terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

Arcoverde: Zirleide cobra pagamento do piso dos agentes de saúde e de endemias

             Em pronunciamento na noite desta segunda-feira (18), durante a sessão ordinária da Câmara de Vereadores, a vereadora oposicionista Zirleide Monteiro (PTB) cobrou da prefeita Madalena Britto (PSB) o pagamento dos salários atrasados dos Agentes Comunitários de Saúde e dos Agentes Comunitários de Endemias, além do pagamento do novo piso salarial das categorias, que é desde janeiro, R$ 1.250,00. Hoje já é dia 19 de fevereiro e os agentes ainda estão sem seus salários de janeiro.

Em sua fala, a parlamentar trabalhista lembrou a lei que definiu o novo piso dos ACS/ACE a ser pago este ano com base na Lei Federal 13.708/2018 que elevou o valor do Piso Nacional dos agentes de saúde comunitários (ACS) e também dos Agentes de Endemias para R$ 1.550,00 seguindo o escalonamento de: R$ 1.250,00 em 2019, R$ 1.400,00 em 2020 e R$ 1.550,00 em 2021. A vereadora lamentou informações de que a prefeitura não pretende pagar o novo piso aos agentes de endemias.

"O que mais me assombra é saber que, nos porões da Secretaria de saúde, aonde quem manda é a filha da prefeita, teriam dito aos agentes de endemias que eles não teriam direito. Mentira! Tem direito tanto quando os ACS. Não pagar é transgredir a lei e não creio que a senhora prefeita vá fazer isso justamente com aqueles que primeiro vestiram sua camisa em 2012, com direito a foto ao lado da vereadora Luiza, e até hoje esquecidos. Prometeram na época a efetivação, passou o tempo e perdeu-se a oportunidade. Mais um na lista dos enganados pela prefeita", afirmou Zirleide Monteiro. 

Ela lembrou que recentemente, em Lajedo, Agreste de Pernambuco, mas precisamente no dia 14 de fevereiro, a Câmara de Vereadores aprovou projeto de lei do executivo regulamentando no âmbito municipal o reajuste salarial do Piso Nacional dos ACS e ACE, os agentes de Endemias. "Esperamos que a senhora prefeita reconheça o trabalho desses agentes e não os deixe de fora do reajuste garantido por lei, porque se assim o fizer, vamos ao Ministério Público cobrar as devidas providências", concluiu.


Postar um comentário

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Start typing and press Enter to search