quinta-feira, 3 de janeiro de 2019

Atraso do governo Paulo Câmara pode deixar agricultores sem o garantia safra


          O Garantia-Safra 2017/2018 que beneficiaria 120 mil famílias pernambucanas do Agreste ao Sertão, já se dá como perdido, diante do não pagamento da contrapartida do governador Paulo Câmara (PSB). O Governo de Pernambuco está atrasado com o programa há vários meses.


Para piorar a situação, fontes revelam que o Governo Federal também tornará os estados inadimplentes inabilitados para o Programa, safra 2018/2019.

A informação confirma a desconfiança da população que reclama de não ter chegado ainda no IPA e secretarias de agricultura municipais, os boletos de suas contra-partidas.

No Estado, são 120 mil famílias atendidas pelo Programa que poderão perder as parcelas pelas quais pagaram sua contrapartida. O valor que já foi pago pelos safristas do Agreste ao Sertão é entorno de R$ 2.040.000,00. Já as prefeituras investiram em suas contrapartidas o valor de R$ 6.120.000,00 para garantir o benefício aos agricultores.

O governo Paulo Câmara (PSB) deixou de pagar R$ 12.240.100,00, desobedecendo os três prazos estabelecidos pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário – MDA (05/07, 20/11 e 21/12), gerando um prejuízo entorno de R$ 103.200.000,00 aos beneficiários em todo o Estado.

Para vários representantes de sindicatos rurais, o fato é lamentável e vai prejudicar milhares de pequenos produtores devido a desatenção e irresponsabilidade do governo do Estado que, com isso, agrava ainda mais a situação de homens e mulheres que vivem no campo, principalmente diante de uma seca que castiga a todos há mais de 7 anos. Com informações de Charles Araújo.

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Start typing and press Enter to search