quinta-feira, 22 de novembro de 2018

Bolsonaro nega ter chamando pernambucano para Ministério da Educação


              O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) utilizou sua conta no Twitter para negar que tenha convidado o pernambucano e educador Mozart Neves Ramos para ser o futuro Ministro da Educação. Sem citar nome, Bolsonaro disse: ''Informo que até o presente momento não existe nome definido para dirigir o Ministério da Educação”.

Mais cedo, o próprio instituto Ayrton Senna, do qual Mozart é diretor, informara que o educador não fora convidado por Bolsonaro. Os dois devem se reunir nesta quinta-feira (21) e nada será estranho se o presidente eleito voltar atrás novamente e confirmar Mozart Neves como Ministro da Educação.

Mozart não é adepto do projeto batizado de Escola sem Partido, tampouco se opõe a discussões em sala de aula sobre gênero. Ele foi secretário de Educação de Pernambuco durante o governo Mendonça Filho (DEM), em 2006, e Reitor da Universidade Federal de Pernambuco.

Antes da negativa de Bolsonaro, seus apoiadores no Congresso torceram o nariz para a hipótese de nomeação de Mozart. Não é o que os apologistas do capitão desejam.

Postar um comentário

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Start typing and press Enter to search