terça-feira, 10 de julho de 2018

Arcoverde: Madalena reduz tempo de tolerância da zona azul para 10 minutos


        Com o apoio de seis vereadores da bancada, a prefeita de Arcoverde, Madalena Britto (PSB), conseguiu aprovar na Câmara Municipal o Projeto de Lei nº 04/2018 que reduz de 20 minutos para 10 minutos o tempo de gratuidade para ocupação da zona azul da cidade. A medida atinge em cheio todos os motoristas e clientes do comércio local que agora vem cair seu limite de tempo de espera  gratuito na conhecida zona azul de Arcoverde.

Votaram favorável ao projeto apresentado pela prefeita Madalena Britto os vereadores Luiza Margarida (MDB), Everaldo Lira (MDB), Geraldo Vaz (PSD), Cibely Roa (PP), Wherverton Siqueira – Siqueirinha (PSB) e João Taxista (PRP). Os vereadores Heriberto do Sacolão (Podemos) e Zirleide Monteiro (PTB) votaram contra o projeto. A vereadora Cleriane Medeiros (PRTB) não estava presente a sessão e não votou. A vereadora Célia Almeida (PSB), como presidente da casa legislativa, só votaria em caso de empate. 

Para a vereadora Zileide Monteiro, o projeto representa uma verdadeira punhalada na confiança dos arcoverdenses que reelegeram a prefeita e agora são traídos com mais uma medida que só prejudica a motoristas e comerciantes, que vêm seus clientes ficando cada vez mais longe. A vereadora chegou a pedir vistas do projeto para análise, mas o pedido acabou sendo rejeitado.

“Não vou ser irresponsável de votar em um projeto que só prejudica o motorista que vem ao comercio comprar e garantir o emprego, prejudicar quem tinha 20 minutos e agora reduz para 10. Isso é uma enganação. Ao invés de criar uma lei que melhore a situação do povo, só faz piorar. É uma irresponsabilidade quem votou nesse projeto”, afirmou Zirleide Monteiro.

Curiosamente, em setembro de 2016, a prefeita sancionou a lei nº 2.4677, apresentada pela vereadora Célia Almeida Galindo (PSB), que aumentava de 10 minutos para 20 minutos o prazo de tolerância para ocupação das vagas da zona azul, beneficiando os morotistas. Agora, com o PL 04 de 2018, a prefeita Madalena derruba a lei criada pela vereadora aliada e aumenta novamente o tempo de tolerância para 20 minutos.

Na justificativa, a prefeita diz que a medida visa garantir os serviços da zona azul sem onerar a administração pública e afirma que, por decreto, a tarifa de irregularidade será reduzida em 13% e o ticket em 5%, ou seja, passariam de R$ 24 para R$ 20,80 e de R$ 1,00 (meia hora) para R$ 0,95.

Postar um comentário

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Start typing and press Enter to search