terça-feira, 2 de abril de 2019

Flavio Bolsonaro apaga tuíte no qual dizia para o Hamas "se explodir


                   Não durou nem uma hora a provocação do senador Flavio Bolsonaro (PSL-RJ) ao grupo extremista Hamas, responsável por explosões e ataques a Israel na luta pela independência da Palestina. O senador compartilhou em sua conta pessoal no Twitter uma reportagem sobre o fato do grupo extremista ter repudiado a visita do presidente Jair Bolsonaro a Israel e afirmou:  

— Quero que vocês se EXPLODAM!!!

Mas acabou deletando o tweet. A crítica do Hamas à visita do presidente ao Muro das Lamentações e também ao anúncio da abertura de um escritório comercial em Jerusalém foi feita via nota no site da organização:   

— O movimento Hamas condena veementemente a visita do presidente brasileiro Jair Bolsonaro à ocupação israelense como um movimento que não apenas contradiz a atitude histórica do povo brasileiro, que apoia a luta pela liberdade do povo palestino contra a ocupação, mas também viola as leis e normas internacionais. 

Antes mesmo desse tweet, os generais do governo Bolsonaro já vinham se mostrando preocupados com as declarações nas redes sociais relacionadas ao Hamas. Provocar um grupo extremista é tudo o que o Brasil não precisa neste momento, avaliam militares. 

Postar um comentário

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Start typing and press Enter to search