Barros Correia - Arcoverde (cobra e escorpião).

sexta-feira, 22 de março de 2019

Número de casos de tuberculose cresce 9,28% em Pernambuco

               O número de casos de tuberculose aumentou 9,28% entre 2015 e 2018, em Pernambuco, de acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES). No ano passado, foram confirmados 5.026 casos da doença, 426 a mais que os 4.599 registrados no início da série histórica. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira (21) pelo governo do estado.

A tuberculose mata 1 milhão de pessoas todos os anos no mundo e o tratamento tradicional exige um ciclo de seis meses de antibióticos diários. A doença é causada por uma bactéria altamente transmissível através das vias respiratórias. Os pulmões são os órgãos mais acometidos pela doença. O Dia Mundial de Luta Contra a Tuberculose é celebrado no domingo (24).

Em 2016, os números de tuberculose subiram para 4.577 e, em 2017, para 4.985. O número de mortes causadas pela doença foi de 423 em 2015, diminuiu para 398 em 2016, e em 2017, chegou a 435. O índice de óbitos em 2018 ainda é contabilizado pela SES.

Em crianças, a melhor forma de prevenir a tuberculose é por meio da vacina BCG, oferecida nas unidades básicas de saúde e maternidades. Ela pode ser dada ao nascer ou, no máximo, até a criança ter 4 anos, 11 meses e 29 dias.

Sintomas e tratamento

Entre os sintomas mais comuns da tuberculose está a tosse por mais de três semanas, que pode ser acompanhada por febre durante o dia, suor noturno, emagrecimento, cansaço e fadiga. O diagnóstico pode ser feito na rede pública de saúde, principalmente por meio de um teste conhecido como "exame do escarro".

quinta-feira, 20 de dezembro de 2018

2,4 mil vagas do Mais Médicos ainda precisam ser preenchidas


        Balanço divulgado nesta quinta-feira (20) pelo Ministério da Saúde mostra que 5.846 médicos que se inscreveram no Programa Mais Médicos se apresentaram nas cidades escolhidas ou iniciaram as atividades. Restam 2.448 vagas em 1.177 municípios e 28 Distritos Sanitários Especiais Indígenas (DSEI) para serem ocupadas. Os interessados em participar da seleção para as vagas que não foram preenchidas têm até a sexta-feira (21) para se inscrever no site do programa.

Esses profissionais vão substituir os médicos cubanos que começaram a deixar o país no mês passado. Podem participar da nova chamada apenas os médicos que possuem registro no Brasil (CRM). 

O Ministério da Saúde diz que atualizará o sistema ainda nesta quinta-feira (20) com as vagas disponíveis. Os médicos que decidirem não comparecer mais às atividades devem informar ao município alocado, que comunicará a desistência ao Ministério da Saúde. Aqueles que desistiram ficam impossibilitados de escolher outro município. 

A pasta informa que, ao todo, 10.205 profissionais brasileiros e estrangeiros formados no exterior, sem registro no Brasil, completaram a inscrição de participação no Programa Mais Médicos. O prazo para o envio da documentação dos profissionais encerrou no último domingo (16). As documentações de todos ainda estão em análise conforme edital. 

Caso as vagas não sejam preenchidas nesta segunda etapa, nos dias 27 e 28 de dezembro, os médicos brasileiros formados no exterior terão acesso ao sistema para escolherem as vagas em aberto. Posteriormente, nos dias 3 e 4 de janeiro de 2019, os médicos estrangeiros terão a mesma oportunidade.

O Programa Mais Médicos foi criado em 2013 para ampliar a assistência na Atenção Básica fixando médicos nas regiões com carência de profissionais. O programa conta com 18.240 vagas em mais de 4 mil municípios e 34 DSEIs levando assistência para cerca de 63 milhões de brasileiros.

quarta-feira, 5 de dezembro de 2018

Arcoverde: Saúde libera emenda do Deputado Zeca Cavalcanti para construção da UBSF da Cohab II

           No último dia 30 de novembro, o Ministério da Saúde liberou a segunda parcela da emenda nº 37820007 destinada a construção da Unidade Básica de Saúde da Família na Cohab II, em Arcoverde. A emenda de autoriza do deputado federal Zeca Cavalcanti (PTB) é do ano de 2016 e teve sua primeira parcela no valor de R$ 81.600,00 liberada em março de 2017. 

Nesta nova liberação, ocorrida semana passada, foram depositados no Fundo Municipal de Saúde de Arcoverde, através da Ordem Bancária nº 2018OB845087 a importância de R$ 244.800,00. Com isso, a obra que encontra-se paralisada há mais de quatro meses, deverá ser retomada. Com esta segunda parcela, o Ministério da Saúde já liberou o montante de R$ 326.400,00 referente a obra. A terceira e última parcela, no valor de R$ 81.600,00, será liberada com a conclusão da nova UBSF.
Em sua rede social, o parlamentar trabalhista anunciou a liberação dos recursos e lembrou que outra emenda no valor de R$ 663 mil já está garantida junto ao Ministério da Saúde para a construção de uma outra Unidade Básica de Saúde da Família em Arcoverde. O parlamentar também citou que já garantiu somente para Saúde do município mais de R$ 2 milhões, de um total de mais de R$ 3,2 milhões em emendas. 

"Estamos deixando recursos garantidos para que a prefeitura possa construir uma nova unidade, agora com um valor superior a R$ 600 mil, além de termos garantidos recursos para equipamentos, reformas, custeio e compra da ambulância dos Socorristas, investindo na melhoria da saúde de Arcoverde. Sem esquecer a conquista do curso de Medicina que será um marco na educação e na saúde de toda a região", concluiu o deputado Zeca Cavalcanti. 

PUBLICIDADE

quinta-feira, 29 de novembro de 2018

Cidades em extrema pobreza e áreas indígenas são rejeitadas no Mais Médicos

             Desde a saída dos médicos cubanos do Mais Médicos, o município de Juruá, no interior do Amazonas, vive um cenário de alerta na saúde. "Ficou o caos. Estamos mantendo o auxílio com base em enfermeiros e no único médico que temos, mas que também atende urgência e emergência e não pode ficar em tempo integral", diz a secretária de saúde do município, Nádia Teixeira.

Localizado a 24 horas de distância da capital do estado, Manaus, e com acesso apenas por barco e lancha, a cidade de até 14 mil habitantes tinha até esta quinta-feira (29) três vagas abertas no programa -e nenhum médico interessado em ocupá-las. "Quando vi o edital, já sabia que sairíamos prejudicados. Todo médico que vem aqui só quer ficar por 15 dias ou com salários mais altos", relata.

Além de Juruá, outros 26 municípios ainda não tinham perspectiva de preencher todas as vagas após uma semana das inscrições. Em comum, são municípios de mais difícil acesso e com maior nível de pobreza -fatores que acabaram deixando para que ficassem em último na escolha de profissionais.

Levantamento feito pela Folha de S.Paulo com base em lista do Ministério da Saúde mostra que, até às 18h desta quinta, todas as 151 vagas ainda disponíveis estavam em municípios de perfis 7 e 8 -considerados no edital como áreas de maior vulnerabilidade.

Deste total, 68 vagas estavam em municípios onde 20% da população ou mais apresenta situação de extrema pobreza, com renda inferior a R$ 89 mensais. Já outras 83 ficavam em áreas de Dseis (distritos sanitários indígenas), que até então tinham a maioria dos postos ocupados por médicos cubanos. Excluídos, dois municípios não tinham recebido nenhum médico interessado em ocupar as vagas: caso de Juruá e Jutaí, ambos no Amazonas.

Uma preocupação que se agrava com dados de balanço do Ministério da Saúde. Apesar da corrida inicial por inscrições, desde segunda-feira (26), o percentual de vagas ocupadas no edital do Mais Médicos tem tido pouca variação -de 97% a 98%, o que mostra maior resistência em ocupar vagas nestes locais.

Para representantes das duas prefeituras ouvidas pela Folha, a distância em relação à capital e cidades maiores é o principal impeditivo para escolha das vagas. "Desde que abriram as vagas, ao menos três médicos já entraram em contato comigo pedindo como era a distância", relata Kárita Mendes, secretária de saúde em Jutaí, cidade cujo tempo de deslocamento até Manaus varia de um a quatro dias.

Outro pedido tem sido por aumento: segundo Mendes, os mesmos três profissionais pediram por um pagamento maior -de R$ 11,8 mil, a proposta é que o valor subisse para R$ 20 mil a R$ 30 mil. "Mas não temos como pagar isso", diz.

Segundo Mendes, nos últimos anos, cubanos foram alguns dos poucos que aceitaram se fixar por mais tempo no local. Sem outros médicos na atenção básica após a saída dos estrangeiros, unidades de saúde quase fecharam as portas. Por Natália Cancian, da Folhapress.

quarta-feira, 28 de novembro de 2018

Prefeituras aguardam apresentação de profissionais para o Mais Médicos em PE

          Alguns municípios de Pernambuco presentes em uma lista do Ministério da Saúde com cidades brasileiras onde profissionais do programa Mais Médicos já se apresentaram aguardam o início dos atendimentos. Em ao menos três das quatro cidades mencionadas, no Grande Recife e na Zona da Mata, alguns ocupantes das vagas não se apresentaram às secretarias de saúde.

No Recife, oito dos 13 médicos que devem ocupar as vagas do programa se apresentaram à Secretaria de Saúde (Sesau), mas nenhum deles iniciou as atividades. "A previsão é de que alguns profissionais comecem na segunda [3]", conta a diretora executiva de gestão do trabalho do órgão, Karina Tenório.

Segundo a diretora, o prazo para início dos atendimentos nas unidades de saúde se encerra no dia 14 de dezembro. "Esse é o período que os médicos têm para providenciar o desligamento de outras unidades de saúde. Alguns deles vêm de Juazeiro, na Bahia, e de capitais como Maceió e Alagoas", afirma. Os médicos devem atuar em unidades de saúde nas zonas Norte, Sul e Oeste do Recife.

Em Moreno, na Região Metropolitana do Recife, a médica cubana que atuava na cidade encerrou as atividades na segunda (26). A prefeitura alegou que os médicos do programa devem começar a atuar em dezembro, mas não informou data específica.

Em São Vicente Férrer, o médico Mário Alves foi selecionado para preencher uma vaga no Posto de Saúde da Família Chã do Esquecido, na Zona Rural da cidade. Natural de João Pessoa, ele tem família materna no município pernambucano. “Pretendo completar o ciclo de três anos do programa aqui”, diz o profissional, graduado há quatro anos.

A médica cubana que atuava no município estava de férias no momento em que Cuba anunciou que deixaria o programa brasileiro. "Como ela se casou com uma pessoa aqui no Brasil, ela nos disse que vai tentar o Revalida para permanecer aqui", afirma Morgana Cavalcanti, coordenadora da Atenção Básica do município.

A prefeitura de Carpina, na Zona da Mata, informou que a situação dos médicos do programa, no município, deve estar regularizada até a sexta-feira (30). Do G1PE

segunda-feira, 19 de novembro de 2018

Governo publica nesta terça edital com vagas para o Mais Médicos


          O ministro da Saúde, Gilberto Occhi, disse nesta segunda-feira (19) que o governo vai publicar na terça (20), no "Diário Oficial da União", edital com cerca de 8,5 mil vagas para o Mais Médicos. As vagas serão abertas, segundo o ministro, para médicos brasileiros e estrangeiros formados no Brasil.

Ainda de acordo com Occhi, o presidente Michel Temer determinou que o país tenha o menor impacto possível com a saída de médicos cubanos do programa. Na semana passada, o governo cubano anunciou que deixaria o Mais Médicos e citou "referências diretas, depreciativas e ameaçadoras" feitas pelo presidente eleito Jair Bolsonaro em relação à presença dos médicos cubanos no Brasil.

Occhi disse que, no edital, constará a lista dos municípios onde serão abertas as vagas. Ele discursou em um evento em Brasília, com prefeitos e vereadores, chamado de "Encontro dos Municípios", do qual participou também o presidente Temer.

"Amanhã esse edital estará publicado no 'Diário Oficial da União', inclusive com a vaga de todos os municípios brasileiros, sejam vagas urbanas ou rurais ou distritos indígenas. Queremos algo em torno de 8,5 mil vagas, que serão disponibilizadas para médicos brasileiros e estrangeiros formados no Brasil, com CRM, conforme prevê a lei", afirmou o ministro.

Ele disse que na semana que vem será publicado um novo edital, com as vagas que não foram preenchidas, desta vez aberto também para médicos brasileiros e estrangeiros formados no exterior. Segundo Occhi, os cubanos que quiserem ficar no país poderão participar.

O ministro também informou que vem fazendo reuniões com o ministro da Educação, Rossieli Soares, para agilizar o Revalida, exame aplicado para médicos formados no exterior que pretendem exercer a profissão no Brasil.

Com a saída dos profissionais cubanos do Mais Médicos, cerca de 600 municípios brasileiros podem ficar sem nenhum médico da rede pública a partir do dia 25 de dezembro, segundo o Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems). Atualmente, cerca de 8,2 mil profissionais do país caribenho participam do Mais Médicos.

domingo, 18 de novembro de 2018

Saúde de Itaíba leva campanha Novembro Azul para comunidade quilombola


          Nesta segunda-feira (19), os moradores da comunidade quilombola do Lagoa do Bento e região, zona rural de Itaíba, vão receber a caravana da Secretaria de Saúde do município com a campanha do “Novembro Azul” de prevenção ao câncer de próstata. O evento, feito em parceria com o Projeto Social Avança Lagoa do Bento acontece a partir das 08h na Unidade Básica de Saúde da Família da comunidade.

Segundo a agente comunitária de saúde da comunidade quilombola, Erilda Leal, estão sendo convidados todos os homens da região para participar do evento que contará com diversos serviços de saúde, além de palestras sobre a campanha do “Novembro Azul”.

Novembro Azul é uma campanha de conscientização realizada por diversas entidades no mês de novembro dirigida à sociedade e, em especial, aos homens, para conscientização a respeito de doenças masculinas, com ênfase na prevenção e no diagnóstico precoce do câncer de próstata.

Com a campanha, segundo o Secretário de Saúde, Pedro Teotônio, “pretende-se alertar também as comunidades rurais para a realização dos exames que podem detectar o câncer de próstata em estágio inicial, pois muitos homens com idade a partir de 45 anos ainda relutam em seguir as recomendações do rastreamento”.

O câncer de próstata é o tipo mais comum entre os homens brasileiros, atrás apenas do câncer de pele. Anualmente, o país registra cerca de 68 mil novos casos e 13 mil mortes causadas pelo tumor.  Falta de informação, preconceito e vergonha são algumas das razões que levam o público masculino a deixar de lado procedimentos simples, rápidos, indolores e fundamentais para identificar a doença em estágio inicial. O tratamento para quem identifica precocemente o câncer de próstata chega a índice de cura de até 90%.

PUBLICIDADE