quinta-feira, 3 de maio de 2018

Júlio Cavalcanti critica aumento abusivo das taxas no Detran


          O deputado Júlio Cavalcanti (PTB) criticou, nesta quarta (2), o Governo do Estado pelo valor cobrado pela taxa de vistoria para a transferência de propriedade de veículos nas Empresas Credenciadas de Vistoria de Veículos (ECVs) em Pernambuco. Conforme o parlamentar afirmou na Reunião Plenária, o serviço, que custa R$ 47,77 nas agências do Detran-PE, sobe para R$ 150 quando realizado pelas empresas.


O deputado Antônio Moraes (PP) também comentou sobre o assunto e questionou a forma como o presidente do Detran-PE, Charles Ribeiro, anunciou a medida, que foi implantada na última quinta (26).

Para Cavalcanti, “o povo pernambucano está sendo mais uma vez penalizado pelo Governo do Estado, que não cansa de prejudicar os trabalhadores”. “Milhares de condutores, que não suportam mais pagar tanto imposto, terão que arcar com as contas do Estado, que não tem competência para administrar a máquina pública e terceiriza os serviços”, emendou. Ao mencionar a falta de segurança nas estradas e a má conservação de rodovias, como a PE-15, a PE-270 e a PE-365, o petebista também questionou a destinação do valor arrecadado com o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA).

Antônio Moraes, por sua vez, relatou que a população tem feito questionamentos sobre o assunto, porque entendeu que teria havido um aumento na taxa. O parlamentar informou que conversou com Charles Ribeiro, que havia afirmado, ao anunciar a mudança, que não houve aumento, mas a prática de uma lei elaborada e aprovada, em 2015, pela Assembleia Legislativa.
“Não foi correta a forma como ele explicou a medida. Fui questionado várias vezes. O presidente do Detran deveria ter justificado a mudança, e não ter dito que a responsabilidade é do Legislativo”, sustentou.

Postar um comentário

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Start typing and press Enter to search