quinta-feira, 21 de junho de 2018

PF deflagra 52ª fase da Lava Jato e cumpre mandados em Pernambuco


           A 52ª fase da Operação Lava Jato, denominada Operação Greenwich, cumpre sete mandados de busca e apreensão no Recife e dois mandados de prisão na cidade de Timbaúba, na Zona da Mata Norte de Pernambuco. Os mandados de prisão não foram cumpridos, pois um dos alvos não estava no local e o outro foi preso no Rio de Janeiro, segundo a Polícia Federal. As investigações apontam crimes praticados contra subsidiárias de Petrobras, entre as quais a Petroquímica.

Além das ordens em Pernambuco, a PF cumpre dois mandados no Rio de Janeiro. As provas apontam o favorecimento do grupo Odebrecht em obtenção de contratos em troca de repasses de recursos a funcionários da empresa, de acordo com a Polícia Federal. Os valores eram remetidos a contas bancárias no exterior, fato que nomeou a operação de "Greenwich", um bairro da cidade de Londres, na Inglaterra.

De acordo com a corporação, as investigações apontam para a prática de diversos crimes como a fraude em processos de contratação das empresas das subsidiárias da Petrobras em favor do Grupo Odebrecht, corrupção, crimes financeiros e lavagem de ativos. Os presos serão escoltados para a sede da Polícia Federal em Curitiba, no Paraná, onde permanecerão à disposição do Juízo da 13ª Vara Federal. 

Dois alvos de mandados de prisão eram o ex-diretor da Petroquisa Djalma Rodrigues de Souza, que já é réu na Lava Jato, e o filho dele, Douglas Campos Pedrosa de Souza. Os mandados não foram cumpridos pela PF em Pernambuco, pois eles não estavam no estado.

Postar um comentário

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Start typing and press Enter to search