sexta-feira, 20 de julho de 2018

Arcoverde: Madalena não entrega ambulância à Socorristas e joga responsabilidade para vereadores

             A novela da entrega da ambulância do Grupo de Socorristas Voluntários de Arcoverde ganhou mais um capítulo numa história que vem desde abril, quando o veículo foi comprado graças a uma emenda do deputado federal Zeca Cavalcanti (PTB) e até hoje não foi entregue pela prefeita Madalena Britto (PSB) a quem de direito, o GSVA.

Depois de usar argumento de que aguardava decisão de um “desembargador”, depois de um “promotor”, a prefeitura de Arcoverde, comandada pela socialista Madalena Britto (PTB), informou aos Socorristas que a decisão de doar vai ficar nas mãos dos vereadores, aonde 08 compõem sua bancada e 02 são da oposição. Para isso, vai mandar um projeto de lei para que os vereadores fiquem com a responsabilidade de doar ou não a ambulância aos socorristas. O Projeto seria enviado no dia 02 de agosto, quando a Câmara de Vereadores volta do recesso, segundo informação repassada pela assessoria da prefeita.

Esta semana, a assessoria da prefeita disse que o “promotor” já tinha dado um tal “parecer” (desnecessário, diga-se de passagem) favorável a entrega da ambulância, mas até hoje ninguém viu tal documento. Agora a prefeita, que se posterga a entregar da ambulância simplesmente porque é fruto de uma emenda do parlamentar trabalhista, joga a responsabilidade para os vereadores.

Algo simples que já poderia ter sido resolvido há 4 meses, vem sendo protelado pela prefeita de Arcoverde prejudicando o trabalhos do Grupo de Socorristas Voluntários de Arcoverde – GSVA, que tem cerca de 60 integrantes e estão a assistir tudo sem manifestar-se e cobrar o que lhes é de direito. Enquanto a prefeitura vem postergando a entrega do veículo, uma Ducato, adquirida por R$ 160 mil, os integrantes do GSVA trabalham numa ambulância que, recentemente, caiu até a porta.

Em recente entrevista, o deputado Zeca Cavalcanti, que já foi prefeito por 08 anos de Arcoverde, afirmou que para fazer a doação é um processo muito simples e citou que uma servidora da Secretaria de Saúde que trabalhou no seu governo e continua lá, ‘Dorinha’, fazia isso em 15 minutos, bastava ter a ordem e a determinação da prefeita. “É triste o que vem acontecendo, é uma política pequena que prejudica não o deputado Zeca, mais a população e os Socorristas, que poderiam já estar trabalhando em uma ambulância nova, salvando vidas, mas não é isso o que estamos vendo. Lamentavelmente”, disse Zeca Cavalcanti no final de junho.

Postar um comentário

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Start typing and press Enter to search