quarta-feira, 30 de maio de 2018

Vereadora Zirleide cobra merenda para crianças sem aula em Arcoverde ao invés de festa


                Em meio a crise que afeta o município devido a falta de combustíveis que levou a prefeitura de Arcoverde a decretar estado de emergência e manter apenas os serviços essenciais, a vereadora Zirleide Monteiro (PTB), cobrou em sua rede social que a prefeita do município, Madalena Britto (PSB) garanta a merenda das crianças que estão sem aula, em caráter de emergência, e se abstenha de gastar dinheiro público com festa.

Ela toma como gasto desnecessário gastar dinheiro com shows e bandas num momento tão crítico como este referindo a matéria que está no site da prefeitura anunciando o apoio a Festa de Santo Antônio, em Ipojuca, que será aberta nesta sexta-feira, dia 1º de junho. “Isso é um absurdo”, afirmou a parlamentar trabalhista que ressalta já ter cobrado da prefeitura uma ação para atender as famílias carentes que “estão vendo a fome bater em suas portas nas periferias da cidade”.

 “Mesmo em situação de emergência, que permite a prefeitura realizar as ações necessárias para atender os serviços essenciais, como a coleta de lixo que está capengando, também poderia abrir as escolas e creches para, pelo menos, aliviar o drama dessas famílias que tem nessas unidades a oportunidade de dar uma alimentação a mais a seus filhos, mesmo que não seja a desejada”, disse a vereadora.

Zirleide Monteiro finaliza dizendo esperar que o Ministério Público atue contra esse gasto de recursos públicos com festas em meio a grave crise econômica e social que vive Arcoverde.

“Esperamos que o Ministério Público em Arcoverde esteja atento que, enquanto não se atende os serviços essenciais, enquanto não se garante merenda as nossas crianças, enquanto famílias passam fome na periferia, a prefeita promove festas na sua terra com recursos públicos que faltam para o povo. Lamentável!”, concluiu.

Postar um comentário

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Start typing and press Enter to search