terça-feira, 11 de dezembro de 2018

Ministro Marco Aurélio negou prisão de Aécio Neves pedida pela PF

Fazendo valer o ditado que pau que bate em Francisco não necessariamente bate em Chico, o ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF) que autorizou as diligências realizadas, nesta terça-feira (11), pela Polícia Federal na Operação Ross negou o pedido para que o senador Aécio Neves (PSDB) fosse preso. 

Deve ser mesmo desnecessário, afinal o senador é acusado apenas de ter recebido$ 109 milhões em propina entre os anos 2014 e 2017. O dinheiro era repassado por meio de notas frias emitidas por empresas indicadas pelo senador, segundo indícios apontados pelos investigadores.

Afinal, não é um duplex de R$ 1,3 milhão e nem depósitos de R$ 1,2 milhão para assessor e motorista do filho. Ah! Esse também não foi preso. Tá explicado!

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Start typing and press Enter to search