sexta-feira, 14 de dezembro de 2018

Assembleia cria mais três cargos para deputados estaduais


         Sem alarde, a Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) criou mais três cargos na mesa diretora do órgão, a serem ocupados por deputados na nova legislatura, a se iniciar em fevereiro de 2019.

Por resolução, foram criados os cargos de quinto, sexto e sétimo suplentes da mesa diretora.

Os deputados que forem eleitos por seus pares para estas funções participam das reuniões da mesa, ajudando a definir assuntos administrativos da Casa e a gestão do orçamento. Daí a importância da função.

Os cargos de suplente, apesar de não terem funções específicas, são usados para acomodações políticas na eleição da mesa diretora.

A escolha será realizada no mesmo dia da posse dos deputados eleitos, em fevereiro.

“Alguém quer disputar uma função na mesa de secretário, não consegue apoio, mas o grupo dá essa vaga de suplente como prêmio de consolação”, informa uma fonte, sob reserva.

Até 2014, a mesa diretora não tinha suplentes. Na época, foram criadas quatro vagas na gestão de Guilherme Uchôa (PSC). Agora, por resolução, se criaram mais três vagas de suplentes da mesa.

A definição já foi publicada no Diário Oficial, pela Resolução 1558, de 5 de dezembro de 2018.

A proposta foi do próprio presidente da Alepe, deputado Eriberto Medeiros (PP), que comanda as articulações para a eleição da mesa diretora. Eriberto é, até agora, candidato único a presidência.

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Start typing and press Enter to search