sexta-feira, 22 de fevereiro de 2019

Arcoverde: Zirleide realiza 'blitz' em várias unidades de saúde e falta de remédios é padrão


           Durante a quinta (21) e sexta-feira (22), a vereadora Zirleide Monteiro (PTB) realizou uma verdadeira ‘blitz’ em várias Unidades Básicas de Saúde da Família da cidade de Arcoverde. A meta era confirmar o que disse recentemente a prefeita Madalena Britto (PSB) em matéria publicada no site oficial da prefeitura de que os postos estão funcionando normalmente. Em grande parte deles, o que a vereadora encontrou difere da propaganda oficial.

Foram visitadas as Unidades Básicas de Saúde da Família Vila São Jose e Carlos Bradley, no São Geraldo; Aneide Fernandes, na Cohab I;   , na Cohab II e Dr. José Cavalcanti Alves, no São Cristóvão. Na maioria deles os problemas variam desde a falta de medicamentos, a carência de médicos e ausência de odontologistas.

Na UBSF Vila São José, localizado no bairro do São Geraldo, há mais de uma semana que o equipamento do gabinete odontológico está quebrado, prejudicando o atendimento aos moradores, que também não tem médico a uma semana. Assim como foi identificado nas UBSF Mária Eulália e Universitário, na unidade também faltam medicamentos básicos. Foi possível ver caixas vazias e prateleiras já sem as caixas e sem remédios.


Ainda no São Geraldo, a UBSF Dr. Carlos Bradley estava sem nenhum atendimento na quinta-feira. Alegou-se que teve uma reunião mensal e após ela todos foram liberados. A farmácia estava fechada na quinta-feira e na sexta a funcionária responsável estava se folga. Não foi liberado à vereadora o acesso as requisições dos exames.

Na outra unidade visitada pela vereadora Zirleide Monteiro, desta vez na Cohab I, na UBSF Aneide Fernandes, a farmácia estava fechada e há duas semanas que não tem atendimento odontológico. Os médicos só atendem nas terças e quintas-feiras, pela manhã; nos demais dias a população fica totalmente desassistidas. A unidade só tinha uma servidora que não soube informar sobre as requisições de exames.

No São Cristóvão, na UBSF Dr. José Cavalcanti Alves, a vereadora disse ter encontrado a unidade mais organizada. Segundo Zirleide Monteiro “a médica atende de segunda a quinta-feira, mas anda vamos verificar esse atendimento de perto, pois quando chegamos a unidade já era 17h. informaram ainda que todas as requisições de exames foram encaminhadas para a central de regulação para serem marcados. Vamos ver quando é que serão feitos, esse é o problema”.

Por fim, na UBSF da Cohab II, a vereadora Zirleide Monteiro encontrou a unidade completamente fechada. Segundo os moradores, a unidade de saúde sempre fecha cedo, porque o local é considerado uma área de risco, por causa da violência.

“Infelizmente, o retrato que encontramos nas unidades básicas de saúde da prefeitura de Arcoverde, na pasta que é comandada pela filha da prefeita, não é a ‘belezura’ que se vende nas propagandas, que se posta nas redes sociais e nas páginas oficiais da prefeitura. Faltam médicos, odontologistas, remédios, exames encalhados a até 4 anos, equipamentos quebrados e tudo o mais que em nada justifica a saúde de Arcoverde ser exemplo de modelo de gestão”, concluiu Zirleide Monteiro.



Postar um comentário

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Start typing and press Enter to search