quarta-feira, 7 de novembro de 2018

Senado aprova reajuste de 16,38% para ministros do STF


         O Senado aprovou nesta quarta-feira, 7, projeto que concede um reajuste de 16,38% ao salário dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). O reajuste foi dado inicialmente em 2015 pela Câmara dos Deputados e a então presidente Dilma Roussef (PT) anunciava que não ia conceder. Após isso, desencadeou-se o impeachment da presidente.

Polêmico, o projeto aprovado por 41 votos a 16 pode desencadear o chamado efeito cascata em todo o Judiciário, já que os vencimentos dos ministros servem de referência como teto para demais salários de servidores públicos, inclusive dos senadores, deputados federais, deputados estaduais e até vereadores.

Segundo cálculos das consultorias de Orçamento da Câmara dos Deputados e do Senado, a proposta implicará gasto adicional total de 4 bilhões de reais em 2019 aos cofres públicos, devido ao reajuste em cascata dos salários em decorrência do aumento para os ministros do Supremo.

Logo após a aprovação do aumento de salário dos magistrados do Supremo, senadores também aprovaram um projeto semelhante que concede reajuste de 16,38 por cento aos vencimentos da Procuradoria-Geral da República.


Postar um comentário

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Start typing and press Enter to search