terça-feira, 6 de novembro de 2018

Arcoverde fecha mais de 200 postos de trabalho em setembro


            Às vésperas da chegada do final do ano, os números do desemprego só aumentam em Arcoverde segundo revelou o Cadastro Geral de Emprego e Desemprego (Caged) do Ministério do Trabalho e Emprego referente ao mês de setembro. Neste mês foram fechados 204 postos de trabalho em Arcoverde. Foram demitidas 349 pessoas e contratadas apenas 145. Os números representam um aumento de mais de 800% em relação ao mês de agosto e 217% a setembro do ano passado.

Segundo os dados do Caged, a área de serviços foi a que mais demitiu em setembro passado em Arcoverde, com o desligamento de 184 trabalhadores. Logo em seguida vem a construção civil com 24 postos de trabalho fechados e o comércio com menos 09 postos de trabalho. Somente na área de serviços as demissões foram de 260 trabalhadores contra apenas 76 admissões. A construção civil, por sua vez, contratou apenas 05 trabalhadores e demitiu 29. O comércio, que liderava a força de trabalho em outros tempos, contratou 45 funcionários, mas demitiu outros 54.

Dentre as funções que mais demitiram na área de serviços estão a de faxineiro com menos 43 trabalhadores e assistente administrativo com menos 44. Em terceiro vem a função de vigia e contínuo com 21 postos fechados, cada um. No comércio o que mais fechou postos de trabalho foi a de vendedor com menos 07 vagas.

No ano, o número segue negativo com um saldo de menos 23 postos de trabalho. Segundo o Caged, foram 1.525 admissões contra 1.548 demissões de janeiro a setembro deste ano. Em 2017, no mesmo período, o número ficou também negativo, com menos 79 postos de trabalho.

Em 12 meses, a sombra do desemprego pesa ainda mais no mercado de trabalho de Arcoverde, com um saldo negativo de 178 vagas fechadas. Foram 3.485 demissões contra 3.307 contratações.


Postar um comentário

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Start typing and press Enter to search