quinta-feira, 24 de maio de 2018

Júlio ressalta criação da Semana do Combate à Violência nas Escolas e critica retirada de R$ 1 milhão da segurança


        A aprovação, na segunda (21), do Projeto de Lei nº 181/2015, que cria a Semana Estadual do Combate à Violência nas Escolas, mereceu pronunciamento do autor da proposição, deputado Júlio Cavalcanti (PTB). Durante a Reunião Plenária desta quarta-feira (23), o parlamentar comemorou a medida, que, segundo avaliou, pode ajudar a garantir a defesa dos direitos da criança e do adolescente.

“Violência contra a mulher, bullying, homofobia e preconceito racial são problemas que, infelizmente, não são debatidos”, lamentou. “A Semana Estadual poderá trazer outros agentes para discutir ações e minimizar esses problemas”, observou, lembrando que a data servirá para a realização de palestras, encontros e atividades educativas sobre o direito a um ambiente de ensino saudável e livre de abusos.

𝗖𝗿í𝘁𝗶𝗰𝗮𝘀 –Júlio Cavalcanti também aproveitou o tempo na tribuna para apontar o que considera erros do Governo do Estado nas áreas de saúde e segurança pública.

O deputado denunciou que falta sangue na Fundação de Hematologia e Hemoterapia de Pernambuco (Hemope) – situação que tem prejudicado a realização de cirurgias – e criticou um remanejamento de R$ 1 milhão de recursos, originalmente destinados a delegacias, para prefeituras pelo Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento Municipal (FEM). “Não é mais um Pacto pela Vida, mas um ‘pacto pelo voto’. O dinheiro para as cidades é necessário, mas vai sair porque estamos próximos da campanha eleitoral”, afirmou.

Ele lembrou que há poucos dias o proprietário do imóvel aonde funciona a Delegacia de Polícia de Buíque denunciou o atraso de quatro meses de aluguel e estava na Justiça para fazer o despejo da DP de sua casa. "Enquanto o estado não paga o aluguel, não equipa as delegacias municipais, retira R$ 1 milhão que deveria fortalecer a segurança de nossa população, agilizando a elucidação dos crimes, para investir nos prefeitos aliados em busca unicamente de votos", finalizou Júlio Cavalcanti.

Postar um comentário

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Start typing and press Enter to search