quinta-feira, 27 de setembro de 2018

Vereadora Zirleide diz que prefeita deveria trabalhar ao invés de criar notícias fantasiosas


           Na semana passada a vereadora Zirleide Monteiro (PTB) criticou o abandono do residencial Maria de Fátima por parte da prefeitura e de imediato o líder do governo, Everaldo Lira (MDB), disse que uma força tarefa estava no local. Esta semana a vereadora desmentiu o líder governista dizendo que o conjunto habitacional continuava abandonado.

Na sessão da última segunda-feira, a vereadora criticou a prefeita que “se arvora de mãe da faculdade de Medicina, quando todos sabem que é conquista do deputado federal Zeca Cavalcanti” e esquece de cumprir suas obrigações. Zirleide também criticou a prefeita que nega as emendas e ações dos deputados Zeca e Júlio e do senador Armando Monteiro, candidato a governador de Pernambuco.

“soubemos que a prefeita na pequenez da política que pratica, disse que o deputado Zeca não manda dinheiro para cá. Que o senador Armando Monteiro nunca mandou nada. Que o deputado Júlio não ajuda Arcoverde. Que coisa feia! A prefeita deveria dizer que perdeu cerca de 4 milhões de reais de emendas do senador Armando Monteiro. Dinheiro que era para obras do pátio da feira, para calçamentos e praças”, afirmou Zirleide. 

Sobre a implantação do curso de Medicina em Arcoverde, a vereadora trabalhista criticou o que chamou de “desespero” da prefeita que ao invés de “torrar dinheiro em blogs e rádios para lançar notas fantasiosas, para não dizer mentirosas, deveria se preocupar em colocar as policlínicas para funcionar com atendimento médico 24h”.

Ainda questionando a prefeita Madalena Britto (PSB), a vereadora Zirleide Monteiro disse que ela “deveria se preocupar em resolver os problemas do residencial Maria de Fátima, que é da competência do município e está lá abandonado; A senhora prefeita deveria se preocupar e fazer a colocação de luminárias e lâmpadas nas ruas do São Geraldo e tantos outros bairros que vivem às escuras enquanto a prefeita coloca no caixa da prefeitura mais de R$ 3 milhões de taxa de iluminação pública tirados do bolso do consumidor, isso só em 2017; a senhora prefeita deveria se preocupar em garantir as crianças o fardamento escolar, até hoje nunca entregue”, concluiu.

Postar um comentário

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Start typing and press Enter to search