quinta-feira, 3 de maio de 2018

Zeca reforça necessidade de população aderir à campanha de vacinação contra gripe


               Vai até 1º de junho a Campanha Nacional de Vacinação contra Gripe. É o período ideal para a imunização, por ocorrer um pouco antes do inverno, quando a propagação da doença costuma ser maior.

O deputado Zeca Cavalcanti (PTB-PE), que é médico, lembra que, como os vírus alteram sua estrutura de forma rápida, há necessidade de sempre se fazer uma espécie de atualização das vacinas, para que elas, de fato, imunizem as pessoas. Por isso, é preciso aplicar a vacina contra a gripe todos os anos.

Neste ano, os tipos de vírus contidos na vacina são o H1N1, o H3N2 e o influenza do tipo B Yamagata.

“É de uma importância muito grande essa vacina contra a gripe H1N1, porque deixa a gente bem mais resistente a essa virose que, por ser anual, faz com que a vacinação seja feita também anualmente”, explica o deputado.

Dia D - 12 de maio será o “Dia D” de mobilização nacional, durante o qual estarão abertos 65 mil postos de vacinação, sendo 37 mil de rotina e 28 mil volantes, com envolvimento de 240 mil pessoas. Também estarão disponíveis para a mobilização 27 mil veículos terrestres, marítimos e fluviais.

Integram o grupo prioritário da campanha de vacinação as pessoas acima de 60 anos, gestantes, crianças de seis meses a menores de cinco anos (quatro anos, 11 meses e 29 dias), os trabalhadores de saúde, professores das redes pública e privada, povos indígenas, as puérperas (até 45 dias após o parto), pessoas privadas de liberdade – o que inclui adolescentes e jovens de 12 a 21 anos em medidas socioeducativas – e os funcionários do sistema prisional.

As pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais também devem se vacinar.

Meta - A meta do governo federal é imunizar 54,4 milhões de pessoas. De acordo com o Ministério da Saúde, os estudos demonstram que a vacinação pode reduzir entre 32% a 45% as hospitalizações por pneumonias, de 39% a 75% a mortalidade global e em torno de 50% nas doenças relacionadas à influenza.

O Programa Nacional de Imunização (PNI) é responsável por 98% do mercado de vacinas do Brasil e disponibiliza, na rotina de imunização, 19 vacinas para a população.

Postar um comentário

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Start typing and press Enter to search