quarta-feira, 12 de junho de 2019

Pernambuco registra crescimento industrial maior que o Nordeste


            Pernambuco registrou crescimento de 8,3% na produção industrial na passagem de março para abril deste ano, a maior alta do País, superando a média nacional, de 0,3%, e também acima do crescimento do Nordeste (6,1%). Os dados são da pesquisa industrial mensal da produção regional, divulgada ontem (11) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Para o coordenador do Núcleo de Economia da Federação das Indústrias de Pernambuco (Fiepe), Cezar Andrade, o desempenho positivo da indústria local deve ser comemorado, mas dentro de um contexto ainda moderado. “No acumulado deste ano, de janeiro a abril, comparado com o mesmo período de 2018, a variação ainda é negativa em 1,1%. De todos os Estados que apresentaram queda no acumulado, Pernambuco teve a menor.” 

Cezar Andrade explicou que o crescimento de 8,3% entre março e abril deste ano mostra uma tendência de recuperação, e se deve, principalmente, aos setores de borrachas e plásticos; alimentos e bebidas. “A produção de bolos e doces para o período junino e a fabricação de componentes para o polo automotivo de Goiana explicam o avanço desses segmentos”, diz Cezar.

O desempenho local da indústria não foi melhor pela queda expressiva do segmento de transporte (excetuando a produção de veículos), que engloba a indústria naval. Com a falta de encomendas de navios pela Petrobras, os estaleiros locais amargam queda de 36,2% no acumulado do ano e -59,4% em abril de 2019, comparado com abril de 2018. 

Em todo Brasil, houve crescimento em dez dos 15 locais pesquisados pelo IBGE. Seguindo Pernambuco, vêm a Bahia (7,4%) e a Região Nordeste, que congrega os dados dos nove Estados (6,1%).

Postar um comentário

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Start typing and press Enter to search