quarta-feira, 3 de outubro de 2018

Datafolha: Bolsonaro sobe quatro pontos e chega a 32%


             O candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, cresceu quatro pontos percentuais desde sexta-feira e chegou a 32% das intenções de voto, segundo o Datafolha. Fernando Haddad (PT) permanece em segundo lugar, mas oscilou um ponto negativamente e agora tem 21%. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. Veja os números da pesquisa:

Jair Bolsonaro (PSL): 32%
Fernando Haddad (PT): 21%
Ciro Gomes (PDT): 11%
Geraldo Alckmin (PSDB): 9%
Marina Silva (Rede): 4%
João Amoêdo (Novo): 3%
Henrique Meirelles (MDB): 2%
Alvaro Dias (Podemos): 2%
Cabo Daciolo (Patriota): 2%
Guilherme Boulos (PSOL): 0%
João Goulart Filho (PPL): 0%
Eymael (DC): 0%
Vera Lúcia (PSTU): 0%
Branco/nulos: 8%
Não sabe/não respondeu: 5%

Os entrevistadores do Datafolha foram a campo nesta terça-feira, três dias após as manifestações contra Bolsonaro que aconteceram pelo país, organizadas por mulheres e convocadas pelas redes sociais com a hashtag #Elenão. Em resposta ao movimento, apoiadores do candidato do PSL fizeram atos em diversos estados no sábado e no domingo.

Os números do Datafolha mostram que Bolsonaro cresceu seis pontos entre as mulheres (passou de 21% para 27%) e agora está na frente de Haddad, que tem 20%. No Sudeste, o candidato do PSL passou de 31% para 36%, enquanto no Sul saiu de 35% para 44%.

SEGUNDO TURNO
Nos cenários de segundo turno, Bolsonaro agora aparece em empate técnico, mas com vantagem numérica sobre Haddad: 44% a 42%. Na simulação feita na semana passada, o petista estava na frente, com 45%, contra 39% do capitão da reserva.

Bolsonaro também melhorou o desempenho nos confrontos contra Alckmin (perdia por 45% a 38%; agora o tucano tem 43% contra 41% do candidato do PSL, o que configura empate técnico). Contra Ciro, o empate técnico está no limite da margem de erro (46% para o pedetista, contra 42% de Bolsonaro). Na sexta-feira, Ciro aparecia com vantagem de dez pontos percentuais (48% a 38%).

REJEIÇÃO
A rejeição a Haddad cresceu nove pontos e chegou a 41%. O índice ainda é menor que o do Bolsonaro, mas foi reduzido a uma distância curta: 45% dos eleitores rejeitam o candidato do PSL, o que representa uma oscilação negativa de um ponto na comparação com os resultados de sexta-feira. Veja os números:

Bolsonaro: 45%
Haddad: 41%
Marina: 30%
Alckmin: 24%
Ciro: 22%
Meirelles: 15%
Boulos: 15%
Cabo Daciolo: 14%
Alvaro Dias: 13%
Vera: 13%
Eymael: 12%
Amoêdo: 12%
João Goulart Filho: 11%
Rejeita todos/ não votaria em nenhum: 3%
Votaria em qualquer um/ não rejeita nenhum: 1%
Não sabe: 4%

O Datafolha ouviu 3.240 eleitores nesta terça-feira. A pesquisa foi contratada pelo jornal "Folha de S. Paulo" e está registrada com o número BR-03147/2018. O nível de confiança é de 95%.

Postar um comentário

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Start typing and press Enter to search