quarta-feira, 23 de maio de 2018

Filas e postos sem combustíveis tumultuam tarde em Arcoverde


             Se alguém imaginava que em 2015 a crise nos preços dos combustíveis era o fim do mundo, hoje os arcoverdenses testemunharam o resultado da política de preços de aumento diário nos preços dos combustíveis praticado pelo governo Temer. A paralisação e protestos de caminhoneiros no Agreste e Sertão de Pernambuco contra o aumento no preço dos combustíveis produziu filas históricas nos postos de Arcoverde.

Até o final da tarde desta quarta-feira vários postos de combustíveis da cidade já não tinham mais gasolina, álcool e diesel. Na lista dos postos que já fecharam as portas estão o Portal do Sertão e o IPÊ no centro da cidade; o Cruzeiro IV e o Posto Moxotó na BR 232; o Mano Vey no Corredor da Integração.

Por volta das 19h30, pelo menos 70 carros se enfileiravam no posto Liu Pneus na tentativa de abastecer. Já no São Cristóvão, no Posto Setta, pelo menos 30 veículos estavam na fila a espera de colocar um pouco de combustível. A expectativa é que na manhã desta quinta-feira (24), não exista mais nenhum posto de combustível com produto para abstecer os veículos em Arcoverde. Em alguns postos, o litro da gasolina que custava R$ 4,74 já estava sendo vendida a R$ 5,20.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, desde às 7h estão interditados trechos das BRs 423, em Garanhuns; 316, em Floresta; 104, em Caruaru; e 232, em Belo Jardim.

Postar um comentário

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Start typing and press Enter to search