terça-feira, 3 de julho de 2018

Arcoverde tem 03 unidades de Saúde da Família descredenciadas pelo Ministério da Saúde


          O Ministério da Saúde descredenciou por meio da portaria Nº 1.717, de 12 de junho de 2018, três (03) Unidades de Saúde da Família do município de Arcoverde. A medida, que atinge unidades da federação de todo o País, foi assinada pelo Ministro da Saúde, Gilberto Occh. As UBSF estão descredenciadas em razão dos descumprimentos do prazo estabelecido na Portaria de Consolidação nº 2/GM/MS, de 28 de setembro de 2017, para cadastramento no Sistema Cadastro Nacional de Estabelecimento de Saúde (SCNES).

Ao todo, mais de 12 mil pessoas podem ficar sem cobertura da saúde da família já que cada equipe tem que atender cerca de quatro mil pessoas. Pelos dados da Nota Técnica da Secretaria de Atenção à Saúde, do Ministério da Saúde, Arcoverde tem hoje credenciadas 24 Equipes de Saúde da Família, ao invés de 27 com a saída das três unidades. Pelas 24 unidades, Arcoverde tem um repasse mensal de R$ 146.515,00.

Segundo a Portaria de Consolidação n° 2, de 28 de setembro de 2017, citada na portaria que descredenciou as unidades, as prefeituras deveriam cadastrar a(s) equipe(s) no Sistema de Cadastro Nacional de Estabelecimento de Saúde, num prazo máximo de 4 (quatro) meses, a contar a partir da data de publicação da referida Portaria, sob pena de descredenciamento da(s) equipe(s) caso esse prazo não seja cumprido.

O não cumprimento dos prazos teria levado a edição da portaria que atingiu além de Arcoverde outras cidades 51 cidades pernambucanas, entre elas Pedra que teve 01 unidade descredenciada, Sertânia (04), Serra Talhada (03) e Toritama, que teve 05 Unidades de Saúde da Família descredenciadas pelo Ministério da Saúde.

Confira AQUI a Portaria que descredenciou as Unidades de Saúde da Família em Arcoverde e demais municípios.

Postar um comentário

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Start typing and press Enter to search