quinta-feira, 2 de agosto de 2018

Marília Arraes diz que sua candidatura é resgate da esquerda


           Uma jovem Marília Arraes, de megafone em punho, teve várias vezes o seu discurso interrompido por aplausos que fez antes do início da votação dos 300 delegados que decidirão o futuro da sua candidatura ao Governo de Pernambuco, no encontro estadual do PT, que está sendo realizado na tarde desta quinta-feira (2), no Recife Praia Hotel, no Pina, Zona Sul do Recife. 

Ao chegar ao local, o senador Humberto Costa (PT-PE) foi recebido aos gritos de "golpista". No local, placas de apoio à candidatura trazem textos como "Sem Marília, sem militância". 

Ao microfone, a vereadora do Recife argumentou que "o que está em jogo agora não é simplesmente uma convenção ou um apoio, é a convenção de um campo político num dos momentos mais complicados da história recente da política brasileira". Marília disse também que sua candidatura "é uma necessidade de resgatar a esquerda para o protagonismo político de Pernambuco — e não uma falsa esquerda que vira para o lado da direita quando é oportuno e, quando é melhor, volta para a esquerda, como se nada tivesse acontecido". 

Postar um comentário

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Start typing and press Enter to search