quarta-feira, 29 de maio de 2019

Operação nacional prendeu 23 pessoas em Pernambuco

          Policiais civis participaram nesta terça-feira (28) da Operação Cronos II que aconteceu em 21 estados e no Distrito Federal, e cumpriram 23 mandados de prisão. A ação policial tinha como objetivo prender autores de homicídios e feminicídios.

A operação foi coordenada pelo Conselho Nacional de Chefes de Polícia Civil (CONCPC) com o apoio do Ministério da Justiça e Segurança Pública e foi monitorada do Centro Integrado de Comando e Controle Nacional (CICCN), em Brasília.

Em Garanhuns, no Agreste de Pernambuco, duas pessoas foram presas no âmbito da operação. Manoel da Silva Costa, mais conhecido como Nino, e Rogéria Araújo Costa, conhecida como Neguinha, são suspeitos de assassinar um homem no dia 9 de maio de 2019. De acordo com a Polícia Civil, os dois foram as últimas pessoas a estarem com a vítima no dia do assassinato.

A polícia informou que Manoel e Rogéria, que são irmãos, negaram qualquer envolvimento no crime, mas deram versões contraditórias em seus depoimentos. O suspeito foi encaminhado para o Presídio de Garanhuns e a suspeita para o Presídio feminino de Buíque, também no Agreste pernambucano.


A operação denominada Cronos II é a segunda fase da ação que foi desencadeada em agosto de 2018. Na época, mais de mil pessoas foram presas em todo o país e 75 adolescentes foram apreendidos. A ação contou com aproximadamente 6,6 mil policiais civis. A operação surgiu após uma reunião do Conselho Nacional dos Chefes de Polícia Civil, em julho deste ano.

Postar um comentário

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Start typing and press Enter to search