segunda-feira, 26 de novembro de 2018

Arcoverde: Cocar e CEPE lançam programação da Feira Literária do Sertão


             A segunda edição da Feira Literária do Sertão (Felis) será realizada entre os dias 29 de novembro e 02 de dezembro em Arcoverde, no Sertão pernambucano. A programação oficial do evento - uma realização do Coletivo Cultural de Arcoverde (Cocar) e da Companhia Editora de Pernambuco (Cepe) - foi divulgada nesta segunda-feira (26) durante coletiva de imprensa no Espaço Cultural CINA, no Centro Comercial Regional de Arcoverde (Cecora).

Participaram da coletiva o vice-presidente do Cocar, Kléber Araújo, o presidente da Companhia Editora de Pernambuco, Ricardo Leitão, a secretária de educação de Arcoverde, Ladjane Pereira, representantes do setor gastronômico e da imprensa local.

Neste ano, diferente da primeira edição em 2016, a Felis contará com programação durante quatro dias ao invés de apenas um. Todos os shows, lançamentos de livros, rodas de diálogos, palestras e demais ações do evento serão realizadas na Arena Cultural, que estará montada na Praça Winston Siqueira (antiga Virgínia Guerra), no Centro de Arcoverde.

"Nós vamos receber escritores, declamadores, músicos e artistas de Arcoverde e de outros municípios de Pernambuco, além da Paraíba, da Bahia e do Rio Grande do Norte. Buscando atender uma demanda de poetas, cordelistas, escritores e do público que busca pela literartura, nós faremos dessa segunda edição da Felis um evento mais integrado com a sociedade e com outras linguagens culturais, como a gastronomia. Além disso, também haverá um espaço dedicado ao público infantil, que é a Felisinho", destacou Kleber Araújo. Serão oferecidas oficinas, contação de histórias, teatro infantil, entre outras atividades, para os leitores mirins até o domingo.

A Felis Gastrô ficará sob o comando de restaurantes locais que prepararam pratos exclusivos para o evento - alusivos aos grandes escritores da literatura brasileira - como a cafeteria Don Preto (prato em homenagem a Patativa do Assaré, com filé suíno, purê de batata doce, farofa crocante, ervas finas e cebola caramelizada); a Livraria Lira Cultural (prato em homenagem a "Vidas Secas" de Graciliano Ramos que foi batizado de "Baleia no Pote" - uma releitura do cachorro quente no pote, substituindo a carne de cachorro quente por carne de bode); o Mandacaru Lounge Bar (prato em homenagem a Silvério Pessoa "Religiosidade Popular" -  com cordeiro ao forno, mel, especiarias e inhame); o Ouroboros (sanduíche em homenagem a Ariano Suassuna com cordeiro de sol na nata, servido com especiarias, no pão pita) e o restaurante Sabor do Campo (prato em homenagem a "Os Sertões" de Euclides da Cunha - com piaba crocante e farofa de ovos).

Outro destaque é que nesta edição da Felis também haverá a participação dos segmentos educacionais, como os estudantes das escolas municipais, escolas estaduais e da Autarquia de Ensino Superior de Arcoverde (Aesa).

"A Felis se desenha dessa forma e estamos otimistas de que teremos um público compatível com o esforço que está sendo empreendido para realizar esta ação que será uma das maiores que o Cocar já realizou em Arcoverde, enfocando a área literária", enfatizou Kleber Araújo.

A secretária de educação de Arcoverde, Ladjane Pereira, contou que ficou encantada quando conheceu o projeto da Feira Literária do Sertão. Ela também reforçou que literatura é resistência e também contou que a abertura da Felis contará com a participação de uma aluna da rede municipal - que vem se destacando em concursos de leitura e incentivo à leitura - Maria Eduarda. Ela vai participar de um momento de leitura na quinta-feira (29), primeiro dia da Felis.

O jornalista Ricardo Leitão, presidente da Companhia Editora de Pernambuco (Cepe), falou sobre os trabalhos desenvolvidos pela empresa, entre eles a realização de feiras literárias em municípios como Olinda, Caruaru e Garanhuns.
"Até essa nossa parceria com o Cocar, ainda não tínhamos nenhuma feira literária sendo apoiada pela Cepe no Sertão. Quando conhecemos o projeto da Felis, vimos que poderíamos dar um apoio maior para que a Feira de consolide e cresça", contou Ricardo, dando ainda a boa notícia de que o apoio da Cepe à Felis será para que o evento seja realizado anualmente e não apenas de dois em dois anos, como vinha acontecendo.

Segundo Leitão, a Felis vai crescer e atrair - a cada edição - mais e mais pessoas. "Para nós da Cepe é uma grande alegria poder participar de um evento em Arcoverde - numa região que é uma grande referência cultural".

Durante a coletiva, Ricardo Leitão também falou como os autores podem fazer para publicar livros pela CEPE, além de anunciar para a Felis 2019 um prêmio para os estudantes da rede pública que escreverem as melhores redações ao longo do ano.
FELIS 2018 - DE 29/11 A 02/12
PROGRAMAÇÃO:

Quinta (29/11)
 15:00h  Oficina Literatura de Cordel - Dulce Lima, Neide Nascimento
 19:30h  Abertura
             Leitura - Maria Eduarda
 20:00h  Espetáculo Cantigas do Sertão para Voar - Grupo Eleanor
 20:45h  Lançamento de Livro - Flávio Magalhães
 21:00h  Apresentação - Kelly Rosa, Noé Lira
 
Sexta (30/11)
 09:00h Palestra “Literatura Infantil em Pauta” - Cordenadores de Escolas
 16:00h Abertura Feira
 17:00h Dialogo  Práticas para o desenvolvimento da Leitura
             Café Literário ETE - Escola Tècnica Estadual de Arcoverde , Sec. Educação Arcoverde,  ACA-Associação Comercial de Arcoverde,  SAPECAS (Sociedade dos Poetas, Escritores, Compositores e Artistas de Sertânia)
 18:30h Declamação e Música - Estudantes Letras
 19:30h  Diálogo Religiosidade Popular - Palestra-Silvério Pessoa
 21:00h  Lançamento - Palestra Efigênio Moura (PB), Mediação Ícaro Tenório
 21:30h  Apresentação Musical - Haidee e convidados locais

Sábado (01/12)
 16:00h Abertura Feira
 16:30h Dialogo “Mulher na Literatura, Silenciamento Histórico da representatividade (Coord. Mulheres PMA)
 17:30h  Dialogo O Feminino em Nós  - Virginia Leal, Nuno Kemballi, Andrea Campos
 19:00h  Lançamento de Livros - Nuno Kemballi, George Silva, Manoel Modesto, Uraniano Mota
 19:30h Lançamento-Palestra - Estranha Beleza (Gustavo Felicíssimo)
 20:00h Encontro Repente-Rap-Slam - Bell Puã, Nix La Marge, MC Laranjão. Markinho Leite
 21:30h Apresentação Cultural - Josildo Sá
 
Domingo (02/12)
  12:00-14:00    Festival de Violeiros
*Lidio Vaz e Antonio José
*Maximino Bezerra e Rinaldo Aleixo
*Damião Enézio e Cicero de Souza
*Luis Ferreira e José Bartolomeu
 16:00h   Abertura Feira
 16:30h   Lançamento - George Silva
 18:30h   Apresentação Cultural-Coco Raizes, Banda de Pifano, Chorinho Roda 4
 20:00h   Encerramento

FELISINHO-PROGRAMAÇÃO
 
QUINTA (29/11)
 15:00h  Oficina Literatura de Cordel Dulce Lima, Neide Nascimento (APPTA-Associação dos Poetas e Prosadores de Tabira)
 
Sexta (30/11)
 15:00h  Oficina Fabrincando Grupo Riso da Terra
 15:00h  Outras Palavras - Alunos Rede Municipal
 16:30h  A Passagem Secreta Susana Morais
 17:30  Tapete Voador - As Contadoras de Histórias  Alunos
 18:00h  Apresentação Cultural
  
Sábado (01/12)  
 15:00h Oficina Fabrincando Grupo Riso da Terra
 16:30h Alexandre Revoredo Contação de Histórias
 17:30h Jogos e Brincadeiras Populares  Alunos AESA
 18:00h Tempo de Flor Grupo Pé de Vento
 
Domingo (02/11)  
 09:00h  Oficina Fabrincando Grupo Riso da Terra
 09:00h Oficina samba de Coco  Valete Sena
 16:00h  A história do Barquinho Grupo Muvuka de Teatro
 18:30h  Cortejo Oficina Fabrincando Grupo Riso da Terra
  
OFICINA FABRINCANDO
De Sexta (30/11) a domingo (02/12)

15:00-18:00h
Oficina teoria e Prática
Realização de Brincadeiras Populares, Bolhas Gigantes, Construção de brinquedos e provocações sobre o brincar. A Oficina, direcionada à criança de 06 a 12 anos, será concluída com um cortejo dos participantes com os brinquedos e instrumentos FABRINCADOS durante as atividades. OFICINEIROS: Grupo RISO DA TERRA, Estudantes AESA.

DOMINGO - 09:00H
Cortejo

OFICINA DE LITERATURA DE CORDEL
Quinta (29/11)
Horários: 16:00-18:30h
Oficina teoria e prática
Entender um pouco  da história, função social, primeiros cordelistas e sua importância como Patrimônio  Cultural e Imaterial do Brasil e produção de um Cordel Coletivo.

OFICINEIROS
Maria Dulce de Lima, Neide Nascimento (Associação dos Poetas e Prosadores de Tabira).
Viva Arcoverde! Viva a Literatura, a Cultura e a Arte de Arcoverde. Viva a FELIS! Viva o Cocar!

Reportagem: Zalxijoane Lins, com informações do Cocar.
Fotos: Cortesia/Amannda Oliveira.

Postar um comentário

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Start typing and press Enter to search