terça-feira, 29 de maio de 2018

Quatro homens são autuados por forjarem suicídio de preso em Arcoverde


             A Polícia Civil autuou em flagrante por homicídio quatro detentos do Presídio Advogado Brito Alves (PABA) em Arcoverde, no Agreste de Pernambuco. De acordo com a Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres), a morte de Maciel da Silva Sampaio, 25 anos, foi registrada na madrugada do domingo (27) para a segunda-feira (28). O corpo dele foi encontrado amarrado pelo pescoço e pendurado na grade de ferro da janela de uma das celas, dando a impressão de que a vítima teria cometido suicídio.

A hipótese foi descartada pela polícia após a investigação preliminar, que concluiu que Maciel foi enforcado e morto por Jackson Policarpo Barbosa de Oliveira, 34 anos; José Williams Guilherme de Menezes, de 30; Adenildo Soares da Silva, 27, e José Tiago dos Santos, também de 27, que dormiam na mesma cela.

O homicídio foi corroborado pela perícia realizada pelo Instituto de Criminalística (IC) no local do crime, além de contradições nos depoimentos dos suspeitos. Um deles confessou o assassinato. O inquérito está sendo conduzido pelo delegado de Homicídios de Arcoverde, Walkis Pacheco. JC

Postar um comentário

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Start typing and press Enter to search